Ciências Moleculares - informações sobre mercado de trabalho e descrição da profissão Ciências Moleculares

Ciências Moleculares

O curso experimental em Ciências Moleculares é uma nova opção de graduação da Universidade de São Paulo para alunos que desejam fazer da pesquisa científica sua atividade profissional. O curso é dividido em dois ciclos: o Ciclo Básico e o Ciclo Avançado.

O Ciclo Básico dura dois anos e contém quatro disciplinas centrais e uma instrumental (Computação). As disciplinas centrais são: Matemática (4 semestres), Física (4 unidades teóricas e 1 experi­mental), Química (3 unidades teóricas e 1 experimental) e Biologia (4 unidades teóricas e 1 experimental). No final do Ciclo Básico o aluno terá completado 60% dos créditos necessários para a obtenção do bacharelado. Durante este ciclo, todos os alunos estão ligados a um tutor que atua como orientador acadêmico e transmite informações sobre a Universidade. Terminado o Ciclo Básico, o aluno deve ter escolhido um orientador sob cuja orientação continuará sua formação como pesquisador e começará a desenvolver atividades de pesquisa. No Ciclo Avançado, o aluno elaborará em conjunto com seu orientador um currículo personalizado com total liberdade de composição das disciplinas (entre aquelas oferecidas por toda a USP). Este currículo deve ser aprovado pela Comissão Coordenadora e deve completar os créditos necessários para a conclusão do Curso - as atividades de iniciação científica contam créditos.

O curso exige dedicação integral e um bom desempenho acadêmico. A avaliação é feita semestralmente e de forma global pela Comissão Coordenadora.

Este curso de Ciências Moleculares é aberto a alunos regularmente matriculados em qualquer curso de graduação da USP. O curso possui duração de quatro anos e acontece uma vez por ano nos meses de Junho/Julho. O aluno interessado em concorrer a uma das 25 vagas do curso passa por uma avaliação. Nesta avaliação o desempenho no Vestibular (notas obtidas) é considerado. A seleção continua com uma prova dissertativa que contém questões de Matemática, Física, Química e Biologia, com duração de cinco horas. A próxima etapa da seleção é uma entrevista; na verdade, uma dinâmica de grupo, com professores e coordenadores do curso. Cada etapa não é eliminatória, o candidato é avaliado como um todo, levando em conta, principalmente, sua aptidão para a pesquisa. As 25 vagas do curso podem ser todas preenchidas ou não, dependendo do resultado da avaliação dos candidatos. Por exemplo, no Vestibular/96, das 25 vagas, foram preenchidas 18 vagas levando em conta que tinham 100 candidatos.

Boa memória, exatidão, atenção concentrada, meticulosidade, espírito de iniciativa, perseverança, constante atualização, senso de observação, dinamismo, raciocínio abstrato, habilidade numérica desenvolvida, interesse pelo estudo e pela pesquisa são requisitos da profissão.

Campos de atuação: Setor de Pesquisa e Desenvolvimento de Empresas, Universidades, Institutos de Desenvolvimento e Pesquisa.

Especializações: Propulsão de Foguetes, Biofísica, Bioquímica, Farmacologia, Cibernética, Engenharia Genética, Físico-Química, Campos Neurais, Microeletrônica associada a Biologia, Mecânica Estatística.

Veja o texto de outras profissões

Faça agora o teste vocacional online e gratuito!

PARTICIPE DO SIMULADÃO ONLINE DO ENEM, COM CORREÇÃO PELA TRI

Receba dicas desta profissão no seu email



RECOMENDAMOS

Anhembi Morumbi FMU Universidade São Francisco Redentor Redentor Redentor ISPED UNITAU
FAGOC UNIFAN Newton Paiva SL Mandic FECAP São Camilo FAMINAS UniEvangélica UNISINOS Católica-TO

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | PLANO DE HORÁRIO DE ESTUDOS - PHE | DATAS DO ENEM 2017
->

DESAFIO DO DIA - SIMULADO ONLINE DIÁRIO

(Mackenzie 2013) Em relação à dinâmica dos ventos, circulação e forças que atuam sobre eles, assinale a afirmação incorreta:

Os ventos são, de forma geral, o ar em movimento devido a ajustes atmosféricos causados pela variação da pressão.
Os ventos sopram das áreas de alta pressão para as de baixa pressão.
O movimento de rotação da terra altera - para longas distâncias - a direção dos ventos.
As regiões equatoriais - receptoras de maior quantidade de energia solar do que as regiões polares - são consideradas de alta pressão e, portanto, dispersoras de ventos.
O efeito da força de Coriolis, na zona intertropical, provoca desvios na direção dos ventos, vindos de nordeste para sudoeste, no hemisfério norte, e de sudeste para noroeste, no hemisfério sul.