Siga-nos!

Destaque

Quantos vestibulares prestar?

Tem dúvidas de quantos vestibulares prestar? Aprenda a criar o calendário ideal com recomendações do Curso Poliedro!

Publicado

em

duvida, escolha, profissão, medo, teste vocacional

Com os vestibulares se aproximando, é inevitável não surgir a dúvida: para quantas provas devo me inscrever? Quantos vestibulares prestar? Existe uma quantidade ideal, que amplie as chances de admissão na faculdade?

Quantos vestibulares prestar?

Não existe fórmula mágica! Segundo Márcio Guedes, coordenador do Curso Poliedro, seguindo um critério racional de seleção, não há o que questionar e esse número varia de aluno por aluno. “A quantidade ideal de vestibulares é o que atende a todos os seus desejos de carreiras e possibilidades pessoais. Então, naturalmente, será variado para cada aluno em função de disponibilidade de renda, objetivos, questões pessoais, entre outros aspectos que devem ser levados em consideração”, afirma.

É importante, no caso de quem estuda em um curso preparatório para o vestibular, buscar apoio da equipe pedagógica e de orientação para verificar se os critérios de escolha são assertivos.

Existem casos em que uma minoria de estudantes opta por prestar poucos vestibulares, pois almejam especificamente ou somente algumas instituições. Outro grupo de alunos tendem a participar de muitos processos seletivos. “Como adiantamos, não existe regra de certo e errado sobre isso, mas vale uma dica inicial para todos. Caso a primeira prova de vestibular seja da instituição mais desejada por você, ou ela faz parte do grupo das faculdades dos seus sonhos, tente não a deixar como a “primeira prova”. Como assim? Verifique se existe algum vestibular de qualidade (prova coerente, exigente, com bom nível e bem construída) para você fazer antes da sua primeira prova mais desejada. É uma forma de quebrar o gelo e fazer um aquecimento para melhorar o desempenho até a prova da universidade-alvo. “Assim, ele também vai aliviar a carga emocional envolvida”, diz Guedes.

Já o aluno que vai participar de muitos processos seletivos, é preciso verificar se, de fato, ele pode encarar financeiramente tudo isso. Depois, é necessário checar se está psicologicamente preparado. “O estudante deve considerar que uma prova pode causar muito cansaço e isso atrapalhar o rendimento nas demais. Então, deve-se manter uma lógica de funcionamento cognitivo e prezar por um emocional que aguente qualquer sobrecarga por não ter conquistado o desempenho esperado em um dos processos seletivos”, conclui o coordenador.

Para facilitar a decisão e tornar os planejamentos realistas e viáveis, o Curso Poliedro dá dicas de como montar um calendário ideal de vestibulares!

Confira abaixo o passo-a-passo completo.

1) Apuração: analise o que você quer e o que você pode!

O primeiro passo para criar um calendário redondo é buscar listas de todas as instituições que existem no país, por área. Sim, são centenas! Mas, a partir delas, é possível fazer uma seleção minuciosa de quais escolher. A lista de faculdades credenciadas pelo MEC produzida pelo Guia do Estudante ou o RUF, ranking da Folha de São Paulo, podem ser grandes aliados no momento.

A localização, ser pública ou particular, ou o ranqueamento frente ao MEC são questões decisivas para a seleção. O aluno não deve fazer a inscrição para qualquer instituição sem a possibilidade de se mudar de estado, por exemplo. O mesmo ocorre com universidades públicas ou particulares. “Se o estudante não tiver a verba necessária, não tem porquê prestar. Não sofra! Existem muitas outras faculdades de qualidade e que se encaixam melhor no contexto de cada um. Tudo deve ser pensado, como a disponibilidade e possibilidade financeira de sair da cidade, custo de vida, custo de vestibulares e mensalidades.”

O ranking da faculdade pode ser determinante para alguns alunos, que buscam instituições com 5 estrelas. No entanto, é importante ter em mente que cada um é responsável por criar um ensino de qualidade, já que depende, em grande parte, de empenho. O ranqueamento é técnico, mas sua avaliação é totalmente pessoal, uma questão de escolha. Portanto, também pode ser um critério.

Aplicando os três conceitos, é possível restringir uma lista extensa para um roteiro aproximado de sua realidade. Começou a entender o racional da seleção?! A partir de agora, o próximo passo é ler atentamente o edital de cada vestibular.

2) Refinamento: escolha a partir de critérios técnicos e pessoais.

O grande dilema é que o aluno fique limitado por não conseguir encaixar todas as provas em seu calendário. Existem conflitos de datas. Assim, baseado no primeiro filtro, começa uma escolha por questões técnicas e pessoais. Então, um aspecto que deve ser avaliado é o de como é a prova. Quando perceber que existe coincidência de data ou algum fato que impossibilite a realização, terá que escolher a partir de dois caminhos: o pessoal ou o estratégico.

Márcio Guedes acredita que os professores devem sempre orientar que os alunos sigam seus próprios passos. “Quando a coincidência de data acontece, sempre pergunto: você tem algum sonho? Então vá atrás! É algo muito pessoal. Caso seja viável nos demais âmbitos estratégicos, de deslocamento, valores, entre outros, é a decisão certa”, explica o coordenador do Curso Poliedro. Ele pondera que se a escolha pessoal não contribuir e, de fato, o estudante tope ir para qualquer uma das duas universidades, o critério técnico será fator de desempate. Ou seja, é preciso analisar como é a prova. “Se ficar feliz com qualquer uma delas, basta ir pelo caminho da que há maior facilidade de entrar”. Dessa forma, o edital traz informações valiosas e será muito útil para checar procedimentos e avaliar possibilidades.

3) Como saber se meu calendário é ideal?

Para saber se o seu calendário está perfeito, basta observar se consta tudo o que você quer e o que você pode. Não compare o número de inscrições com outros colegas. Ter menos universidades não é certo, assim como ter mais não é errado. Neste momento, cabe um exercício de reflexão para entender as motivações. Tudo é uma questão de escolha!

4) O número de vestibulares tende a aumentar de acordo com a área de atuação?

Ao contrário do que se imagina, não é uma verdade. A orientação do Curso Poliedro está sempre atenta com essa questão e nunca observaram nenhuma discrepância no número de inscrições por carreira. Portanto, o que de fato impacta na decisão são os fatores pessoais ou financeiros.

“O que observo é que, se as inscrições e, no caso das faculdades particulares, as mensalidades fossem baratas e não houvesse coincidência de datas, grande parte dos estudantes chegariam a prestar até mais de 15 vestibulares! É um número bem alto. A tendência é que participem do máximo de processos seletivos possível, já que todos querem entrar rapidamente na faculdade”, explica Guedes.

Sobre o Curso Poliedro

Com sedes em Campinas, São José dos Campos e São Paulo, o Curso Poliedro tem nos resultados dos vestibulares a comprovação de excelência de sua metodologia. No Vestibular 2020, obteve pelo terceiro ano consecutivo a maior aprovação do Brasil em Medicina na USP Pinheiros, contabilizando 54 aprovados. Os alunos do Curso Poliedro também conquistaram a maioria das vagas de Medicina da Unifesp (74 aprovados) e da Medicina da Santa Casa (152 aprovados), assim como a maior aprovação do Brasil no ITA (52 aprovados), no IME (120 aprovados) e na AFA (179 aprovados).

Para mais informações, acesse o site: www.cursopoliedro.com.br.

RECOMENDAMOS

Destaque

Graduação FIAP está com turmas abertas para 2022

LET’S START A BETTER FUTURE.

Publicado

em

por

Graduação FIAP está com turmas abertas para 2022

No momento em que o mundo inteiro está olhando para o futuro, é hora de cada um começar a criar o seu. Para isso, é fundamental estar sempre conectado à tecnologia, à inovação e à humanidade: os grandes drivers que vão construir um melhor amanhã.

De Inteligência Artificial a Jogos Digitais, de Computação na Nuvem (Cloud) a Defesa Cibernética, a Graduação FIAP tem 15 cursos presenciais e online. Cada um deles abre novas possibilidades, ampliando o conhecimento exponencialmente, desenvolvendo novos skills e ajudando a transformar o mundo.

O aluno vai dominar os conteúdos mais relevantes do presente. Estudar em laboratórios e salas com infraestrutura avançada ou em uma multiplataforma digital. Participar de projetos reais de grandes empresas. Personalizar sua jornada com Nano Courses em diferentes áreas. E, ainda, vai criar a sua própria startup.

Venha pensar e criar o novo na FIAP.

Let’s rock the future.

Continue lendo

Destaque

Locais de Prova – Vestibular UFRGS 2022 – Provas 12 e 13/02/22

Os 15.234 inscritos no Concurso Vestibular 2022 da UFRGS já podem consultar os locais de prova individualmente no Portal do Candidato.

Publicado

em

por

UFRGS publica edital do PS 2021/2, com oferta de 1.418 vagas

Os 15.234 inscritos no Concurso Vestibular 2022 da UFRGS já podem consultar os locais de prova individualmente no Portal do Candidato. A seleção será realizada nos dias 12 e 13 de fevereiro, em sete municípios do Rio Grande do Sul. Além de Porto Alegre, Bento Gonçalves, Imbé e Tramandaí, locais tradicionais de realização, a edição deste ano será aplicada também em Canoas, Novo Hamburgo e Gravataí, com o objetivo de diminuir os deslocamentos dos participantes durante este período de pandemia. A Comissão Permanente de Seleção (Coperse) indica o comparecimento aos locais de prova até as 14h30, pois os portões serão fechados pontualmente às 15h, horário de aplicação nos dois dias.

Além do documento de identificação, diante da pandemia de covid-19, a Coperse estabelece os seguintes protocolos obrigatórios para o acesso aos locais de prova:

1) Usar máscara, preferencialmente do tipo N95 ou PFF2;

2) apresentar comprovante impresso de vacinação contra a covid-19 – com, no mínimo, duas doses;

3) levar garrafa com água (os bebedouros das escolas estarão desativados).

Para o preenchimento dos cadernos de prova e cartões de resposta, os participantes devem levar caneta esferográfica de tinta azul ou preta. A Coperse reforça que o documento de identidade deve ser apresentado em todos os dias de aplicação das provas.

Os gabaritos serão divulgados no dia seguinte ao de aplicação do Vestibular, 13 e 14 de fevereiro, às 9h, no site: https://vestibular.ufrgs.br. E o listão de aprovados está programado para até 25 de fevereiro. São oferecidas 3.980 vagas em 89 opções de curso. Mais detalhes sobre a aplicação das provas e o cronograma do processo seletivo estão no Manual do Candidato.

Provas

12/2 – História, Língua Portuguesa, Literatura, Matemática e Redação (5h30)

13/2 – Biologia, Física, Geografia, Língua Estrangeira e Química (5h50)

Sabatistas

No dia 12 de fevereiro, os candidatos que indicaram na inscrição a condição de sabatista, guardador do sábado por convicção religiosa, devem ingressar no local de prova até o horário indicado para todos os participantes e aguardar em isolamento o horário adaptado para a realização das provas: 19h, não podendo, durante esse período de espera, realizar consulta, comunicação ou manifestação. No dia 13, esses candidatos realizam as provas nas mesmas condições dos demais vestibulandos.

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Saiba como funciona a Internet das Coisas, fusão entre os mundos virtual e real

Cada vez mais utilizada, a tecnologia visa melhorar diferentes serviços de forma prática e rápida

Publicado

em

por

Saiba como funciona a Internet das Coisas, fusão entre os mundos virtual e real

Internet das Coisas é um recurso que conecta objetos cotidianos a uma rede de dispositivos por meio de sensores, softwares e chips. Mas você sabe como isso nos impacta?
Com um mundo cada vez mais interligado, a IoT – sigla para o termo em inglês Internet of Things – tem a missão de facilitar a nossa vida. Alguns exemplos simples estão nas questões do dia a dia, como os robôs aspiradores, as lâmpadas que podem acender, apagar ou mudar de cor por um comando de voz e as geladeiras que acessam as redes sociais ou fazem a lista de compra automaticamente quando verificam a falta de algum alimento.

O professor da ESEG – Faculdade do Grupo Etapa, Luiz Fernando Durão, explica por que a Internet das Coisas é tão importante e relevante para a sociedade. “Quando precisamos de aplicações remotas, a tecnologia vem para suprir necessidades. Imagine que exista um médico especialista em uma cidade e que ele precise realizar uma cirurgia de emergência em um paciente que está em outro município. A conexão de internet estável, como a proporcionada pelo 5G, torna possível que esse médico realize o procedimento sem nem sair do lugar, por meio de um robô”, exemplifica Durão.

Na área de Engenharia de Produção, a Internet das Coisas se torna relevante quando alia a conectividade aos produtos e serviços oferecidos. “Antes, nós éramos totalmente dependentes das anotações dos operadores, o que poderia gerar o chamado ‘erro de observação’, pois sempre há a probabilidade de cometermos erros na visualização de dados. A partir do momento em que temos uma conexão da máquina ao sistema de informação, ou seja, a máquina conectada a sensores altamente capacitados que transmitem dados pela internet, conseguimos ter, em tempo real, as informações do processo produtivo e conseguimos tomar decisões como a de manutenção, por exemplo, antes mesmo da máquina quebrar”, analisa o professor.

A Internet das Coisas veio para ficar e está crescendo, chegando para somar à segurança, praticidade e o bem-estar, como em fechaduras eletrônicas que abrem ou se fecham a distância, aparelhos de ar-condicionado que se adequam automaticamente à temperatura do ambiente e sensores agrícolas que monitoram a previsão do tempo para a irrigação na hora certa. Por isso, cada dia mais você verá essa aplicação e acompanhará seu desenvolvimento, pois essa tecnologia chegou para mudar a forma em que vemos a conexão entre homem e máquina, sendo esta a protagonista.

Vestibular ESEG 2022

A ESEG – Faculdade do Grupo Etapa está com inscrições abertas para o processo seletivo do 1º semestre de 2022. O candidato pode escolher entre as modalidades presencial e digital e, ainda, conquistar bolsa de estudo de acordo com a nota obtida. Também pode ingressar utilizando a nota do Enem, além das opções de segunda graduação e transferência.

Serviço

Processo Seletivo ESEG 2022 – 1º Semestre

Cursos: Administração, Direito, Economia, Engenharia de Computação e Engenharia de Produção

Provas presenciais

29/01/2022, às 13h – Inscrições até 28/01, às 14h
12/02/2022, às 13h – Inscrições até 11/02, às 14h
Rua Apeninos, 960, Paraíso

Provas digitais

03/02, às 18h – Inscrições até 02/02, às 23h59
05/02, às 9h – Inscrições até 04/02, às 14h

Inscrição e mais informações: https://lp.eseg.edu.br/vestibular/

Continue lendo