Siga-nos!

Destaque

Como funciona o Prouni 2021 – 2º Semestre?

O Programa Universidade para Todos oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%).

Publicado

em

Como funciona o Prouni 2021 - 2º Semestre?

Você sabe como funciona o Prouni? O Programa Universidade para Todos, do Ministério da Educação, oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Quem pode participar?

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

Somente poderá se inscrever no Prouni o estudante brasileiro que não possua diploma de curso superior e que tenha participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na redação.

As modalidades de participação são para os estudantes que tenham cursado todo o ensino médio na rede pública, ou na rede particular na condição de bolsista integral da própria escola; estudantes com deficiência, neste caso, não é necessário ter cursado todo ensino médio na rede pública ou na rede particular na condição de bolsista integral da própria escola e, por fim, professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

O candidato a bolsas do Prouni não precisa fazer vestibular nem estar matriculado na instituição na qual pretende se inscrever. Entretanto, é permitido às instituições participantes do programa submeter os pré-selecionados a processo seletivo específico, isento de cobrança de taxa. Essa informação será dada ao candidato no momento da inscrição.

Inscrições do Prouni

O processo seletivo do Prouni tem uma única etapa de inscrição. A inscrição, gratuita, é feita exclusivamente pela internet, na página do programa. O candidato pode escolher, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno dentre as bolsas disponíveis, de acordo com seu perfil.

O candidato com deficiência ou que se autodeclarar indígena, preto ou pardo pode optar por concorrer a bolsas destinadas a políticas de ações afirmativas. Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar as opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

Encerrado o prazo de inscrição, o sistema do Prouni classifica os estudantes de acordo com as opções e as notas obtidas no Enem. Os estudantes são pré-selecionados em apenas uma das opções de curso, observada a ordem escolhida no momento da inscrição e o limite de bolsas disponíveis.

Serão realizadas duas chamadas. A cada chamada, os candidatos pré-selecionados têm um prazo para comparecer à instituição de ensino e apresentar os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição. Para certificar-se da veracidade das informações prestadas, a instituição pode pedir ao estudante outros documentos que julgar necessários.

É permitida às instituições a realização de processo seletivo próprio dos pré-selecionados pelo Prouni. Essa informação é dada ao candidato no momento da inscrição. Nesses casos, as instituições que optarem por processo próprio de seleção devem explicar formalmente aos estudantes, no prazo máximo de 24 horas da divulgação dos resultados das chamadas, a natureza e os critérios de aprovação, os quais não podem ser mais rigorosos do que aqueles aplicados aos pré-selecionados em seus processos seletivos regulares. É vedada a cobrança de taxas para realização do processo seletivo próprio.

Ao final das duas chamadas, o candidato pode manifestar interesse em participar da lista de espera do Prouni. As bolsas eventualmente não preenchidas nas duas chamadas serão ocupadas pelos estudantes participantes da lista de espera que comprovarem as informações prestadas na ficha de inscrição.

Prouni 2021 – 2º Semestre

As inscrições para esta edição do Prouni serão aceitas no período de 13 a 16 de julho de 2021.

O resultado da primeira chamada está previsto para o dia 20 de julho.

Destaque

Revisão para o Enem – 9ª fascículo – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Já está no ar o nono material de revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. O tema desta semana é Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Publicado

em

por

Revisão para o Enem 2021 - SAS Plataforma de Educação

Já está no ar o nono material de revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. O tema desta semana é Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Neste novo fascículo do Projeto ENEM, será a vez de estudarmos itens em que são abordados os seguintes assuntos da Língua Portuguesa: funções da linguagem (3,7%) e relações intertextuais (2,8%). Também chegou a hora de estudarmos com questões das línguas estrangeiras. E

Clique aqui para baixar o fascículo (3 MB). Assista abaixo a videoaula com a resolução das questões.

Clique aqui para baixar gratuitamente os materiais anteriores.

Revisão Enem 2021

Serão publicados 17 fascículos e videoaulas com explicação de especialistas, sobre os temas que são mais cobrados no exame (e que poderão cair no Enem 2021).

O canal Revisão para o Enem 2021 é uma parceria do sejabixo! com o SAS Plataforma de Educação.

Continue lendo

Destaque

Vestibular de Medicina Unifase 2022 prorroga inscrições até 30/9

As inscrições estão abertas, disponíveis até o dia 30 de setembro. A prova está marcada para o dia 24 de outubro de 2021.

Publicado

em

por

Seja na área de ficção das séries televisivas, na qual a prática médica ganha cada vez mais destaque, ou na vida real, quando é necessário definir o caminho profissional a ser traçado, não são poucas as pessoas que admiram a Medicina e sonham em exercer a profissão. É muito comum os estudantes relatarem o desejo de seguir a carreira desde a infância, quando bonecas eram utilizadas para dar vida aos primeiros pacientes, no mundo da imaginação. Sendo uma área tão apreciada, o curso mantém a tradição de ser o mais concorrido do país.

No Centro de Simulação Realística da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) são utilizados robôs que respondem como um ser humano às ações praticadas, permitindo que os alunos realizem procedimentos muito próximos à realidade. Foto: Divulgação

“Terminei o ensino médio em 2013 e decidi ingressar na faculdade de comunicação. Me formei e atuei na área até o meio do ano passado, mas sempre tive o sonho de cursar Medicina, o que não foi possível assim que saí da escola. Fiquei muito mexida com o atual cenário de saúde mundial e entendi que o meu lugar era atuando na linha de frente no combate à pandemia, sendo protagonista da minha história como médica. Então, resolvi estudar para o vestibular e ingressar no curso de medicina. Estou realizada, começando neste curso com foco total”, destaca Nathália Silveira, aluna do 1º período da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP).

Desde o primeiro período do curso, os estudantes de Medicina são inseridos no dia a dia das comunidades, participando de projetos de extensão e de atividades sociais de promoção da saúde. Foto: Divulgação

Tem o desejo de seguir carreira na área médica? Essa é a oportunidade de estudar em um Centro Universitário que é referência em saúde, com o melhor custo-benefício em Medicina do Rio de Janeiro. O Vestibular da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) é aplicado pela Fundação Cesgranrio. As inscrições estão abertas, disponíveis até o dia 30 de setembro. A prova está marcada para o dia 24 de outubro. Essa será a única oportunidade para aqueles que desejam ingressar no curso de Medicina no ano letivo de 2022. Para se inscrever, ter acesso ao edital, saber mais sobre o campus e o curso, acesse: www.unifase-rj.edu.br ou ligue para (24) 2244-6471 e (24) 98865-7504 (WhatsApp). Os candidatos também podem ingressar no curso através da nota obtida no ENEM de 2019 ou 2020.

O Campus da UNIFASE/FMP está situado em um terreno de 85 mil m², cercado pela Mata Atlântica e próximo ao Centro Histórico de Petrópolis, um convite para os estudos e para quem preza pela qualidade de vida universitária. Foto: Divulgação

“Nossa proposta de ensino é proporcionar aos alunos a melhor experiência na formação médica. Investimos em parcerias nacionais e internacionais com instituições e profissionais renomados, para que os acadêmicos tenham acesso ao intercâmbio de conhecimentos e estejam sempre atualizados com a realidade de atuação na área médica. A instituição possui um importante investimento em cenários reais de aprendizagem onde o aluno, desde o início do curso, é inserido e progressivamente vai adquirindo as competências necessárias à prática médica de excelência, passando por cenários de simulação realística e ambientes controlados, para depois praticar em cenários do mundo real. Com um currículo moderno, enfatizamos o aluno como protagonista de sua aprendizagem com metodologias de ensino de última geração, integrando ensino, pesquisa e extensão ao longo do curso. Um grande diferencial no nosso ensino é o desenvolvimento do aspecto humano do futuro profissional com ênfase no compromisso com as necessidades de saúde da sociedade”, frisa Paulo Sá, coordenador do curso de Medicina da UNIFASE/FMP, de Petrópolis.

No Hospital de Ensino Alcides Carneiro, os estudantes de Medicina da UNIFASE/FMP vivenciam a prática médica, supervisionados por professores de diversas especialidades, inclusive na UTI Neonatal, referência de qualidade na Região Serrana do Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Há mais de 50 anos, a Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) forma excelentes profissionais que se destacam aonde quer que exerçam suas atividades. O compromisso com o ensino atualizado e de excelência coloca a UNIFASE/FMP em destaque no cenário nacional, inclusive com o aval de qualidade, nota máxima, do Ministério da Educação.
“A Medicina me encanta desde a infância. Ainda pequeno, eu já tinha certeza de que queria ser médico. Lembro que ia a um otorrinolaringologista em Salvador e ele despertou em mim a admiração pela profissão e a vontade de ajudar ao próximo, através do meu trabalho. Anos depois, vim estudar no Rio de Janeiro. Tive a felicidade de ser aprovado em duas instituições. Escolhi a Faculdade de Medicina de Petrópolis por sua tradição e qualidade ímpar, com a mais moderna tecnologia de ensino e infraestrutura. Estou quase me formando e extremamente realizado”, conta Felipe Freire, aluno do 9º período da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP).

Continue lendo

Destaque

Vestibular Fuvest 2022 aceita inscrições até 1/10

Reta final das inscrições para o Vestibular Fuvest 2022, que oferece 8.211 vagas para ingresso na Universidade de São Paulo (USP). 

Publicado

em

por

Divulgado calendário do vestibular Fuvest 2022

Reta final das inscrições para o Vestibular Fuvest 2022, que oferece 8.211 vagas para ingresso na Universidade de São Paulo (USP).

Inscrição no Vestibular Fuvest 2022

Os candidatos poderão realizar as inscrições, até às 12 horas do dia 1º de Outubro, por meio do site https://www.fuvest.br/ e com o pagamento da taxa no valor de R$ 182,00.

Provas

A prova da 1ª Fase está prevista para o dia 12 de dezembro de 2021, enquanto as provas da 2ª Fase serão realizadas nos dias 16 e 17 de janeiro de 2022.

Manual do Candidato

O Manual do Candidato do Vestibular Fuvest 2022 já está disponível para consulta. No material, os candidatos podem conferir os detalhes sobre inscrições, provas da 1ª e 2ª Fase e matrícula, entre outras.

Manual do Candidato - Vestibular Fuvest 2022

Manual do Candidato do Vestibular Fuvest 2022 já está disponível online

Ingresso na graduação da USP

O ingresso para a graduação na USP se dá por meio de seu vestibular próprio, aplicado pela FUVEST, e por meio do SiSU. Para o ingresso em 2022, serão oferecidas 11.147 vagas, distribuídas entre vagas de ampla concorrência (AC), vagas destinadas a alunos egressos de escola pública (EP) e vagas destinadas a alunos pretos, pardos e indígenas oriundos de escolas públicas (PPI).

Continue lendo