Lições de um cursinho

Estudantes explicam como as rotinas de estudo do cursinho pré-vestibular colaboraram com o seu futuro espaço universitário

Publicado em 12/03/12

Por Aline Narezzi

A vida de um estudante de cursinho pré-vestibular nunca parece muito fácil. Uns dizem que é necessária; outros tentam fugir dela. Mas quem passa por essa experiência sempre tem histórias para contar. O vestibular é o grande desafio dos estudantes que encaram uma rotina de estudos pesada, necessária e transformadora.

Segundo a estudante de jornalismo Mariana Miranda, 21 anos, mesmo em meio a um ambiente estressante, o cursinho é capaz de preparar qualquer um para o clima universitário. "O cursinho tinha um horário bem puxado, então ao entrar na faculdade, eu estava acostumada a assistir uma hora e meia de cada aula, fazer trabalhos e estudar à noite em casa". Além da preparação física, o estudante consegue se aprimorar no controle do tempo de prova. "Como havia muitos simulados no cursinho, eu consegui controlar melhor o meu tempo no vestibular e nas provas da faculdade", completa a estudante.

O universitário Lucas Conte, 21 anos, estudante de física da USP, conta que os métodos de estudo aplicados no cursinho foram muito válidos. "Na minha época de cursinho aprendi alguns métodos de estudo que são úteis até hoje."

Ao longo do cursinho, ocorrem mudanças em muitos hábitos. A estudante de jornalismo Camila Savioli, 21 anos, diz que já gostava de ler, mas a rotina de leitura transformou seus costumes. "Aumentou mais ainda o meu gosto por livros, principalmente na área de literatura". Todo o esforço feito no cursinho é recompensado na faculdade. A estudante garante que o investimento não é apenas intelectual, mas, sobretudo, pessoal. "O cursinho também ajudou bastante no meu amadurecimento. Na faculdade, são exigidas maiores responsabilidades e independência e eu me senti mais preparada", conclui.

Quando o vestibular se torna o principal alvo de um aluno, toda dedicação é necessária. A pressão da prova e a concorrência não devem ser preocupações do candidato. A estudante de Engenharia de Produção, Marília Buchhorn, 20 anos, dá uma dica. "Tentei não ficar pensando na concorrência e me comparando a outros para saber se estava preparada ou não. Cada um se prepara da sua maneira, me comparar apenas me preocuparia." Segundo a estudante, manter-se calmo e confiante são fatores essenciais que devem ser usados na hora do vestibular. "Minha transição para a universidade não foi complicada, uma vez que durante este ano de cursinho amadureci, ganhei confiança e estava mais preparada para o vestibular. Isso foi essencial para a minha prova e adaptação ao ambiente universitário", conclui.

Veja outras dicas de prepação

Treine com simulados online

Calendário dos Vestibulares

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | SIMULADOS DO ENEM | GUIA DE FACULDADES

RECOMENDAMOS

UNIP Universidade São Francisco FIPECAFI Inatel .. EPD.. FACTO.. Unigranrio ..