Siga-nos!

Destaque

Dicas para a redação do Enem 2021

A prova de redação costuma assustar muitos candidatos, por isso separamos neste post algumas dicas para um bom desenvolvimento do texto. 

Publicado

em

6 possíveis temas da redação do Enem 2021

Está chegando o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021! No primeiro dia, 21 de novembro, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. A aplicação terá 5 horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do Chefe de sala para o início das provas. A prova de redação costuma assustar muitos candidatos, por isso separamos neste post algumas dicas para um bom desenvolvimento do texto.

Dicas para a redação do Enem 2021

A professora de Redação do Stoodi, Letícia Flores, elencou 4 dicas fundamentais para a construção de uma dissertação clara e objetiva. Ela destaca que é importante que o candidato esteja preparado para redigir uma boa redação, mesmo se o tema for distante do universo em que ele está inserido. Confira as dicas abaixo:

1- Anote suas ideias. É importante entender bem quais os assuntos podem ser abordados e que tenham relação com o tema. Escrever tudo o que vem à mente ajuda a elencar as frases e palavras mais importante que precisam estar inclusas na construção;

2- Faça a introdução do texto. Este passo é muito importante, pois nela deve ser apresentada a problemática do tema, além de mencionar algumas das questões que o candidato pretende desenvolver na sua redação. A introdução deve ser clara e assertiva, destaca a professora;

3- Desenvolva a redação. Transforme tópicos em desenvolvimento, trazendo as principais questões que serão abordadas no texto;

4- Faça uma conclusão coerente. O candidato precisa retomar os assuntos abordados de forma resumida e sugerir ações que podem ser feitas para reduzir a problemática apresentada no tema.

Veja aqui outras dicas e notícias sobre o Enem.

Destaque

Últimos dias de inscrições abertas para o Vestibular de Inverno da PUC-SP

As inscrições para o Vestibular de Inverno da PUC-SP estão abertas até o dia 31 de maio de 2022.

Publicado

em

por

PUC-SP abre inscrições para o vestibular de inverno

As inscrições para o Vestibular de Inverno da PUC-SP estão abertas até o dia 31 de maio de 2022.

Vestibular de Inverno PUC-SP 2022

De acordo com o edital, o processo seletivo será através de prova online ou com a nota do ENEM.

Os que escolherem pela primeira modalidade farão prova online, dia 12/6. Ela será composta de Redação e provas de Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Literatura e Atualidades, conforme estabelecido no Manual do Candidato.

Já pela segunda modalidade, os candidatos poderão usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por meio do resultado obtido pelo(a) candidato(a) nas edições entre 2016 e 2021, desde que a média obtida tenha sido igual ou superior a 450 pontos.

O valor da taxa de inscrição é de R$180,00 para quem optar por fazer a prova online e R$50,00 para que optar por se inscrever com a nota do ENEM.

Cursos oferecidos

  • Administração
  • Ciências Econômicas
  • Design
  • Direito
  • Jornalismo
  • Relações Internacionais

Destaque

Em 2021, a PUC-SP foi eleita a melhor universidade privada do país pelo Guia da Faculdade (antigo Guia do Estudante), publicação do jornal O Estado de S.Paulo em parceria com a empresa Quero Educação. A instituição também é a única universidade privada do estado de São Paulo a figurar entre as 10 melhores do país no ranking internacional QS, da consultoria britânica Quacquarelli Symonds.

Para se inscrever basta acessar o site

Continue lendo

Destaque

Vestibular de Medicina Unifenas tem inscrições prorrogadas até 30/5

São oferecidas 210 vagas para ingresso no segundo semestre de 2022, sendo 80 em Alfenas e 130 em Belo Horizonte.

Publicado

em

por

Vestibular de Medicina Unifenas 2022/2

As inscrições para o Vestibular de Medicina da Unifenas foram prorrogadas até o dia 30 de maio. São oferecidas 210 vagas para ingresso no segundo semestre de 2022, sendo 80 em Alfenas e 130 em Belo Horizonte.

As inscrições devem ser feitas no site: www.unifenas.br/vestibular.

Os candidatos encontram 4 modalidades de ingresso:

1 – Enem – É aceita a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009 a 2021, sem a necessidade de participar do vestibular. Metade das vagas serão preenchidas nesta modalidade.

2- Prova Tradicional – O exame está marcado para o dia 4 de junho, das 13 às 18 horas, nas cidades de Brasília/DF, Campinas/SP, Curitiba/PR, Goiânia/GO, Ribeirão Preto/SP, São Paulo/SP, Uberlândia/MG, Vitória/ES e nos câmpus da UNIFENAS em Minas Gerais: Alfenas, Belo Horizonte, Campo Belo, Divinópolis, Poços de Caldas e Varginha. O local escolhido para a realização das provas do vestibular independe da cidade em que o curso será ministrado. Metade das vagas serão preenchidas nesta modalidade.

3- Prova Tradicional + Enem – Nesta modalidade o candidato poderá se inscrever nas duas modalidades para concorrer às vagas de Medicina nos câmpus de Alfenas e/ou Belo Horizonte, aumentando suas possibilidades.

4- Prova Tradicional Unificada + Enem – O candidato irá optar na prova Tradicional, em ordem de preferência (1ª e 2ª opção), entre os cursos de Medicina oferecidos pelo câmpus de Alfenas e pelo câmpus de Belo Horizonte. A convocação, em 2ª opção, será realizada somente após as etapas para classificação e convocação dos inscritos em 1ª opção. Pelas notas do ENEM (2009 a 2021), o candidato fará duas inscrições, sendo uma para cada câmpus.

Continue lendo

Destaque

5 dicas para se preparar para os vestibulares de inverno

Publicado

em

por

5 dicas para se preparar para os vestibulares de inverno

A necessidade de estudar e revisar tudo o que foi aprendido em cada disciplina é cada vez maior como forma de se preparar para os próximos vestibulares de inverno. Os estudantes precisam estar bastante focados e bem preparados para encarar a maratona de provas e, dessa forma, ingressar no tão sonhado ensino superior. Por outro lado, nem todos os alunos têm a oportunidade de frequentar um cursinho presencial, por conta de diversos fatores. O principal deles é o alto custo das mensalidades, horários das aulas, trajeto até o local, além de outras despesas.

Uma alternativa para contornar essas dificuldades são os cursos online disponíveis por meio de grandes plataformas digitais na internet, que oferecem uma educação de qualidade e bem acessível. Por meio da tecnologia, os “professores influenciadores” mais conhecidos pelo público estão reunidos em um único espaço virtual. Isso possibilita o aprendizado de uma forma fácil e prática, sem que o aluno precise sair de casa, com horários mais flexíveis, além de terem uma linguagem simples e bastante didática.

Para o professor e influenciador Michel Arthaud, da Plataforma Professor Ferretto, os preparativos feitos de forma online para os vestibulares têm vários benefícios. “As aulas online trazem diversas vantagens porque o estudante consegue fazer o próprio cronograma de estudos sem sair de casa tornando-se protagonista do seu ensino. Esse aluno conta com diversos materiais, vasto conteúdo e um grupo de professores altamente qualificados para atender a todas as matérias”, diz.

Muito ativo nas redes sociais, o professor Michel também tem o canal do Youtube Café com Química, que mantém mais de 110 mil inscritos e seguidores. Desde 2020 ele uniu forças com outros importantes docentes/influenciadores que também fazem parte do time de professores da Plataforma Professor Ferretto. Essa união ocorreu para oferecer cursos completos em um único universo virtual. Tudo isso, com qualidade e oferecendo um custo/benefício bem acessível aos estudantes com um orçamento mais apertado.

Abaixo, o professor destaca cinco dicas essenciais para que os alunos estudem online para as provas do vestibular de inverno, que acontecem no meio do ano e, sobretudo, para o ENEM que deve ser realizado em novembro:

Organize-se e crie uma rotina de estudos

Para estudar online, é fundamental que o estudante seja organizado e tenha disciplina. Para isso, é preciso que ele crie uma rotina de estudos e consiga equilibrá-la com outros compromissos e atividades, como o lazer, que também é essencial no dia a dia.

“Trace um cronograma, faça planos, definindo as tarefas de maneira específica, com data e horas de estudo marcadas para cumpri-las, e siga esse plano à risca. Eu acredito muito que, quando colocamos um prazo certo para determinada atividade, nossa produtividade aumenta”, explica o professor Michel.

Analise as condições do ambiente de estudo

O ambiente é um fator muito importante na hora de estudar. Tudo ao redor impacta na concentração do aluno e, consequentemente, no rendimento. No caso do estudo online, além de ser necessário ter acesso à internet, é preciso que o local seja tranquilo, tenha uma estrutura adequada e com boa iluminação.

“Quem estuda em casa, deve procurar um lugar reservado e combinar com seus familiares ou outras pessoas que frequentem o mesmo ambiente, para que evitem interrupções durante o horário de estudo. Além disso, nada de estudar com a TV ligada, música ao fundo, celular com o som alto e com mensagens apitando a todo instante, ou qualquer outro fator que irá tirar a sua concentração”, alerta.

Tenha foco e saiba o que cairá nas provas

Para uma rotina de estudos dar certo, além de um bom cronograma, é necessário ter muito foco e concentrar-se especificamente naquilo em que estiver revisando.

“Anote tudo, esteja com todos os materiais necessários, faça resumos e exercícios práticos enquanto estuda, se empenhe e, se for preciso, grave a matéria no celular. Além disso, deixe outras preocupações, planos e pensamentos para outro momento. Pense como toda a atenção e esforço dedicado ao aprendizado compensará futuramente”, aconselha.

Além disso, os editais dos vestibulares são um bom recurso para saber o que vai cair na prova. “Minha dica é: leia sempre o edital de um vestibular. Lá você saberá, literalmente, tudo o que vai cair na prova e, assim, poderá se preparar para o exame, estudando de maneira assertiva e efetiva”, comenta o professor.

Acompanhe seu rendimento

Quando se estuda online, ainda que o aluno passe horas e horas em frente ao computador, de nada adianta se ele não acompanhar o seu rendimento e verificar se, de fato, aprendeu ou não o que está estudando.

“Você precisa progredir enquanto estuda. Do contrário, estará perdendo tempo. Reveja o conteúdo, refaça os exercícios se for necessário, leia muito e pesquise sobre o assunto, aplicando também na prática o que aprendeu na teoria . E procure verificar sempre sua evolução”, ensina o professor Ferretto.

Planeje uma recompensa

Além de todas as dicas anteriores, o professor Michel ainda dá mais uma ideia, válida como um “bônus” para o estudante: Segundo ele, recompensar a si mesmo por cada objetivo atingido nos estudos pode ser um poderoso motivador.

“Recompensas simples, terminar os estudos 15 minutos antes ou mesmo uma checada rápida nas redes sociais – ou seja, fatores que costumam atrapalhar os estudos – podem se tornar uma motivação para que você siga em frente”, finaliza.

Continue lendo