Siga-nos!

Destaque

Como é calculada a nota do Enem – Método TRI

Publicado

em

O Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) 2019 está chegando. São dois dias de provas: o primeiro no dia 03/11, com 90 questões e uma redação. No dia 10/11, haverá o segundo dia de teste, com mais 90 questões. E, nessa reta final, é comum que os estudantes tenham dúvidas em relação à metodologia da avaliação.

Como é calculada a nota do Enem

Método TRI

O método TRI (Teoria de resposta ao Item) é utilizado pelo Enem desde 2009 e é um dos tópicos que mais causam incertezas entre os estudantes. Dando um exemplo, se dois alunos acertaram 90, no total de 180 questões, provavelmente eles terão notas diferentes. Vinícius Freaza, Diretor de de Inovação Pedagógica da Evolucional, startup de educação baseada em dados, e que aplica o simulado do Enem, explica como isso é possível. Confira:

Como a TRI funciona

A metodologia de avaliação é utilizada em muitas partes do mundo, em exames como o ENEM e o Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), no Brasil, e o Test of English as a Foreign Language (TOEFL) e o Scholastic Assessment Test (SAT), nos Estados Unidos. Diferente da Teoria Clássica dos Testes (TCT), que segue o princípio de que quanto mais itens um estudante acerta, maior é o seu conhecimento, o TRI tem como base o item, não a totalidade da prova. Ou seja, acertar 50% dos itens em uma avaliação não significa que a proficiência do aluno é igual a 50%: tudo depende de quais foram os itens respondidos.

TRI detecta os “chutes”

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Em uma prova de múltipla escolha, sempre é possível o acerto ao acaso, em que o estudante “chuta” uma das alternativas. A TRI leva esse aspecto em conta, com um conceito chamado de coerência pedagógica.

Para ilustrá-la, imagine uma prova com 10 itens, cada um com seus níveis de dificuldade conhecidos, e suponha que dois participantes, “A” e “B”, acertem, ambos, cinco questões cada um. No entanto, esses dois alunos não acertaram as mesmas questões.

Partindo do pressuposto de que o participante “A” acertou as questões mais fáceis e, a partir de um certo nível, passou a errar todas as outras, dizemos que esse é um comportamento esperado e, portanto, pedagogicamente coerente.

No entanto, o participante “B” errou as questões fáceis, mas acertou as mais difíceis da prova. Esse não é um comportamento coerente e podemos supor que os acertos das questões difíceis tenham sido casuais. Esses acertos também contribuirão para o incremento da nota final do Participante “B”, mas em menor medida do que se apresentassem coerência pedagógica, como os acertos do Aluno “A”.

Então é melhor deixar uma questão em branco ou “chutar”?

Uma interpretação equivocada do princípio da coerência pedagógica pode levar à conclusão de que é melhor deixar itens em branco do que escolher uma alternativa.

No entanto, o ENEM não aplica uma penalidade aos estudantes que acertam itens ao acaso: o que ele faz é diminuir a pontuação recebida por esses itens – que, mesmo assim, sempre será mais alta do que se ele tivesse deixado o item sem resposta.

Mitos da TRI

Diferentemente do que muitos acreditam, a nota calculada pelo ENEM em cada área do conhecimento não é um número que varia entre zero e 1000, com exceção da nota de redação, que não usa a TRI.

Na verdade, as notas podem assumir qualquer valor real, mas, dependendo das 45 questões que compõem a prova, cada edição do exame apresenta um nível mínimo e um máximo.

Fazendo uma simplificação didática, dizemos que, por exemplo, se a questão mais fácil da prova for de nível 200, um candidato que errou todas as questões provavelmente tem um nível menor do que 200, mas não podemos afirmar que é zero.

Usando a mesma simplificação para os níveis de proficiência mais altos, se a questão mais difícil da prova tem nível 800, afirmaremos que um candidato que acertou todas os itens da prova atingiu nível 800 ou mais.

Veja, na tabela a seguir, a relação das pontuações máximas e mínimas em algumas edições do ENEM e note que, em 2015, a nota máxima em Matemática extrapolou a marca dos 1000 pontos.

Pontuações máximas e mínimas em algumas edições do ENEM. Fonte: Radar ENEM (radarenem.com.br)

Tenha uma estratégia definida

Para maximizar seus resultados na prova, tenha em mente um plano de ação pré-estabelecido. Por exemplo, comece pelas questões mais fáceis (aquelas em que uma primeira leitura já é suficiente para dar uma boa indicação da resposta correta). Assim, você respeita a coerência pedagógica e, provavelmente, irá acertar as questões mais fáceis.

Deixe as perguntas mais difíceis, em que irá gastar de 10 a 15 minutos, para o final. Isso significa que você terá que ler a prova inteira e escolher os itens que irá resolver primeiro, em vez de simplesmente seguir a ordem em que eles aparecem. Mas o resultado tende a ser muito melhor com essa mudança de estratégia.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Destaque

Vestibular de Medicina da UNIFASE/FMP está com inscrições abertas

Além da prova, há possibilidade de ingresso usando a nota do ENEM.

Publicado

em

por

vestibular medicina unifase

Integrante do seleto grupo de Escolas Médicas do país com nota máxima no MEC e com acreditação SAEME pelo Conselho Federal de Medicina, o Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto/Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) está com inscrições abertas para o vestibular do segundo semestre de 2024. Além da prova, há possibilidade de ingresso usando a nota do ENEM. O curso é um dos mais concorridos do país, atraindo estudantes de diferentes estados brasileiros, e já formou mais de 5 mil profissionais ao longo de sua história, iniciada há 56 anos. As inscrições devem ser feitas no site www.unifase-rj.edu.br.

Diretora geral da UNIFASE/FMP, Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves lembra que a formação técnica e humanística oferecida pela instituição dá aos alunos um olhar diferenciado na relação com os pacientes. “Temos como compromisso a formação de profissionais éticos e com olhar sensível ao outro. A prática no SUS traz esse diferencial. A vivência dos nossos estudantes, com supervisão de nossos professores e preceptores, no dia a dia do Hospital de Ensino Alcides Carneiro, que é o maior hospital da região, e também no nosso ambulatório escola e nos nossos postos de saúde, somada à qualidade do nosso corpo docente e da nossa infraestrutura, sem dúvida garante uma formação mais completa aos alunos”, detalha.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis o professor Paulo César Guimarães explica que a atuação multidisciplinar nas atividades práticas também permite uma experiência diferenciada aos estudantes da UNIFASE/FMP. “Nos cenários de prática, a integração dos futuros médicos com profissionais e estudantes de Enfermagem, Nutrição, Psicologia, Radiologia e Odontologia traz novas perspectivas e permite uma vivência mais ampla, que é retrato da realidade no mercado de trabalho”, frisa, lembrando que o reconhecimento nacional da instituição é resultado de um trabalho consistente para que os estudantes tenham sempre acesso à formação médica de qualidade, que gera impactos significativos na sociedade.

A UNIFASE/FMP oferece moderna infraestrutura integrada ao meio ambiente, proporcionando melhor qualidade de vida à comunidade acadêmica. “A formação de qualidade é crucial para assegurar que os médicos estejam adequadamente preparados para enfrentar os complexos desafios e as constantes mudanças na área da saúde. Oferecemos um currículo abrangente e atualizado, que busca promover o desenvolvimento de competências sólidas, aprimorando a capacidade de raciocínio crítico e incentivando os alunos à prática médica humanizada”, destaca a coordenadora do curso de Medicina da UNIFASE/FMP, professora Patricia Tavares.

Com a melhor avaliação do MEC e com qualidade atestada pelo Conselho Federal de Medicina, a UNIFASE/FMP é uma das poucas instituições do país com acreditação SAEME. No Brasil, apenas 10% das Instituições de Ensino Superior têm esse reconhecimento, sendo 4 delas no Estado do Rio. Hoje, 80% do corpo docente é composto por Mestres e Doutores, que acompanham de perto o aprendizado e o atendimento dos estudantes em todos os cenários de prática próprios e conveniados, da atenção primária à atenção especializada e intensiva.

Parcerias

Para proporcionar um ambiente propício à inovação e ao desenvolvimento humano e social, a UNIFASE/FMP dispõe de infraestrutura moderna, com o Centro de Inovação, Pesquisa e Atualização Cirúrgica (CIPAC); o Centro de Simulação Realística; o Laboratório de Medicina Regenerativa e o Laboratório de Pesquisa em Imunologia Básica e Aplicada.

Também mantém parcerias com instituições nacionais e internacionais a fim de realizar pesquisas, intercâmbios e estágios. Entre os parceiros estão a Fiocruz, o Laboratório Nacional de Computação Científica, o Instituto Cochrane do Brasil, a Marinha do Brasil, a Universidad Nacional de Quilmes, a Unidad Docente de Medicina Familiar y Comunidad Sectro II de Zaragoza, a Universidad de Sevila e a Universidade do Minho.

“Oferecemos parcerias com instituições de saúde reconhecidas, permitindo aos estudantes vivenciar diferentes áreas da Medicina e adquirir experiências enriquecedoras, inclusive intercâmbios. Nos comprometemos em fornecer aos estudantes o suporte necessário para que superem os obstáculos e alcancem seus objetivos”, finaliza o coordenador de Ensino da UNIFASE/FMP, professor Abílio Aranha.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

3 dicas para quem quer escolher uma boa faculdade em 2024

Escolher uma boa faculdade é uma decisão que pode influenciar significativamente o seu futuro profissional.

Publicado

em

por

Qual a melhor forma de escolher uma faculdade?

Escolher uma boa faculdade é uma decisão que pode influenciar significativamente o seu futuro profissional. Aqui estão três dicas para ajudá-lo nesse processo:

1 – Pesquise a reputação da instituição:

Verifique a reputação da faculdade em termos de qualidade do ensino, corpo docente, recursos disponíveis, infraestrutura, e também a reputação no mercado de trabalho. Considere rankings, avaliação do MEC, avaliações de ex-alunos e feedback de profissionais da área. Instituições bem estabelecidas e reconhecidas geralmente oferecem um ensino de qualidade e têm uma rede mais ampla de contatos e oportunidades após a graduação.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

2 – Analise o curso e grade curricular:

Avalie se o curso oferecido pela instituição atende às suas expectativas e objetivos de carreira. Analise a grade curricular, os professores envolvidos, a abordagem pedagógica e as oportunidades de estágio e pesquisa. Considere também se a faculdade oferece programas de intercâmbio, estágios remunerados ou parcerias com empresas, que podem enriquecer sua experiência acadêmica e prepará-lo melhor para o mercado de trabalho.

3 – Verifique a infraestrutura e recursos disponíveis:

Visite o campus, se possível, para avaliar a infraestrutura física, como salas de aula, laboratórios, bibliotecas e áreas de convivência. Considere também os recursos disponíveis, como acesso à tecnologia, suporte acadêmico e oportunidades extracurriculares, como atividades esportivas, culturais e grupos de estudo. Uma boa infraestrutura e recursos adequados podem contribuir significativamente para uma experiência de aprendizado mais completa e enriquecedora.

Além dessas dicas, é importante também considerar aspectos pessoais, como localização da instituição, custos envolvidos e compatibilidade com seu estilo de aprendizado e interesses pessoais.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Vitru Educação oferece curso preparatório gratuito para o Enem

O curso é ministrado totalmente online, permitindo que alunos de diversas regiões tenham a oportunidade de se preparar de maneira eficiente

Publicado

em

por

Curso Etapa oferece simulados abertos gratuitos para os principais vestibulares

Em um momento crucial para milhares de estudantes que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a Vitru Educação anuncia o lançamento de um Curso Preparatório para o Enem completamente gratuito para estudantes de todo o Brasil.

O curso é ministrado totalmente online, permitindo que alunos de diversas regiões tenham a oportunidade de se preparar de maneira eficiente, contando com recursos didáticos de ponta. Entre os materiais disponibilizados estarão simulados que imitam as condições reais do exame, e-books didáticos e aulas com foco nos conteúdos que frequentemente são abordados no Enem.

O curso preparatório aborda tanto as provas objetivas quanto a redação, visando o aprimoramento dos estudantes para que possam atingir seus objetivos com excelência.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Estudantes interessados no Curso Gratuito de Preparação para o Enem podem se inscrever acessando os sites da Uniasselvi e UniCesumar. A inscrição é um passo simples que pode significar uma grande diferença na preparação para o exame.

Isenção no Enem

Vale ressaltar que o período para solicitar isenção da taxa de inscrição no Enem 2024 corre de 15 a 26 de abril. Os interessados devem realizar o pedido pela Página do Participante, utilizando o login único Gov.br, com os resultados sendo divulgados no dia 13 de maio.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo