Crise financeira nas instituições de ensino é critério de escolha de vestibulandos

Crise financeira nas instituições de ensino é critério de escolha de vestibulandos

Infelizmente a pandemia também impactou o segmento educacional. Muitas instituições de ensino foram diretamente impactadas, sejam elas públicas ou privadas.

Em pesquisa realizada junto ao público estudantil, no Instagram do sejabixo!, entendemos que avaliar a condição financeira das instituições também é um critério de escolha. Afinal, o ingresso em um curso superior envolve um investimento grande de tempo, energia e recursos.

Mas como saber o que se passa? No caso de instituições públicas, o dinheiro vem do orçamento, que é definido de forma prévia. Assim é comum que, em caso de cortes como o da UFRJ, as informações sejam divulgadas pela imprensa.

Para as instituições particulares é mais difícil. Recentemente um grupo publicou em suas redes sociais a informação que está se organizando para pedir recuperação judicial. Este é um indicador que as coisas não vão bem e que pode impactar (se já não está impactando) a qualidade de ensino. Vale uma pesquisa nas redes sociais, ler os comentários dos alunos e até fazer uma busca na internet.

Outro fator derivado é a venda da instituição. Nem sempre é um sinal de crise financeira, mas o candidato deve avaliar se o grupo pode acrescentar ou piorar a reputação, estrutura e a vida acadêmica.

Tags: