Carreiras promissoras em 2014

Ranking analisou requisitos como as profissões que tiveram um crescimento de empregos de 7% ou mais, entre 2010 e 2013, e que podem crescer ainda mais este ano

Publicado em 28/04/14

Um levantamento feito pelo site CareerBuilder revelou as 12 melhores carreiras para se ter em 2014. Embora seja uma realidade americana, essa tendência também acompanha outros países, como o Brasil. Para descobrir as áreas promissoras, os requisitos analisados foram: as que tiveram um crescimento de empregos de 7% ou mais, entre 2010 e 2013, e que podem crescer ainda mais este ano; e que o emprego pague ao menos US$ 22 por hora. Atendendo essas condições, a área da computação aparece quatro vezes na lista. Também tem destaque o profissional de recursos humanos, pesquisador e analista de marketing, engenheiro de produção (como gerente de logística) e fisioterapeuta.

O coordenador de cursos da Faculdade de Informática (Fipp) da Unoeste, Emerson Silas Dória, atribui a este cenário a facilidade e popularização dos dispositivos móveis e, principalmente, a quantidade de serviços oferecidos virtualmente. "Tudo está caminhando para as demandas de serviços acontecerem na área de informática, atrelado a um controle via software [desenvolvedor de software - 1º lugar na lista]".

Dória pontua que o desenvolvedor web (6º) projeta as aplicações para funcionar na internet, o que gera volume de dados, surgindo a necessidade do administrador de banco de dados (8º). "Com esse volume de informações e a massificação do uso da internet, se torna essencial a figura do analista de informações de segurança [12º]". Destaca ainda que a tendência é aumentar ainda mais a quantidade desses serviços e, consequentemente, a procura por profissionais capacitados.

O especialista em treinamento e desenvolvimento de profissionais aparece em 3º lugar. Atividade desempenhada pelo gestor de Recursos Humanos e que está em constante expansão no Brasil, conforme frisa o coordenador desta graduação na Unoeste, Valdecir Cahoni. "Muitas empresas brasileiras são obrigadas a buscar funcionários fora do país, pois faltam pessoas especializadas em RH. Hoje, o investimento é realizado nas pessoas, mas para que isso ocorra, é necessário ter profissionais capacitados. Vale lembrar que aqueles que estão empregados ganham ótimos salários".

Cahoni salienta que empresas são constituídas de pessoas e estas precisam ser recrutadas e selecionadas. "Após a contratação, precisa-se treinar e desenvolver, motivar e diariamente resolver os conflitos existentes. Uma empresa necessita desenvolver um plano de cargos e salários, bem como cuidar de seu clima organizacional. Somente o profissional de RH está capacitado para estas atividades".

Melhores profissões para 2014 - Conheça o ranking divulgado pelo CareerBuilder: 1º Desenvolvedor de softwares; 2º Pesquisador e analista de marketing; 3º Especialista em treinamento e desenvolvimento de profissionais; 4º Analista financeiro; 5º Fisioterapeuta; 6º Desenvolvedor web; 7º Gerente de logística; 8º Administrador de banco de dados; 9º Promotor de eventos; 10º Tradutor e intérprete; 11º Engenheiro químico e 12º Analista de informações de segurança.

* Por Gabriela Oliveira - Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste - www.unoeste.br.

Veja outros posts

Dicas de preparação para o Vestibular e Enem

Calendário dos Vestibulares

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | SIMULADOS DO ENEM | GUIA DE FACULDADES