Siga-nos!

Destaque

Dicas para dominar o tempo e se dar bem nos Vestibulares

Organizar o tempo que é estimado para avaliação está entre os segredos para um bom desempenho final

Publicado

em

Dicas para dominar o tempo e se dar bem nos Vestibulares

Fim do ano chegando e com ele o período de festas. No entanto, para os estudantes, novembro e dezembro são sinônimos de muita dedicação para as provas que decidirão o seu futuro: os vestibulares.

Nesta contagem regressiva, se você faz parte do time que ainda está aguardando o grande dia chegar, não se desespere! Ainda dá tempo de traçar algumas estratégias para ir bem nas provas.

Então, para não deixar nenhuma questão em branco por conta do tempo e, assim, garantir uma boa nota, o Orientador Educacional, Marcos Lanner, do colégio Augusto Laranja, destaca três métodos que podem ser aplicados no dia da prova. Confira!

Controle o tempo de prova

Nesta altura do campeonato o aluno já deve ter checado o edital do vestibular, mas, se ainda não, é fundamental estar inteirado sobre o modelo da prova que irá fazer. Obter informações que em um primeiro instante parece simples pode fazer toda a diferença para o dia da avaliação como, por exemplo, quantidade de questões e a duração total.

Feito isso, de acordo com Marcos, o próximo passo é organizar o tempo estipulado para cada resposta. A Fuvest, por exemplo, tem 90 questões e 5 horas de prova. Se você tirar meia hora para o preenchimento do gabarito – o que seria o indicado – restará apenas 4 horas e meia.

Ou seja, para não se perder no tempo, é importante ter em mente quantos minutos em média você pode gastar em uma questão. Neste caso, ao dividir o tempo pela quantidade de perguntas, tudo o que se tem é uma média de 3 minutos para cada pergunta.

“É claro que algumas perguntas demandam mais tempo e outras menos, afinal, todo vestibular possui uma distribuição de questões fáceis, médias e difíceis”, aponta Lanner. O segredo está em dedicar o tempo de qualidade da prova, ou seja, as primeiras horas, às questões fáceis e médias, deixando para o final as questões difíceis.

Para ficar mais claro, segue um exemplo, tomando por base a Fuvest: supondo que a prova conte com 25% de questões difíceis, o aluno deverá responder em torno de 67 questões nessa primeira leitura, e pular 23. Se aplicarmos a conta do tempo médio de 3 minutos por questão para essas 67 questões respondidas, ele deverá terminar a primeira leitura do gabarito com aproximadamente 3 horas e meia de prova, sobrando 30 minutos para preenchimento do gabarito e 1 hora para “brigar” com as questões difíceis.

“Este cálculo pode ser utilizado em qualquer outro vestibular. Contudo, nesta estratégia, é preciso reservar um tempo de qualidade para o gabarito, pois, afinal, todo o trabalho e esforço da vida acadêmica do aluno estão nesta folha e não dá para correr o risco de perder pontos apenas pelo preenchimento errado”, destaca o orientador.

Saiba por onde começar

De acordo com o profissional, o que não dá para fazer no dia da prova é abrir o caderno e começar respondendo o que vê pela frente. A recomendação é que o vestibulando planeje antecipadamente a ordem das disciplinas que pretende resolver.

Posto isso, você pode se perguntar: será melhor começar pelas matérias que tenho mais facilidade ou as que tenho mais dificuldade?

Para o orientador, começar pelas que aparentemente são ditas como as mais fáceis, ou que você tem total convicção do seu domínio, pode ser um ‘tiro no pé’. Ele ressalta que não é interessante que o aluno comece a prova pela matéria que ele se garante. Isso porque, se encontrar dificuldades em resolver as questões que ele acreditava ter competência pode gerar uma sensação de frustração.

“Nestas circunstâncias, o aluno pode pensar: se nem na matéria que sou bom eu estou indo bem, imagine como será o resto da prova. Pensamento esse que vai abrir espaço para insegurança e, consequentemente, prejudicar o seu desempenho final”, explica Lanner, que também é psicólogo. “Sendo assim, o ideal é que o aluno escolha uma matéria que ele tenha dificuldade média.” Caso ainda se sinta perdido quanto a qual matéria começar, o orientador dá uma sugestão: como a disciplina de Língua Portuguesa demanda mais tempo de leitura e atenção, além de ser uma disciplina média para muita gente, uma boa dica é começar por essa matéria.

Aposte nos treinos

Por fim, rumo à prática! Para que esses métodos de fato sejam úteis no dia da prova, nada melhor do que investir em treinamentos.

É válido ressaltar que essas dicas não devem ser aplicadas somente no dia da prova. “Não devemos inventar ‘roda’ no dia do vestibular. Essas estratégias devem ser exploradas no treino que antecede a prova e não somente testadas no dia da avaliação, pois o aluno precisa estar seguro em aplicá-las”, ressalta Lanner.

“E não se esqueça: nesta reta final, nada de maratonar os estudos para não se desgastar fisicamente e emocionalmente e correr o risco de chegar no dia da prova exausto”, alerta o profissional.

RECOMENDAMOS

Destaque

Último dia de inscrições para o Vestibular FIAP 2022

A FIAP, um dos principais centros universitários de tecnologia e gestão do país, encerra hoje, 2 de dezembro, as inscrições para o 2° processo seletivo de 2021.

Publicado

em

por

Graduação FIAP está com turmas abertas para 2022

A FIAP, um dos principais centros universitários de tecnologia e gestão do país, encerra hoje, 2 de dezembro, as inscrições para o 2° processo seletivo de 2021. O vestibular será realizado na modalidade digital em 4 de dezembro de 2021 e o valor da taxa de inscrição é de R$ 90,00.

Sobre a FIAP

No momento em que o mundo inteiro está olhando para o futuro, é hora de cada um começar a criar o seu. Para isso, é fundamental estar sempre conectado à tecnologia, à inovação e à humanidade: os grandes drivers que vão construir um melhor amanhã.

De Inteligência Artificial a Jogos Digitais, de Computação na Nuvem (Cloud) a Defesa Cibernética, a Graduação FIAP tem 15 cursos presenciais e online. Cada um deles abre novas possibilidades, ampliando o conhecimento exponencialmente, desenvolvendo novos skills e ajudando a transformar o mundo.

O aluno vai dominar os conteúdos mais relevantes do presente. Estudar em laboratórios e salas com infraestrutura avançada ou em uma multiplataforma digital. Participar de projetos reais de grandes empresas. Personalizar sua jornada com Nano Courses em diferentes áreas. E, ainda, vai criar a sua própria startup.

Venha pensar e criar o novo na FIAP.

Let’s rock the future.

Continue lendo

Destaque

Gabarito oficial – Enem 2021 – Provas 21 e 28/11/2021

Os candidatos poderão consultar hoje, dia 1º de dezembro, os gabaritos oficiais do Enem 2021, das provas de 21 e 28 de novembro de 2021.

Publicado

em

por

enem 2021 gabarito oficial

A aplicação regular do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 ocorreu nos dias 21 e 28 de novembro de 2021, nos formatos impresso e digital. Os candidatos poderão consultar hoje, dia 1º de dezembro, o gabarito oficial do Enem 2021.

Gabarito oficial do Enem 2021

A consulta poderá ser feita na seção Provas e Gabaritos do portal do Inep.

Os interessados também poderão baixar os cadernos de questões.

Perdeu umas das provas? Clique aqui e saiba quais condições permitem reaplicação do Enem!

Resultados

Os resultados das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 serão divulgados no dia 11 de fevereiro do ano que vem. A data foi confirmada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização do exame, durante entrevista coletiva no último domingo (28/11).

Sobre o Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, tornou-se uma das principais portas de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (ProUni), ambas ações do Ministério da Educação (MEC).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são usados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetros para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados individuais do Enem também podem ser usados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

USF antecipa bolsa de estudo pela nota do Enem

Os interessados em estudar na USF em 2022 com bolsas de estudo de até 100% pela nota do Enem podem garantir vaga ainda neste ano.

Publicado

em

por

USF antecipa bolsa de estudo pela nota do Enem

Os interessados em estudar na Universidade São Francisco (USF) em 2022 com bolsas de estudo de até 100% pela nota do Enem podem garantir vaga ainda neste ano.

Para tanto, basta o candidato fazer a prova de redação online ou apresentar o histórico escolar, garantindo 35% de desconto nas mensalidades. Se a nota no Enem 2021 for maior que 550 pontos, o desconto será alterado conforme o desempenho obtido no exame. Os candidatos podem ainda utilizar a melhor nota no Enem de 2015 a 2020. Neste caso, a inscrição é gratuita.

A condição é válida para mais de 40 cursos presenciais (exceto Medicina) e de Educação a Distância (EaD). Independente da pontuação, todos os candidatos têm 80% de desconto na matrícula.

Confira os descontos, conforme sua pontuação no ENEM:

450 – 550 = 35% de desconto (30% + 5% de antecipação)

551 – 650 = 40% de desconto (35% + 5% de antecipação)

651 – 750 = 45% de desconto (40% + 5% de antecipação)

751 – 850 = 50% de desconto (45% + 5% de antecipação)

851 – 1000 = 100% de desconto

A campanha é válida para matrículas realizadas até o dia 13 de dezembro. Confira todas as informações pelo site usf.edu.br/vestibular ou via WhatsApp 11 94467-9295.

 

Continue lendo