Siga-nos!

Notícias dos Vestibulares e Enem

FGV oferece bolsas de estudo para cursos de graduação

Inscrições para o vestibular 2020 terminam em 8 de outubro. Há vagas para escolas do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Brasília

Publicado

em

Vestibular FGV 2020

O vestibulando que concorrer a uma vaga na Fundação Getulio Vargas (FGV) deve ficar atento às possibilidades de ingresso com bolsa de estudos. Há três formatos disponíveis oferecidos nas escolas da FGV: bolsa mérito, que varia de 20% a 100%, para os primeiros colocados; bolsa não reembolsável (demanda social), concedida a alunos com dificuldade econômica; bolsa reembolsável, para alunos com necessidade comprovada de financiamento.

Bolsas de estudo FGV

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, as bolsas por mérito estão disponíveis da seguinte forma: o curso de Administração, Matemática Aplicada e Ciência de Dados oferecem bolsas integrais para os cinco primeiros colocados no vestibular FGV. Já o de Economia e o de Direito dispõem de 10 bolsas integrais para os 10 primeiros colocados. O de Ciências Sociais oferta oito bolsas: integral para os dois primeiros lugares; 90% para o terceiro e quarto colocados; 80% para o quinto e sexto; e 70% para o sétimo e oitavo.

Quem fizer a opção de acesso via ENEM, no Rio de Janeiro, também concorre a bolsas integrais. Do primeiro ao quinto mais bem posicionados há bolsas de 100% para os cursos de Administração, Economia e Direito. Matemática Aplicada e Ciência de Dados ofertam bolsas, também de 100%, apenas para o primeiro colocado. O curso de Ciências Sociais dispõe de bolsa integral para os dois primeiros lugares e de 90% para os que ficarem no terceiro e quarto lugares.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

As bolsas restituíveis e as de demanda social são concedidas mediante análise da necessidade econômico-financeira do requerente e de seu desempenho acadêmico.

São Paulo

As escolas de São Paulo oferecem bolsas para todos os cursos. O de Administração Pública tem quatro bolsas disponíveis: de 100% para o primeiro colocado; 50% para o segundo; 30% para o terceiro; e 20% para o quarto. O curso de Economia dispõe de 12 bolsas de 100% para os 12 primeiros colocados no vestibular; duas bolsas pelo Enem – uma de 100% para o primeiro lugar e outra de 50% para o segundo (desde que tenham obtido média aritmética das notas das provas objetivas e da redação igual ou superior a 800 pontos); duas bolsas via exames internacionais, uma de 100% para o primeiro colocado e outra de 50% para o segundo.

Para o curso de Relações Internacionais, há oito bolsas, com percentuais escalonados da seguinte forma: 100% para os dois primeiros lugares; 90% para o terceiro e o quarto; 80%, para o quinto e o sexto; e 70%, para o sétimo e oitavo colocados. O curso de Direito oferece dois tipos de bolsas não reembolsáveis. O primeiro leva em conta a trajetória pessoal e acadêmica do aluno, bom como suas condições socioeconômicas. Podem ser integrais ou de 50%. As bolsas por mérito são três. De 100% para o primeiro colocado no vestibular, de 70% para o segundo; e de 30% para o terceiro. Para os três anos seguintes do curso, as bolsas por mérito passam a levar em conta o desempenho dos alunos no ano letivo. Os três primeiros em cada ano recebem as bolsas no ano seguinte. Para o último ano, as bolsas são distribuídas entre os três melhores do concurso de monografia.

As escolas de São Paulo também oferecem bolsas não reembolsáveis, cujos critérios estão apresentados no site do vestibular FGV.

Brasília

O curso de Administração Pública oferece duas bolsas de estudos para os dois primeiros colocados no vestibular, respectivamente de 100% e 50%. O mesmo critério e número de bolsas são válidos para quem ingressar na instituição via ENEM. Para alunos em dificuldade econômica são concedidas três bolsas integrais, que levam em conta também a classificação do candidato no processo seletivo. Há ainda bolsas reembolsáveis, com critérios expostos no edital que está disponível no site da FGV.

Inscrições

As inscrições para o vestibular 2020 da Fundação Getulio Vargas podem ser feitas pela internet até o dia 8 de outubro. A instituição abriu 1.121 vagas, distribuídas pelas escolas do Rio de Janeiro, São Paulo e, pela primeira vez, em Brasília, que terá o curso de Administração Pública. Outra novidade é a abertura da graduação em Ciência de Dados, no Rio, oferecido pela Escola de Matemática Aplicada.

Os vestibulandos também podem concorrer às vagas via ENEM, com inscrições abertas até o dia 10 de janeiro de 2020. Mais uma novidade do próximo processo seletivo é a possibilidade de ingresso na Escola de Economia de São Paulo por meio do ENEM, como já fazem todas as demais escolas da instituição. Os candidatos também poderão ingressar nas escolas, exceto na de Matemática Aplicada, por meio de processos seletivos internacionais, com inscrições válidas também até o dia 10 de janeiro de 2020.

Valores

A FGV oferece, para todas as suas escolas, condições especiais para quem se inscrever no processo seletivo, via vestibular, até as 18h do dia 8 de outubro. Dentro desse prazo, os candidatos pagam R$ 75. Após essa data, o valor será de R$ 150. Quem fizer o processo seletivo via Enem para as escolas do Rio de Janeiro pagará R$ 10 até às 18h do dia 10 de janeiro de 2020. Quem quiser ingressar por meio de processo seletivo internacional pagará R$ 25 até o prazo-limite das 18h do dia 10 de janeiro de 2020.

Já em São Paulo, à exceção da escola FGV Direito SP, os preços de inscrição via ENEM e processos seletivos internacionais são os mesmos. O valor era de R$ 25 até as 18h do dia 9 de agosto. Depois desse prazo e até as 18h do dia 10 de janeiro de 2020, a inscrição custa R$ 50. Os candidatos a uma vaga na FGV Direito SP pagaram para ingresso seja via ENEM ou processo internacional R$ 75 até as 18h do dia 9 de agosto. Depois desse prazo e até o dia 10 de janeiro de 2020, o valor é de R$ 150.

Vagas. No Rio de Janeiro, são oferecidas 441 vagas. Elas estão distribuídas da seguinte forma: Matemática (41 pelo vestibular e 10 pelo ENEM); Ciência de Dados (32 pelo vestibular e 8 pelo ENEM); Administração (70 pelo vestibular, 20 pelo ENEM e 10 por processos seletivos internacionais); Economia (65 pelo vestibular, 25 pelo ENEM, 10 via processos seletivos internacionais); Ciências Sociais (35 pelo vestibular, 10 pelo ENEM e 5 por processos seletivos internacionais); Direito (70 via vestibular, 20 pelo ENEM e 10 por processos seletivos internacionais).

Em Brasília, há 50 vagas para o curso de Administração Pública (35 pelo vestibular, 8 pelo Enem e 7 por meio de processos seletivos internacionais). Já em São Paulo, foram abertas 630 vagas, distribuídas nos seguintes cursos: Administração de Empresas diurno (171 pelo vestibular, 15 pelo ENEM e 14 via processos seletivos internacionais); Administração de Empresas noturno (40 pelo vestibular, 5 pelo ENEM e 5 por meio de processos seletivos internacionais); Administração Pública (70 via vestibular, 15 pelo ENEM e 15 por processos seletivos internacionais); Direito (68 pelo vestibular, 10 via ENEM e 2 por exames seletivos internacionais); Economia (80 pelo vestibular, 5 pelo ENEM e 15 para processos seletivos internacionais) e Relações Internacionais (78 via vestibular; 10 pelo ENEM e 12 por meio de processos seletivos internacionais).

Os candidatos que tenham cursado ou estejam concluindo o Ensino Médio em escola pública no Brasil ou que tenham recebido bolsa de 100% em instituições da rede privada durante todo o Ensino Médio podem solicitar isenção de taxa de inscrição. O prazo para requerer a isenção no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Brasília é até 27 de setembro.

As inscrições para todas as escolas da FGV serão aceitas exclusivamente pela internet, no site: fgv.br/vestibular, onde o candidato encontrará a íntegra dos editais.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Destaque

Enem 2024 encerra inscrições nesta sexta-feira (14)

O prazo já havia sido flexibilizado para os candidatos do Rio Grande do Sul, em razão do desastre climático que atinge o estado, mas foi agora ampliado para todo o Brasil.

Publicado

em

por

Enem 2024

As inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram prorrogadas até o dia 14 de junho. O prazo já havia sido flexibilizado para os candidatos do Rio Grande do Sul, em razão do desastre climático que atinge o estado, mas foi agora ampliado para todo o Brasil. Para se inscrever, os estudantes devem acessar a Página do Participante e utilizar o cadastro na conta gov.br.

“Estudantes do Rio Grande do Sul e de todo o Brasil agora têm mais uma semana para se inscrever pela Página do Participante”, escreveu Santana. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro.

A taxa de inscrição, no valor de R$ 85, poderá ser paga até o dia 19 de junho pelos estudantes não isentos. O pagamento pode ser feito por pix, cartão de crédito, débito, em conta corrente ou poupança e por boleto, emitido na Página do Participante, onde também consta o QR Code.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Os moradores do Rio Grande do Sul têm isenção desse valor. Os concluintes do ensino médio em escola pública também não pagam taxa de inscrição.

O Ministério da Educação divulgou balanço segundo o qual cerca de 100% dos concluintes do ensino médio da rede pública estão inscritos no Enem em estados como como Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

No Rio Grande do Sul, embora a rede de ensino ainda esteja em recuperação das enchentes, mais de 70% dos formandos da rede pública estão inscritos, segundo o MEC. A pasta não divulgou o número parcial de inscritos.

Enem

Criado em 1998, o Enem avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica e também é a principal porta de entrada para a educação superior no país.

Os resultados da avaliação podem ser usados para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni) e também são aceitos em instituições privadas e de outros países de língua portuguesa que tenham acordo com o Brasil.

Os estudantes que não concluíram o ensino médio também podem participar na condição de treineiros, para autoavaliação nos anos anteriores ao término da educação básica.

Fonte: Agência Brasil

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Veja como pedir isenção da taxa de inscrição do 2º Exame de Qualificação do Vestibular Estadual da Uerj

O pedidos devem ser feitos até o dia 17 de junho.

Publicado

em

por

Vestibular Estadual Uerj 2022 tem data definida

Começa hoje. 13, o período para os candidatos realizarem os pedidos de isenção da taxa de inscrição do 2º Exame de Qualificação do Vestibular Estadual da Uerj.

Para solicitar isenção da taxa de inscrição, o candidato deverá:⁣⠀

a) atender à condição de carência socioeconômica definida como renda bruta média mensal familiar menor ou igual a 1 (um) salário mínimo nacional;⠀

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

b) ter concluído ou estar cursando o último ano do ensino médio.⠀

Os documentos comprobatórios, juntamente com o requerimento de isenção preenchido, deverão ser postados em envelope lacrado, em qualquer agência dos Correios, na modalidade carta registrada, e encaminhados ao Departamento de Seleção Acadêmica da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – DSEA/UERJ, Caixa Postal 23780, rua Souza Valente, nº 15, São Cristóvão, Rio de Janeiro, RJ, CEP 20941-040, de 13 a 18/06/2024.

2º EXAME DE QUALIFICAÇÃO – Datas importantes:

  • Solicitação de isenção da taxa de inscrição: 13 a 17/06/2024
  • Procedimentos de inscrição: 15/07 a 05/08/2024
  • Palestra do livro: 27/08/2024
  • Data da prova: 08/09/2024

Livro indicado para o 2º Exame de Qualificação (prova de Linguagens): Quincas Borba, de Machado de Assis.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

Inscrições para o Vestibular das Fatecs terminam nesta quinta (13)

As inscrições para o Vestibular das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado foram prorrogadas até o dia 13 junho, às 15 horas.

Publicado

em

por

Vestibular das Fatecs volta a ter aplicação de provas presenciais

As inscrições para o Vestibular das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado foram prorrogadas até o dia 13 junho, às 15 horas. Para participar do processo seletivo é necessário preencher a ficha de inscrição pelo site vestibularfatec.com.br e pagar a taxa de R$ 90. A prova será aplicada em 30 de junho.

O Centro Paula Souza (CPS), autarquia que administra as Fatecs, oferece para este processo seletivo 14.406 vagas em cursos superiores de tecnologia gratuitos. Outras 5.109 vagas estão reservadas para os candidatos do Provão Paulista. No total, são 19.515 vagas para a formação profissional gratuita de nível superior.

O requisito para participar do Vestibular das Fatecs é que o candidato tenha terminado ou estude no Ensino Médio, ou equivalente, desde que comprove a conclusão do curso no ato da matrícula.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

É possível optar por cursos presenciais e a distância (EaD), distribuídos pelas Fatecs de todas as regiões do Estado de São Paulo. Com currículos constantemente atualizados, são 92 opções de cursos alinhados às atuais demandas do mercado de trabalho. A relação completa de cursos e vagas está disponível para consulta no site do processo seletivo.

Caso o interessado necessite, as Fatecs disponibilizam computadores e acesso à internet para que a inscrição seja realizada. Para tanto, é preciso entrar em contato com a unidade para obter informações sobre datas e horários disponíveis.

Inclusão

O Sistema de Pontuação Acrescida do Centro Paula Souza concede acréscimo de pontos à nota final obtida no exame, sendo 3% a estudantes afrodescendentes e 10% a quem tenha cursado o Ensino Médio integralmente na rede pública nacional. Quem se enquadrar nas duas situações, recebe 13% de bônus.

Cabe ao candidato verificar na Portaria do Processo Seletivo se tem direito à pontuação acrescida, porque a matrícula não poderá ser realizada e a vaga será perdida se as informações não atenderem às condições estabelecidas em sua totalidade.

O candidato com deficiência, que necessite de condições especiais para realizar a prova, deverá indicá-las na ficha de inscrição e, também, encaminhar o laudo médico, emitido por especialista, descrevendo o tipo e o grau da necessidade, por meio de link específico na Área do Candidato, impreterivelmente, até as 15 horas do dia 13 de junho.

O candidato transgênero que desejar ser tratado pelo nome social, deverá informar o nome social completo, no ato da inscrição, no campo específico. Caso não seja informado o nome social no ato da inscrição, não será possível solicitar a inclusão posteriormente. Também é preciso enviar durante o preenchimento da ficha, via upload, imagem do RG (frente e verso) e uma foto 3×4 recente.

Outras informações pelos telefones (11) 3471-4103 (Capital e Região Metropolitana) e 0800-596 9696 (demais localidades) ou pelo site www.vestibularfatec.com.br.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo