Diplomacia - informações sobre mercado de trabalho e descrição da profissão Diplomacia

Diplomacia

A diplomata representa seu país junto a outras nações ou entidades e organismos estrangeiros.

Incumbe-se, na Embaixada, dos assuntos políticos, econômicos, comerciais, culturais e administrativos, nas suas relações e interligações entre governos. Funcionário do governo federal, ele defende os interesses nacionais, envolvendo-se com questões políticas, econômicas ou culturais, Negocia acordos e intercede em pactos e tratados com os governos com os quais está credenciado É sua função evitar confrontos e, se algum ocorrer, buscar a conciliação. Ele assessora o governo na tomada de decisões de política internacional, informando-o sobre a situação geral do país onde está trabalhando.

A única escola de diplomatas no Brasil é o Instituto Rio Branco, em Brasília, órgão do Ministério das Relações Exteriores, sendo o único responsável pelo recrutamento, seleção, formação e aperfeiçoamento do pessoal diplomático.

Para inscrição no concurso de admissão à carreira de diplomatas, é necessário que o candidato seja brasileiro nato, tenha curso superior completo e idade entre 21 e 34 anos.

As normas do concurso estão sujeitas à alteração a cada ano. Em 1996, o concurso teve 3 fases, sendo cada fase eliminatória. A primeira fase consta de testes de conhecimentos gerais (os chamados testes de pré-seleção), a segunda consta de avaliação médica e psicológica e a terceira fase tem provas dissertativa (história, geografia, noções de direito) e oral (questões internacionais contemporâneas e de inglês). Aprovado no concurso, o candidato ingressa automaticamente na carreira diplomática, como terceiro- secretário. Para ser promovido a segundo- secretário leva-se, em geral, quatro anos. Nesse cargo, o profissional pode fazer o curso de Aperfeiçoamento de Diplomatas para tornar-se primeiro- secretário e, depois, conselheiro. Para ser promovido a ministro de segunda classe, o Itamaraty exige o curso de Altos Estudos e a defesa de uma tese. Nessa posição, o diplomata pode ser nomeado embaixador num país estrangeiro e chefiar missões brasileiras no exterior. O último posto na carreira é o de ministro de primeira classe.

Domínio de línguas estrangeiras, boa capacidade de expressar idéias, habilidade em negociar, sociabilidade, facilidade para se adaptar a culturas e ambientes diferentes, criatividade e desembaraço, são requisitos da profissão.

Especializações: Administração, área consular, área multilateral, área política e econômica, planejamento e promoção comercial.

Veja o texto de outras profissões

Faça agora o teste vocacional online e gratuito!

PARTICIPE DO SIMULADÃO ONLINE DO ENEM, COM CORREÇÃO PELA TRI

Receba dicas desta profissão no seu email



RECOMENDAMOS

Anhembi Morumbi FMU Universidade São Francisco Redentor Redentor Redentor ISPED UNITAU
FAGOC UNIFAN Newton Paiva SL Mandic FECAP São Camilo FAMINAS UniEvangélica UNISINOS Católica-TO

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | PLANO DE HORÁRIO DE ESTUDOS - PHE | DATAS DO ENEM 2017
->

DESAFIO DO DIA - SIMULADO ONLINE DIÁRIO

(UFPA 2013) Problemas ambientais como desmatamento e mudanças climáticas (com longos períodos de seca e enchentes) podem levar à redistribuição de doenças endêmicas. Os fatores mencionados relacionam-se, respectivamente, às seguintes doenças:

dengue e raiva.
cólera e hepatite C.
febre amarela e doença de Chagas.
leishmaniose e febre amarela.
malária e leptospirose.