Jornalismo - informações sobre mercado de trabalho e descrição da profissão Jornalismo

Jornalismo

O jornalista é um "caçador" de fatos sociais. Informar é certamente a principal função do jornalista, porém, é também uma das últimas etapas de seu trabalho. Entre o fato ocorrido e o receptor há o trabalho de averiguar, entrevistar, redigir, discutir, pesquisar. Ele deve Investigar, selecionar e transmitir informações ao público. Seu instrumento de trabalho é o texto, que deve ser objetivo, claro e verdadeiro.

Linguagem verbal (impressa e radiofônica), linguagem visual estática (fotografia e planejamento gráfico) e linguagem dinâmica (vídeo e televisão) são trabalhadas no curso.

O jornalista pode atuar em veículos de comunicação impressa (jornais e revistas), eletrônica (rádio e TV) elaborando reportagens, revisão, edição e chefia de redação, podendo atuar como chefe de arte, paginador, diagramador. Pode atuar também em serviços de assessoria de imprensa, fazendo contatos da empresa com os meios de comunicação, ou mesmo produzindo jornais internos de empresas. Freqüentemente são solicitados a desenvolver também atividades em consultoria de comunicação e assessoria política.

O jornalismo não tem todo aquele glamour que se fala. A realidade é bem diferente. Trabalha-se muito, quando se acha emprego, em funções repetitivas e burocráticas, ganha-se pouco e sobe-se devagar na vida. Atualmente a oferta de empregos para o jornalista está em baixa - estão contratando cada vez menos. A oportunidade está nas assessorias de imprensa. Mas, a atração pelo corre-corre e pela quebra constante da rotina é o que incentiva a continuar na profissão. O jornalista deve ter facilidade em escrever, falar e transmitir fatos ou idéias (informações) de forma clara e articulada, boa memória, atualização, sociabilidade, espírito de iniciativa, comunicação e criatividade.

Especializações: Editor, Redator, Apresentador, Repórter, Correspondente, Comentarista.

Campos de atuação: Empresas Telejornalisticas, de Radiodifusão e de divulgação Cinematográfica, Órgáos de Serviço Público, Produtoras de Vídeo e Assessoria de Imprensa, Agências de Noticias, jornais, Revistas e Editoras, House Organs.

Veja o texto de outras profissões

Faça agora o teste vocacional online e gratuito!

PARTICIPE DO SIMULADÃO ONLINE E PREPARE-SE PARA O VESTIBULAR

Receba dicas desta profissão no seu email

RECOMENDAMOS

Anhembi Morumbi FMU Universidade São Francisco Redentor ISPED FECAP Univaço ITPAC Católica-TO
FAQUI FAJOP uniptan FIPECAFI Drummond Drummond Católica-TO EPD IESVAP

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | PLANO DE HORÁRIO DE ESTUDOS - PHE | DATAS DO ENEM 2017
->

DESAFIO DO DIA - SIMULADO ONLINE DIÁRIO

(UNESP 2013) No final do século XVIII, a Inglaterra mantinha relações comerciais regulares com várias regiões do continente africano. O interesse de ingleses nesse comércio derivava, entre outras coisas, da necessidade de:

mercado consumidor para os tecidos, produzidos em escala industrial nas fábricas inglesas e francesas.
especiarias e sal, utilizados na conservação de alimentos consumidos nas grandes cidades europeias.
petróleo, utilizado como fonte principal de energia nas fábricas instaladas em torno das grandes cidades inglesas.
matérias-primas, como o algodão e os óleos vegetais, que eram utilizadas pelas fábricas inglesas.
mão de obra a ser empregada nas manufaturas e fábricas que proliferavam na Inglaterra e na França.