Publicidade - informações sobre mercado de trabalho e descrição da profissão Publicidade

Publicidade

Publicidade e Propaganda são ações planejadas e racionais realizadas nos meios de comunicação com finalidade de divulgar vantagens, qualidades, enfim a superioridade de um produto, serviço, marca, idéia ou doutrina de uma instituição pública ou particular.

Empenhar a criatividade e o bom gosto na divulgação de informações acerca de produtos, idéias, serviços ou instituições, através dos meios de comunicação, pode criar nas pessoas novas disposições e valores. O Publicitário tem um belo desafio, mas também grande responsabilidade.

Ele trabalha na projeção e criação de campanhas publicitárias. Pode atuar em várias atividades: planejamento, criação (arte/redação), mídia, atendimento e pesquisa de mercado.

Cabe ao Publicitário analisar pesquisas de opinião e de mercado, propor e julgar campanhas de lançamento e manutenção de produtos, criar textos, desenhos, fotos, filmes, manter contatos com clientes e chefiar as suas contas em empresas de Propaganda e Marketing. Criatividade, aptidão artística, verbal e numérica, cultura geral, facilidade na comunicação e no trato pessoal, liderança, sociabilidade e dinamismo são requisitos da profissão.

Campos de atuação: Agências de Propaganda e Publicidade, Empresas, Indústrias, Editoras, TV, Rádio.

Especializações: Criação, Planejamento e Veiculação, Atendimento, Pesquisa de Mercado, Marketing

Outros conteúdos recomendados para você:

Veja o texto de outras profissões

Faça agora o teste vocacional online e gratuito!

PARTICIPE DO SIMULADÃO ONLINE E PREPARE-SE PARA O VESTIBULAR

Receba dicas desta profissão no seu email

RECOMENDAMOS

Universidade São Francisco FIPECAFI.. USS FAGOC... Descomplica FECAP IMEPAC FAMINAS FAMINAS

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | SIMULADOS DO ENEM | DATAS DO ENEM 2018
->

DESAFIO DO DIA - SIMULADO ONLINE DIÁRIO

(CESGRANRIO 2013) No ano de 2012, cientistas americanos publicaram um trabalho mostrando que a mulher, ao engravidar, incorpora algumas células provenientes do feto em seus tecidos. Esse fenômeno é conhecido como microquimerismo fetal, pois a mãe passa a ser uma quimera de células suas e de outro organismo. Isso significa que, caso o bebê tenha sido um menino, é possível encontrar algumas poucas células do feto espalhadas pelo corpo da mãe, inclusive no cérebro, que possuem o cromossomo Y. O mesmo fenômeno já havia sido demonstrado em roedores, mas o seu papel biológico permanece desconhecido. Caso uma mãe tenha um menino:

ela passará a apresentar características sexuais mas culinas devido à presença de proteínas provenientes do menino.
haverá a oportunidade de a mãe passar a produzir gametas contendo o cromossomo Y, que veio do feto masculino que ela gerou.
as células corporais da mãe passarão a exibir 23 pares de cromossomos mais o Y, que será incorporado ao genoma materno.
algumas das células no corpo da mãe terão proteínas produzidas que são codificadas por genes contidos no cromossomo Y.
se ela tiver mais um menino depois desse, seu corpo poderá atacar os cromossomos X do segundo por ter sido imunizado na primeira gravidez.