Siga-nos!

Destaque

Foi mal no Enem 2022? Saiba o que fazer!

Resultados do Enem 2022 já foram divulgados e quem não teve uma boa performance não deve desanimar. Veja as dicas!

Publicado

em

Já foram divulgados os resultados do Enem 2022 (Exame Nacional do Ensino Médio), que foi realizado por cerca de 3 milhões de estudantes brasileiros – a maioria deles com o objetivo de ingressar no tão sonhado curso universitário.

O sentimento de frustração perante um resultado abaixo do esperado é normal. Os jovens muitas vezes sofrem pressão (até deles mesmos) para alcançarem resultados de forma rápida e serem bem-sucedidos em tudo o que fazem. No entanto, essas cobranças não são saudáveis e devem ser evitadas, pois acaba invalidando o progresso e tudo o que já foi conquistado.

“O Enem não ‘aprova’ ou ‘reprova’ ninguém, pois não se trata de um vestibular. O que ocorre é que a pontuação do exame é utilizada pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU), plataforma que substitui vestibulares em todo o país e é a principal forma de ingresso no ensino superior gratuito”, explica o Professor Ferretto, um dos maiores influenciadores de matemática do país e fundador da plataforma de estudos Professor Ferretto, que tem foco no conteúdo complementar para o Ensino Médio e preparação para o Enem e vestibulares, e conta com 50 mil alunos de todo o Brasil.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Ele ressalta que a nota de corte muda diariamente no período de inscrições do SISU e pode ser maior ou menor conforme o ano, já que depende do tanto de vagas oferecidas em cada, quantidade de inscritos e modalidade de concorrência. Todavia, mesmo não podendo falar em reprovação, é claro que ir bem na prova é o principal objetivo, até para utilizar os resultados para o ingresso no ensino superior.

“Conquistar uma vaga na faculdade não é um caminho fácil, e muitas vezes é preciso ser resiliente e superar diversos obstáculos. Mas com foco, perseverança, otimismo e, não menos importante, com boa saúde mental, é mais do que possível”, avalia o especialista.

Pensando em ajudar os candidatos que terão que repetir a prova, o professor Ferretto listou algumas dicas:

Não há problemas em tentar novamente

Há diversos motivos para que se alcance o resultado esperado. O Exame acontece de forma anual, ou seja, está disponível para quando o aluno puder e quiser se candidatar. Vale ressaltar que “prova não prova nada”, então não precisa se culpar por não ter atingido a pontuação desejada de primeira.

“É natural que às vezes o insucesso aconteça, mas isso não pode parar sonhos e objetivos. Após a frustração inicial, não desista. Tente quantas vezes for preciso, pois a aprovação é, sim, possível”, recomenda ele.

O que fazer de diferente?

Quando a nota é liberada, é possível conferir a disciplina com a menor pontuação. Neste momento, é importante tentar entender o que faltou para atingir a média. Após essa reflexão, fica mais fácil identificar o que mudar para a próxima tentativa.

“Existem diversos motivos que podem impactar a média do aluno, desde a má administração do tempo durante a avaliação, até dificuldade de raciocínio sob pressão. Quando você reconhece o que te fez errar, a chance de acertar da próxima vez aumenta. Mantenha a calma.”, ensina Ferretto.

Repense o cronograma de estudos

Em muitos casos, o problema pode estar na forma que o aluno organiza o plano de estudos. Para alguns, estudar 8 horas por dia é suficiente. Para outros, 5 horas já bastam, desde que bem aproveitadas. “Cada candidato é diferente e possui suas particularidades e características. Por isso, o plano de estudos também há de ser individualizado”, orienta o professor.

Perceba o que funciona melhor para você. Em qual horário do dia seus estudos são mais efetivos? Em quais matérias você possui mais dificuldade? Quais delas fluem com mais naturalidade para você? “Reconheça seus próprios limites e valorize suas fortalezas. Monte um plano de estudos adaptado à sua personalidade, e lembre-se: os intervalos também são importantes, se serão de 15 ou 30 minutos, é você quem decide, mas não deixe de ter essa pausa que pode acrescentar ainda mais produtividade ao seu dia”, diz Ferretto.

Considere outras possibilidades

Quando temos um objetivo é mais fácil organizar nossos pensamentos, mas quando algo deste tipo acontece, é importante abrir o “leque de opções”. Às vezes ficar focado em um único propósito, faz com que deixemos outras oportunidades passarem despercebidas.

“Não fique focado em apenas uma universidade ou curso, faça uma pesquisa de campo em diversos lugares. Novos cenários significam novas chances e, principalmente, mais alternativas. Às vezes colocamos na cabeça que estamos destinados a algo e somente a aquilo. Mas a vida é uma estrada com vários caminhos”, explica.

Fique atento à saúde mental

É comum que durante a ”loucura” do período dos vestibulares os alunos deixem de priorizar os momentos de descanso e lazer, já que a cobrança por um bom desempenho na prova é constante.

Não apenas com a finalidade de conquistar uma vaga na faculdade pelo Enem, manter a saúde mental em dia é sempre essencial. “Mantenha em mente que o equilíbrio é a ‘chave’ de tudo. Estudar é tão importante quanto descansar. A ideia de ‘estude enquanto eles dormem’ não é pertinente. Durma enquanto eles também dormem, pois dormir é necessário para manter o corpo e o cérebro sãos. Saia com seus amigos, mesmo que esporadicamente, pois é algo necessário. Hábitos simples como praticar exercício físico, assistir um filme, e relaxar a cabeça, devem ser encarados como um investimento ao momento de estudo, pois mesmo que por poucos minutos, fazem bem, controlam o stress e refletem diretamente no seu rendimento”, aconselha Ferretto.

Não se desespere

Como mencionado anteriormente, as notas de corte dos cursos mudam a todo momento no processo seletivo do SISU, e mesmo que a aprovação não ocorra de primeira, fique atento às listas de chamada. “Sempre há esperança, existem universidades que disponibilizam de 2 a 3 listas, isso porque muitos alunos perdem o prazo de inscrição ou decidem ir para outra instituição, o que faz com que as vagas comecem a ser passadas adiante”, explica o docente.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Destaque

TOP 5 estratégias dos aprovados em Medicina

Alunos mostram estratégias que fizeram a diferença para aprovação no vestibular de medicina

Publicado

em

por

4 dicas para quem irá prestar vestibular de inverno em 2024

Medicina é um dos cursos mais concorridos nos vestibulares, de acordo com o estudo de Demografia Médica no Brasil, conduzido pela Faculdade de Medicina da USP, somente em 2023, 963 mil pessoas concorreram a aproximadamente 47 mil vagas para medicina no Brasil, e para isso muitos candidatos cumprem uma longa jornada de estudo para conseguir a sonhada vaga no curso.

Após a pandemia, o estudo online se tornou uma realidade e muitos estudantes utilizam a internet para se preparar, e aqueles que sabem utilizar bem essa ferramenta têm conseguido ótimos resultados nas provas. Segundo uma pesquisa recente do Google, em parceria com a empresa Educa Insights, aulas semipresenciais e EADs são as favoritas em diferentes níveis: graduação (64%), pós-graduação (75%), cursos livres (75%) e idiomas (63%).

“O ensino online é uma realidade no Brasil, a internet trouxe um acervo enorme de informações para aqueles que querem ingressar em uma faculdade principalmente no curso de medicina” diz Michel Arthaud, professor de Química e diretor da Plataforma Professor Ferretto – canal 100% online com foco na preparação para o Enem e vestibulares.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Por isso, Arthaud convidou 5 alunos da Plataforma Professor Ferretto, que foram aprovados em medicina em diversas faculdades do Brasil para dar dicas preciosas que fizeram diferença em suas preparações aos novos tentantes.

Método de estudo

O estudante de medicina Raimundo Neto, 20, foi aprovado em quatro universidades de medicina: UFC, UECE, UNIFOR e UNICHRISTUS, e se preparou durante três anos até conseguir a aprovação no vestibular. Durante o segundo ano de estudos, ele percebeu que não estava obtendo os resultados esperados e decidiu mudar o seu método. “Antes de começar a me preparar novamente, comecei a procurar estratégias eficazes no meu estudo, para identificar o que estava fazendo de errado. Depois disso, comecei a montar cronogramas semanais e diários para otimizar a minha preparação para o vestibular” , relembra.

Simulados

Estudar junto com outras pessoas ajuda muito no processo. Diogo Prestes, 24, que foi aprovado na UERJ conta que, durante um tempo, estudou junto com um amigo que também queria entrar em Medicina. “Meu amigo sugeriu fazermos simulados juntos, e, durante um ano, fazíamos alguns simulados por semana para se preparar. Eu tive um desempenho melhor naquele ano por conta desse apoio, além do amplo acesso a materiais didáticos como gráficos, resumos, e às aulas online, que têm a praticidade de ficarem gravadas, caso não consiga acompanhar em tempo real”, diz.

Sem redes sociais

A mineira Maria Eliza Munhoz, que aos 18 anos conquistou o 1° lugar em Medicina na UFTM – Universidade Federal do Triângulo Mineiro – , um dos vestibulares mais concorridos de Minas Gerais conta que, durante o período de preparação, não usava as redes sociais, “Quando decidi que meu foco era entrar na faculdade, desinstalei minhas redes sociais como Instagram e TikTok. Usava apenas periodicamente, para distração e lazer, e evitava ao máximo ver vídeos ou posts sobre Vestibular, porque quando usava era realmente para distrair um pouco a cabeça e relaxar “, conta.

Foco na teoria

A estudante carioca Ana Clara Oliveira, 23, aprovada em Medicina pela UERJ, conta que é importante ter conhecimento teórico antes de estudar questões “Estudava em escola pública e percebi que a base estava muito fraca, então durante dois anos do meu preparado do vestibular corri atrás das matérias que não tive durante a escola, e só em 2023 – ano da aprovação – foquei nas questões porque já tinha uma boa base” relembra.

Redação

A redação do Enem é a parte mais temida por muitos estudantes, Leticia Fernandes, 20, estudante de medicina da UFG, atingiu nota mil na redação. Leticia buscava se atentar a teoria da redação “Pode parecer estranho, mas a redação tem teoria, ela é 30% baseada em elementos além do desenvolvimento, então buscava sempre responder na redação o o que, quem, porque e como”, explica “Sempre no final revisava e claro tinha o meu repertório coringa na redação”.

Para o seu repertório ela usava somente um, que era do sociólogo Thomas Hobbes “O Estado deve garantir o bem-estar social”, além disso a estudante aconselha usar outras coisas do cotidiano para complementar “Usar livros e séries para complementar o desenvolvimento da redação é muito bom, algo que está inserido na sua vida e faz sentido para a redação” finaliza.

Veja aqui outros vestibulares de medicina com inscrições abertas!

Continue lendo

Destaque

Terminam amanhã (17) as inscrições com desconto do Vestibular de Medicina da Unifenas

São oferecidos descontos para as inscrições feitas até o dia 17 de abril, independente da modalidade escolhida.

Publicado

em

por

Está acabando o prazo de inscrições com desconto para o Vestibular de Medicina da Unifenas – 2º semestre de 2024. São oferecidas 210 vagas, sendo 80 para o Câmpus de Alfenas e 130 para o Câmpus de Belo Horizonte.

São oferecidos descontos para as inscrições feitas até o dia 17 de abril, independente da modalidade escolhida.

Vestibular de Medicina Unifenas 2024/2

As inscrições podem ser feitas, até o dia 20 de maio, por meio do site: https://medicina.unifenas.br/.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Os candidatos podem optar pelas seguintes formas de ingresso:

1- Uso da Nota do Enem (2009 a 2023) – sem prova
2- Prova Tradicional
3- Prova Tradicional + Enem (2009 a 2023)
4- Prova Tradicional Unificada + Enem (2009 a 2023)

PROVAS

As provas estão marcadas para o dia 25 de maio de 2024 (sábado), das 13 às 18 horas (horário de Brasília), nas cidades de Brasília/DF, Campinas/SP, Goiânia/GO, Ribeirão Preto/SP, São Paulo/SP, Uberlândia/MG e nos câmpus da UNIFENAS em Minas Gerais: Alfenas, Belo Horizonte, Campo Belo, Divinópolis e Varginha.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Uerj inscreve para o 1º Exame de Qualificação do Vestibular Estadual 2025

O Exame será realizado no dia 09/06/2024.

Publicado

em

por

Vestibular Estadual Uerj 2022 tem data definida

Estão abertas, até o dia 6 de maio, as inscrições para o 1° Exame de Qualificação – 1ª fase do Vestibular Estadual 2025 da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

O pagamento da taxa de inscrição (R$ 90,00) deve ser feito até o dia 07/05, nas agências bancárias, Internet banking e casas lotéricas.⠀

O livro escolhido, por meio de consulta pública, para o 1º Exame de Qualificação é “As mentiras que os homens contam”, de Luís Fernando Veríssimo.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

A palestra sobre o livro indicado para a prova ocorrerá no dia 28/05, às 15 horas, e o Exame será realizado no dia 09/06/2024.

Mais informações: https://www.vestibular.uerj.br/

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo