Universidade Pública x Universidade Particular

Estudar em uma universidade pública longe de casa ou procurar por uma universidade particular no mesmo estado em que você mora? Confira dicas para decidir seu rumo universitário

Publicado em 27/11/13

por Marina Ogawa

Passados os principais vestibulares do país você se ve na seguinte situação: passou em uma universidade pública - federal ou estadual -, mas em uma cidade bem longe da qual você mora. Por exemplo, com base na nota do SISU, você, que é de São Paulo, passou em uma universidade federal no Acre. E agora? O que fazer? Ir para o Acre ou procurar por uma universidade particular no estado em que você mora?

Essa é uma situação mais comum do que imaginamos. Claro, que nem sempre a Universidade Federal fica tão longe, mas às vezes ela fica, por exemplo, no interior de outro estado e, querendo ou não, se torna um empecilho na vida particular desses estudantes.

Até o clima pode influenciar nessa escolha. Por exemplo, você é da região Norte ou Nordeste (onde as temperaturas são mais altas) e conseguiu uma vaga no interior do Rio Grande do Sul, (onde o clima em certas épocas do ano atinge temperaturas negativas). O que você faria nessas situações?

Separamos algumas dicas para escolher o melhor para você e seu futuro profissional. Lembre-se de levar em consideração tudo, desde a qualidade do ensino até o preço que pagaria em moradia ou custos pessoais em outro estado.

Portanto, se você passou em uma universidade pública em um estado longe do qual você mora, a primeira coisa a se fazer é se perguntar o que vale mais a pena. Pesquise se existe uma universidade particular equivalente no estado em que você mora. Ficar perto da família e de amigos conta pontos a favor na hora de escolher a faculdade.

Se mesmo depois dessa escolha você decidir estudar longe de casa, leve em consideração alguns aspectos como:

Moradia: você pode morar em repúblicas ou alugar um apartamento/casa para você, mas lembre-se dos custos disso tudo. Ponha em um papel o quanto gastaria por mês só com moradia.

Alimentação: Apesar da vida corrida de estudante, uma boa alimentação não pode ser deixada de lado e, por isso, pelo menos uma vez por mês a ida ao supermercado é necessária. Leve em consideração também as vezes em que você for sair com os colegas para almoçar ou jantar. Existem cidades com seu setor gastronômico mais caras que outras.

Transporte: Veja se a cidade na qual você vai passar a morar conta com transporte público, ou se a sua faculdade fica perto de sua nova casa. Se não existir nem um e nem outro, coloque na lista de custos um transporte para você se locomover (carro, moto, bicicleta).

Viagens: Morando longe de casa é normal que você tenha saudades e é sempre bom contar que, pelo menos uma vez por ano, você vai querer voltar para casa.

Mercado de Trabalho: Verifique se na cidade na qual você passará a estudar o mercado de trabalho é favorável. Leve em consideração que, muito provavelmente, você terá de realizar estágios durante o curso. Com um bom mercado à sua volta, a ascensão profissional é mais garantida.

Se depois de colocar todos estes custos (e mais alguns que podem surgir durante os anos) no papel e optar por uma universidade particular no mesmo estado ou cidade que você reside, lembre-se que: apesar de particular, você pode recorrer a pedidos de bolsa. Algumas universidades oferecem bolsas de estudo por mérito no vestibular, por meio das atléticas ou financiamentos como FIES e ProUni.

Veja outras dicas de prepação

Treine com simulados online

Calendário dos Vestibulares

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | SIMULADOS DO ENEM | GUIA DE FACULDADES

RECOMENDAMOS

UNIP Universidade São Francisco FIPECAFI Inatel .. EPD.. FACTO.. Unigranrio ..