Siga-nos!

Destaque

Dicas para dominar o tempo e se dar bem nos Vestibulares

Organizar o tempo que é estimado para avaliação está entre os segredos para um bom desempenho final

Publicado

em

Dicas para dominar o tempo e se dar bem nos Vestibulares

Fim do ano chegando e com ele o período de festas. No entanto, para os estudantes, novembro e dezembro são sinônimos de muita dedicação para as provas que decidirão o seu futuro: os vestibulares.

Nesta contagem regressiva, se você faz parte do time que ainda está aguardando o grande dia chegar, não se desespere! Ainda dá tempo de traçar algumas estratégias para ir bem nas provas.

Então, para não deixar nenhuma questão em branco por conta do tempo e, assim, garantir uma boa nota, o Orientador Educacional, Marcos Lanner, do colégio Augusto Laranja, destaca três métodos que podem ser aplicados no dia da prova. Confira!

Controle o tempo de prova

Nesta altura do campeonato o aluno já deve ter checado o edital do vestibular, mas, se ainda não, é fundamental estar inteirado sobre o modelo da prova que irá fazer. Obter informações que em um primeiro instante parece simples pode fazer toda a diferença para o dia da avaliação como, por exemplo, quantidade de questões e a duração total.

Feito isso, de acordo com Marcos, o próximo passo é organizar o tempo estipulado para cada resposta. A Fuvest, por exemplo, tem 90 questões e 5 horas de prova. Se você tirar meia hora para o preenchimento do gabarito – o que seria o indicado – restará apenas 4 horas e meia.

Ou seja, para não se perder no tempo, é importante ter em mente quantos minutos em média você pode gastar em uma questão. Neste caso, ao dividir o tempo pela quantidade de perguntas, tudo o que se tem é uma média de 3 minutos para cada pergunta.

“É claro que algumas perguntas demandam mais tempo e outras menos, afinal, todo vestibular possui uma distribuição de questões fáceis, médias e difíceis”, aponta Lanner. O segredo está em dedicar o tempo de qualidade da prova, ou seja, as primeiras horas, às questões fáceis e médias, deixando para o final as questões difíceis.

Para ficar mais claro, segue um exemplo, tomando por base a Fuvest: supondo que a prova conte com 25% de questões difíceis, o aluno deverá responder em torno de 67 questões nessa primeira leitura, e pular 23. Se aplicarmos a conta do tempo médio de 3 minutos por questão para essas 67 questões respondidas, ele deverá terminar a primeira leitura do gabarito com aproximadamente 3 horas e meia de prova, sobrando 30 minutos para preenchimento do gabarito e 1 hora para “brigar” com as questões difíceis.

“Este cálculo pode ser utilizado em qualquer outro vestibular. Contudo, nesta estratégia, é preciso reservar um tempo de qualidade para o gabarito, pois, afinal, todo o trabalho e esforço da vida acadêmica do aluno estão nesta folha e não dá para correr o risco de perder pontos apenas pelo preenchimento errado”, destaca o orientador.

Saiba por onde começar

De acordo com o profissional, o que não dá para fazer no dia da prova é abrir o caderno e começar respondendo o que vê pela frente. A recomendação é que o vestibulando planeje antecipadamente a ordem das disciplinas que pretende resolver.

Posto isso, você pode se perguntar: será melhor começar pelas matérias que tenho mais facilidade ou as que tenho mais dificuldade?

Para o orientador, começar pelas que aparentemente são ditas como as mais fáceis, ou que você tem total convicção do seu domínio, pode ser um ‘tiro no pé’. Ele ressalta que não é interessante que o aluno comece a prova pela matéria que ele se garante. Isso porque, se encontrar dificuldades em resolver as questões que ele acreditava ter competência pode gerar uma sensação de frustração.

“Nestas circunstâncias, o aluno pode pensar: se nem na matéria que sou bom eu estou indo bem, imagine como será o resto da prova. Pensamento esse que vai abrir espaço para insegurança e, consequentemente, prejudicar o seu desempenho final”, explica Lanner, que também é psicólogo. “Sendo assim, o ideal é que o aluno escolha uma matéria que ele tenha dificuldade média.” Caso ainda se sinta perdido quanto a qual matéria começar, o orientador dá uma sugestão: como a disciplina de Língua Portuguesa demanda mais tempo de leitura e atenção, além de ser uma disciplina média para muita gente, uma boa dica é começar por essa matéria.

Aposte nos treinos

Por fim, rumo à prática! Para que esses métodos de fato sejam úteis no dia da prova, nada melhor do que investir em treinamentos.

É válido ressaltar que essas dicas não devem ser aplicadas somente no dia da prova. “Não devemos inventar ‘roda’ no dia do vestibular. Essas estratégias devem ser exploradas no treino que antecede a prova e não somente testadas no dia da avaliação, pois o aluno precisa estar seguro em aplicá-las”, ressalta Lanner.

“E não se esqueça: nesta reta final, nada de maratonar os estudos para não se desgastar fisicamente e emocionalmente e correr o risco de chegar no dia da prova exausto”, alerta o profissional.

RECOMENDAMOS

Destaque

PUC-Campinas abre Novo Vestibular 2022 com provas em 26 de janeiro

Os candidatos podem se inscrever pelo site do Vestibular da PUC-Campinas. Haverá duas modalidades de seleção

Publicado

em

por

PUC-Campinas abre inscrições para o Vestibular 2022

Estão abertas as inscrições para o Novo Vestibular da PUC-Campinas, com início das aulas no primeiro semestre de 2022. Os candidatos podem se inscrever pelo site da Universidade (https://www.puc-campinas.edu.br/) até o dia 23 de janeiro. Haverá duas modalidades de seleção, pelo desempenho no Enem ou por meio de prova presencial, que será realizada dia 26 de janeiro. O candidato que optar pela 1ª modalidade terá prioridade no preenchimento das Vagas Remanescentes.

O Processo Seletivo está aberto a candidatos que concluíram ou concluirão o Ensino Médio ou equivalente antes de 1º de fevereiro de 2022. A modalidade por meio do seu desempenho no Enem aceitará notas de qualquer uma das suas edições de 2013 a 2020, consideradas as provas objetivas e a redação.

Clique aqui para se inscrever e conferir o edital completo.

A segunda modalidade será por meio de uma prova geral para todos os candidatos, composta por uma dissertação, com valor máximo de 100 pontos, e por uma prova específica para os candidatos ao Curso de Direito, com 20 questões, sendo dez questões objetivas de Língua Portuguesa, cinco de História e cinco de Literatura Brasileira.

Em virtude das condições da pandemia da COVID-19, a aplicação da prova de forma presencial será realizada observando-se os protocolos internos de biossegurança, como o uso de máscaras, distanciamento mínimo entre os candidatos e medidas de higienização, recomendados pela Organização Mundial da Saúde, pelo Ministério da Saúde e pelas Secretarias Estadual e Municipal de Saúde.

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Terminam hoje, 17, as inscrições para o Vestibular Medicina UNIP

No próximo dia 23 de janeiro, às 14h, a Universidade Paulista – UNIP realizará seu primeiro vestibular para o curso de Medicina em quatro dos seus campi

Publicado

em

por

UNIP lança curso de Medicina

No próximo dia 23 de janeiro, às 14h, a Universidade Paulista – UNIP realizará seu primeiro vestibular para o curso de Medicina em quatro dos seus campi no estado de São Paulo. Serão ofertadas 400 vagas: Alphaville / Santana de Parnaíba (100 vagas), Campinas (100 vagas), São José do Rio Pardo (100 vagas) e Sorocaba (100 vagas).

Há duas modalidades de inscrições, que poderão ser feitas até o dia 17 de janeiro pelo site www.unip.br:

Inscrição Simples: o candidato poderá optar por concorrer ao curso de Medicina em apenas um dos campi.

Inscrição Combo: o candidato poderá optar por concorrer ao curso de Medicina, simultaneamente, nos campi Alphaville (Santana do Parnaíba), Campinas, São José do Rio Pardo e Sorocaba.

Ao inscrever-se, o candidato deverá optar pelo ingresso por prova presencial ou por meio de suas notas do ENEM, desde que realizado no período de 2015 e 2020.

Taxa de inscrição:

– A taxa de inscrição simples por meio da prova presencial é de R$ 300,00.

– A taxa de inscrição simples por meio do ENEM é de R$ 200,00.

– A taxa de inscrição combo por meio da prova presencial é de R$ 500,00.

– A taxa de inscrição combo por meio do ENEM é de R$ R$ 300,00.

Prova presencial: terá duração máxima de 5 horas e o tempo mínimo de permanência do candidato em sala é de 3 horas. A prova será realizada no dia 23 de janeiro de 2022, às 14h – horário de Brasília, nos seguintes campi:

Campinas – Avenida Comendador Enzo Ferrari, 280 – Swift – Campinas – São Paulo.

Alphaville / Santana de Parnaíba: Avenida Yojiro Takaoka, 3.500 – Alphaville – Santana de Parnaíba – São Paulo.

São José do Rio Pardo: Rua Santa Terezinha, 160 – Centro – São José do Rio Pardo – São Paulo.

Sorocaba: Avenida Independência, 210 – Sorocaba – São Paulo.

Goiânia: Rodovia BR-153, km 503 – Fazenda Botafogo – Goiânia.

Paraíso: Rua Vergueiro, 1.211 – Paraíso – São Paulo.

Obs.: os campi Goiânia e Paraíso serão apenas alternativas de locais de provas. Neles não será ministrado o curso de Medicina.

Para a prova presencial, a UNIP disponibilizará lápis, caneta e borracha (será proibido o uso de materiais pessoais durante a realização da prova), além de um kit contendo máscara e álcool em gel.

Obs.: os editais contendo a localização das salas para as provas serão publicados no site www.unip.br em 22 de janeiro de 2022.

Continue lendo

Destaque

Projeto da PUC-Campinas fortalece ações com inovação, empreendedorismo e parcerias empresariais

Área é interligada à biblioteca e conta com diversos ambientes para pesquisa, trabalho e estudo

Publicado

em

por

PUC-Campinas abre inscrições para o Vestibular 2022

O Projeto Mescla foi inaugurado no início de 2020 com a abertura de um espaço para incentivar a inovação entre estudantes da PUC-Campinas e para aproximar alunos, professores, pesquisadores e empresas para o desenvolvimento de novos projetos. Em 2021, a área no Campus I foi ampliada, e um novo Mescla foi aberto no Campus II, voltado para inovações na área de saúde.

Essas áreas na Universidade contam com um café, salas de reuniões, salas multimídias, ambientes multiúsos, ambientes para docentes, sala de prototipagem e de inovação. Também há áreas voltadas para diversas atividades e salas móveis, que podem ser modificadas para atender necessidades variadas.

Esses locais ainda contam com móveis e equipamentos de alta tecnologia e estrutura que permitem mobilidade, como tomadas que saem penduradas ao teto, sistemas de som e vídeo, pontos de conexão e acesso à internet e outras facilidades.

Os seus laboratórios são de produção de protótipos com impressoras 3D, de cortes laser e outros equipamentos. Há salas para reuniões, para abrigar startups e também salas voltadas especialmente para os professores que ficam por tempo prolongado na Universidade, onde podem preparar aulas, receber alunos, realizar pesquisas e estudos.

Outro ponto importante é a área de descompressão, onde estudantes, professores, pesquisadores e usuários em geral podem descansar, relaxar, preparar alimentos e recuperar as energias para o trabalho e estudo.

Mescla Campus II

A nova unidade no Campus II da Universidade ampliará as atividades de empreendedorismo junto aos estudantes do Centro de Ciências da Vida (CCV), apoiando o desenvolvimento de negócios inovadores, bem como o trabalho cooperativo com empresas, startups, órgãos governamentais e investidores.

O novo ambiente, instalado no piso térreo do prédio administrativo, é composto por salas e espaço colaborativo, favorecendo dinâmicas de trabalho e cocriação, e reúne capacitações e programas voltados ao desenvolvimento de novos negócios e formas de apoio a startups. Com a instalação, a PUC-Campinas amplia esforços para acelerar o empreendedorismo e a inovação em saúde.

Vestibular PUC-Campinas

Estão abertas as inscrições para o Novo Vestibular da PUC-Campinas, com início das aulas no primeiro semestre de 2022. Os candidatos podem se inscrever pelo site da Universidade (https://www.puc-campinas.edu.br/) até o dia 23 de janeiro. Haverá duas modalidades de seleção, pelo desempenho no Enem ou por meio de prova presencial, que será realizada dia 26 de janeiro. O candidato que optar pela 1ª modalidade terá prioridade no preenchimento das Vagas Remanescentes.

RECOMENDAMOS

Continue lendo