Siga-nos!

Destaque

Cinco dicas para arrasar na redação do Enem 2022

Alcançar nota mil é possível, desde que estudantes prestem atenção a critérios de correção, aponta especialista

Publicado

em

Não paguei a taxa de inscrição do Enem 2022. E agora?

“Estudante alcança nota máxima na redação do Enem.” Uma vez ao ano, manchetes como essa pipocam nos mais variados sites de notícias e chamam a atenção de jovens que estão se preparando para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio. A tão sonhada nota mil é um passo muito importante para quem quer garantir pontuação para concorrer a vagas nas universidades mais concorridas do país. E alcançar essa nota é possível, basta que o texto cumpra à risca alguns critérios de correção estabelecidos.

Dicas de redação para o Enem 2022

Embora não haja uma fórmula mágica, estudantes bem preparados podem, sim, entregar uma redação perfeita para os moldes do exame. “Alguns dos desafios da redação do Enem são o prazo apertado e o tema do texto, que o candidato só conhece na hora da prova. Mesmo assim, seguir alguns padrões pode trazer bons resultados”, destaca o assessor de Redação do Sistema Positivo de Ensino, Fábio Gusmão. Mas, para isso, é indispensável se preparar, construindo um bom repertório cultural ao longo do tempo por meio de livros, músicas, filmes, séries e visitas a museus, por exemplo.

O especialista explica que a redação do Enem é avaliada com base em cinco competências. Cada uma delas vale de zero a 200 pontos, o que soma os mil pontos totais. “Quem quer alcançar uma boa nota, precisa, principalmente, estar atento a essas competências”, aconselha.

Não escorregue na escrita formal da Língua Portuguesa

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Pontuação, gramática, concordância, ortografia e outros fatores próprios da escrita formal da Língua Portuguesa são cuidadosamente avaliados. Gusmão lembra que, com mais de dois erros nesse quesito, o estudante já perde a chance de obter a nota máxima. “Para evitar isso, a melhor estratégia é fazer uma revisão quando terminar de escrever o texto”, orienta.

Preste atenção à proposta e construa um texto dissertativo-argumentativo

Não basta escrever bem, é preciso escrever o que a prova pede. Um poema, por exemplo, não é aceito no Enem porque a proposta do exame é um texto dissertativo-argumentativo em prosa. Assim, a segunda competência avalia a capacidade do candidato de demonstrar conhecimento sobre o assunto solicitado dentro dos limites de estrutura desse tipo de texto. “Aqui, o candidato precisa se manter dentro do tema proposto, sem fugir dele e sem abordá-lo apenas parcialmente. Também precisa ter uma tese a respeito desse tema e, com base em argumentos sólidos, com coesão e coerência, construir um texto dissertativo-argumentativo.”

Argumente com propriedade

Um texto não pode ser apenas um amontoado de informações desconexas ou, pior, falsas. Por isso, o estudante deve saber selecionar, relacionar, organizar e interpretar fatos, opiniões, informações e argumentos relacionados ao ponto de vista de sua tese. “Podem ser usados no texto alusões a fatos históricos, comparações, citações, dados estatísticos, argumentos de autoridade e outros recursos que ajudem a convencer o leitor a concordar com a tese defendida”, ensina o especialista. É por essa competência que vale lançar mão de todos os conhecimentos adquiridos. No entanto, todos esses conhecimentos devem estar relacionados ao assunto e/ou à tese.

Saiba como organizar seu texto

Para que uma redação faça sentido, um parágrafo deve estar relacionado ao parágrafo anterior e ao subsequente. “O estudante deve estar atento à escolha das palavras e fazer bom uso dos elementos coesivos. A nota máxima nessa competência só é dada para aqueles que conseguem articular bem as diferentes partes do texto, além de apresentar um bom repertório de recursos coesivos”, afirma.

Proponha uma solução e respeite os direitos humanos

Para que a redação do Enem esteja completa e adequada, o candidato precisa elaborar uma proposta de intervenção para o problema apresentado. E essa proposta precisa respeitar os direitos humanos. “Além de deixar a ação de intervenção bem clara, o candidato precisa explicar quais os meios de execução dessa ação, qual sua finalidade e quais os seus efeitos”, finaliza Gusmão.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Destaque

MEC alerta para golpes e ressalta que inscrição no Prouni é gratuita

As inscrições foram abertas pelo MEC nesta terça-feira (23) e os candidatos podem se inscrever até sexta-feira (26)

Publicado

em

por

Prouni 2024 - Programa Universidade para Todos

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nota nesta quarta-feira (24) enfatizando que as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) são gratuitas e que o canal oficial e exclusivo para inscrição online para o segundo semestre de 2024 é o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior.

Desde 2004, o programa do governo federal oferta bolsas de estudo, integrais e parciais, em cursos de graduação em instituições de educação superior privadas.

As afirmações do MEC foram feitas após um site falso para inscrições no processo seletivo ser retirado do ar, na manhã desta quarta-feira. A página falsa tinha a mesma identidade visual da página oficial para induzir o internauta a erro. Porém, o endereço da rede mundial de computadores, conhecido como URL, era diferente.

Golpe

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Antes de ser derrubado, o site falso solicitava a inserção de dados do candidato para então direcioná-lo a uma mensagem falsa que dizia ser necessário o pagamento da taxa de inscrição de R$ 100 para finalizar o cadastro no programa.

A mensagem do golpe ainda ameaçava o inscrito de ser desclassificado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano e de todas as futuras edições, caso não pagasse o valor.

No entanto, a cobrança de qualquer valor para inscrição no Prouni é indevida e ilegal.

Inscrições oficiais

As inscrições foram abertas pelo MEC nesta terça-feira (23) e os candidatos podem se inscrever até sexta-feira (26), somente pelo Portal Único de Acesso ao Ensino Superior.

Nessa segunda edição de 2024, o Ministério da Educação (MEC) oferece 243.850 bolsas, sendo 170.319 integrais (100%) e 73.531 parciais (50%), distribuídas em 367 cursos de 901 instituições participantes do programa.

Para se inscrever, o candidato precisa ter acesso ao portal único de serviços digitais do governo federal, o Gov.br, com login de Cadastro de Pessoa Física (CPF) e senha cadastrados.

No momento da inscrição, é preciso informar endereço de e-mail e número de telefone válidos; preencher dados cadastrais próprios e referentes ao grupo familiar; e selecionar, por ordem de preferência, até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis, conforme a renda familiar bruta mensal per capita do candidato.

Os interessados em fazer as inscrições podem fazer a consulta detalhada das bolsas, por curso, turno, instituição e local de oferta também no mesmo Portal Único de Acesso ao Ensino Superior.

Entre os critérios para participar do processo seletivo, é necessário que o candidato tenha participado do Enem nas edições de 2022 ou 2023, obtendo nota mínima de 450 pontos na média das cinco provas e nota acima de zero na redação.

Outra condição é ter renda familiar per capita que não exceda um salário mínimo e meio para bolsas integrais e três salários mínimos para bolsas parciais.

O público-alvo do programa federal é o estudante sem diploma de nível superior.

Fonte: Agência Brasil

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Medicina USF está com inscrições abertas via Nota do Enem

Para concorrer a uma das vagas, o candidato pode utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), de 2015 até 2023

Publicado

em

por

Vestibular de Medicina USF 2025

A Universidade São Francisco (USF) está com inscrições abertas para o vestibular do Curso de Medicina até 05 de agosto de 2024. Com ingresso para o 2º semestre. A taxa de inscrição é de R$ 400 e as inscrições podem ser feitas em usf.edu.br/vestibular.

Para concorrer a uma das vagas, o candidato pode utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), de 2015 até 2023, sendo considerada, para fins de seleção e classificação.

Serão classificados, exclusivamente, os candidatos que preencherem a pontuação final igual ou acima de 2500 pontos e que não tenham zerado na redação. O resultado será publicado no dia 07 de agosto. As matrículas vão até 28 de agosto.

Vestibular de Medicina USF

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Com ênfase em práticas profissionais desde o primeiro ano, aliando teoria e prática, valorizando uma flexibilidade do processo de formação individual e orientando para o protagonismo estudantil, além do uso de tecnologias como facilitadora da rotina de estudos, assim como a disponibilidade de ambientes virtuais de aprendizagem, o Curso de Medicina da USF é nota máxima no MEC, com mais de 50 anos de história.

Com matriz curricular atualizada e moderna infraestrutura que compreende espaços como o Centro de Simulação Realística, Centro de Estudos de Anatomia, ampla rede de estágio e inserção na rede básica de saúde, os estudantes e docentes atuam também em hospitais, unidades básicas de saúde, ambulatórios, unidades de estratégia de saúde da família, entre tantos outros espaços.

O Curso de Medicina está localizado no Câmpus Bragança Paulista, mesmo local onde está instalado o Hospital Universitário São Francisco (HUSF), considerado o hospital geral mais importante da região bragantina em razão de suas atividades de alta complexidade, desenvolvimento de pesquisas e intervenções de elevada especialização.

Para acompanhar as transformações da profissão e preparar os estudantes para os desafios da carreira, a USF investe em formação contínua para o corpo docente e de estudantes

A cidade de Bragança Paulista

Bragança Paulista se destaca como uma das melhores cidades do Brasil com mais de 100 mil habitantes para se viver, ocupando o 8º lugar nesse ranking nacional. Além disso, é reconhecida como a 36ª melhor cidade geral para qualidade de vida no país. Localizada a apenas 80km da capital paulista, Bragança Paulista atrai famílias em busca de qualidade de vida, saúde e bem-estar, mantendo a proximidade com São Paulo. Com um clima agradável e sendo uma das cidades mais seguras do estado de São Paulo, Bragança Paulista continua a ser uma escolha popular para quem busca tranquilidade e qualidade de vida.

Informações

Inscrições em: usf.edu.br/vestibular.
Utilize o resultado do ENEM entre 2015 e 2023
Inscrições: 17/07 a 05/08
Resultado: 07/08
Matrícula: Até 28/08

Continue lendo

Destaque

Inscrições para o Prouni começam nesta terça-feira

Os interessados terão até sexta-feira (26) para participar do processo seletivo do Prouni do 2º semestre de 2024

Publicado

em

por

Prouni 2024 - Programa Universidade para Todos

As inscrições para o processo seletivo do Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre de 2024 começam nesta terça-feira. Os interessados terão até sexta-feira (26) para participar do processo seletivo. Para isso, basta acessar o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior e concorrer a uma das 243.850 bolsas oferecidas nesta edição.

As inscrições são gratuitas, e a previsão é que os resultados da 1ª e 2ª chamadas sejam anunciados nos dias 31 de julho e 20 de agosto, respectivamente. O prazo para manifestação de interesse na lista de espera vai do dia 9 ao dia 10 de setembro; e o resultado da lista de espera sairá em 13 de setembro.

“Para participar do processo seletivo, é necessário que o candidato tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nas edições de 2022 ou 2023, obtendo nota mínima de 450 pontos na média das cinco provas e nota acima de zero na redação”, informa o Ministério da Educação (MEC).

É também necessário que o candidato se enquadre nos critérios socioeconômicos – incluindo renda familiar per capita que não exceda um salário-mínimo e meio para bolsas integrais e três salários-mínimos para bolsas parciais – e esteja cadastrado no login Único do governo federal que pode ser feito no portal gov.br.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

“No momento da inscrição, é preciso: informar endereço de e-mail e número de telefone válidos; preencher dados cadastrais próprios e referentes ao grupo familiar; e selecionar, por ordem de preferência, até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis, conforme a renda familiar bruta mensal per capita do candidato e a adequação aos critérios da Portaria Normativa MEC nº 1, de 2015”, explicou MEC.

Segundo o ministério, a escolha pelos cursos e instituições pode ser feita por ordem de preferência. Informações mais detalhadas sobre oferta de bolsas (curso, turno, instituição e local de oferta) podem ser acessadas na página do Prouni.

Fonte: Agência Brasil

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo