Siga-nos!

Destaque

Instituto Mauá oferece 9 cursos de Engenharia e um deles é a sua cara. Vem ver!

Se você pretende ser um profissional da Engenharia, este texto da Mauá será valioso para a sua escolha do melhor ramo de atuação!

Publicado

em

Instituto Mauá oferece 9 cursos de Engenharia e um deles é a sua cara. Vem ver!

Se o seu desejo é iniciar o curso de Engenharia em 2022, você não pode perder o Processo Seletivo da Mauá!

São 9 opções de Graduação (Engenharia de Alimentos; Engenharia Civil; Engenharia de Computação; Engenharia de Controle e Automação; Engenharia Elétrica; Engenharia Eletrônica; Engenharia Mecânica; Engenharia de Produção; Engenharia Química), além de cursos nas áreas de Administração, Ciência da Computação, Design e Sistemas de Informação!

60 bolsas de estudo serão oferecidas aos mais bem colocados. Saiba mais e faça a sua inscrição em:
maua.br/vestibular

As Ciências são essenciais para o nosso desenvolvimento e da nossa vida em sociedade. Atualmente, com a Pandemia, nós pudemos perceber ainda mais a importância dos profissionais de todas as áreas da Ciência para sanar problemas urgentes e recorrentes no Brasil e no mundo.

As soluções em Engenharia vêm para trazer ideias inovadoras e recursos que facilitem o nosso dia a dia e melhorem a nossa qualidade de vida. Com isso, engenheiros de todos os ramos são altamente requisitados e um dos mais bem remunerados no mercado de trabalho – e a área está sempre em ascensão. Se você pretende ser um profissional da Engenharia, este texto será valioso para a sua escolha do melhor ramo de atuação! Confira abaixo os diferenciais de cada área e de cada curso oferecido aqui na Mauá.

ENGENHARIA DE ALIMENTOS

A área de produção de alimentos vem se desenvolvendo e a cada dia cresce a necessidade de profissionais especializados para atender essa demanda. O engenheiro de alimentos pode atuar nas mais diversas áreas relacionadas à cadeia alimentícia: Produção Industrial, Desenvolvimento de Produtos, Otimização de Processos, Garantia da Qualidade, Consultoria, Fiscalização ou até mesmo nas áreas comerciais e de marketing de produtos alimentícios.

A graduação em Engenharia de Alimentos da Mauá oferece um intenso programa prático que leva o aluno desde as primeiras séries para os laboratórios didáticos e de pesquisa e de processamento em pequena escala. O campus conta ainda com uma instalação semi-industrial capaz de simular a produção de diversos produtos, semelhante ao que fazem as indústrias de alimentos.

ENGENHARIA CIVIL

Atualmente o ramo da Engenharia Civil avança muito em Tecnologia.

As cidades Inteligentes – ou Smart Cities – prometem proporcionar à sociedade um ambiente mais acolhedor e repleto de novos recursos que buscam facilitar o dia a dia, além de cuidar dos temas relevantes à nossa sobrevivência e ao futuro do Planeta: a busca por recursos e soluções mais sustentáveis nunca esteve tão em alta.

O novo profissional de Engenharia Civil será o responsável pela inovação na área, desenvolvendo novos formatos e soluções para o Transporte (portos, aeroportos, ferrovias, entre outros) e para as diversas obras civis, utilizando ferramentas como o BIM, uma plataforma da Autodesk que integra as todas as áreas e etapas do processo, podendo criar o que chamamos de gêmeos digitais, uma versão digital das obras ou reparos em andamento onde seja possível visualizar e testar ideias inovadoras.

Com sua inteligência emocional (sofk skills) e visão sistêmica, ele também poderá criar apps e programações para monitoramento de viadutos, pavimentos, agronegócio, entre outros.

O curso de Engenharia Civil da Mauá tem uma área de atuação ampla que exige do profissional uma formação diversificada, a fim de atender obras distintas: construção de edifícios residenciais, ferrovias, aeroportos ou até mesmo o planejamento de sistemas de saneamento básico para cidades, podendo trabalhar com arquitetos e ambientalistas em grandes construções.

ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

De acordo com o levantamento “Profissões Emergentes 2020”, realizado pelo LinkedIn, 9 entre as 15 áreas com mais ascensão estão relacionadas à Tecnologia da Informação, Inteligência Artificial, internet, softwares e programação. Isso porque o mundo está cada vez mais digital – e precisa urgentemente de pessoas aptas e com vontade de desenvolver novos serviços nessas áreas.

O Engenheiro de Computação atua nas mais diversas áreas, construindo soluções de Engenharia que integram hardware e software de maneira ágil, segura e eficiente. Conceitos, componentes, práticas e ferramentas da computação, tecnologia da informação e eletrônica digital são os principais componentes dessas soluções.
A formação sólida e simultânea em Engenharia e em Computação torna esse profissional inovador, criativo, empreendedor e um ótimo executivo na proposição e desenvolvimento de soluções para cidades inteligentes, para a automação industrial e comercial, na otimização de processos e logística, de maneira isolada, composta com as outras modalidades de Engenharia ou qualquer outra área de forma multidisciplinar.

O mercado de trabalho para o Engenheiro de Computação é amplo, promissor e altamente potencializado, pois a computação tem se tornado ubíqua e presente em todas as dimensões da sociedade para a criação de soluções para a integração de hardware e software. Com isso, há oportunidades em empresas de diversos ramos de atividades e setores.

O curso de Engenharia de Computação oferecido pela Mauá forma profissionais com uma visão ampla do potencial da computação para a resolução de problemas da sociedade, capazes de propor e desenvolver soluções inovadoras para a transformação digital nos setores Industrial, Comercial e de Serviços com a aplicação da Inteligência Artificial, da Ciência de Dados, projetando e implantando redes e infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI), com a engenharia de software, a computação em nuvens, a segurança cibernética, a internet das coisas e várias outras competências na construção de soluções.

Conheça, ainda, as áreas de Ciência da Computação e Sistemas e Informação da Mauá, e suas diferenças!

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO

Com a 4.ª Revolução Industrial e a Indústria 4.0, vemos cada vez mais robôs dominando as linhas de produção na fabricação de produtos em massa.

Agora, o que o futuro breve nos reserva é proporcionar o contato cada vez maior com máquinas que sairão do ambiente industrial e passarão a fazer parte de nosso cotidiano e de nossas casas para executarem algumas tarefas e trabalharem na resolução de problemas – a chamada Robótica de Serviço!

Para essa novidade, o mercado precisará de profissionais capacitados para trabalharem não só no desenvolvimento (físico – hardware, softwares) e manutenção desses robôs, como também na elaboração de algoritmos para permitir que essas máquinas aprendam de forma independente (Machine Learning – Inteligência Artificial), por meio de linguagens de programação.

A Mauá é uma das principais referências em Robótica no Brasil. Tudo graças a parcerias com renomadas marcas fabricante de robôs industriais, que trazem ao nosso Campus equipamentos de última geração para estimular o desenvolvimento tecnológico!

Os robôs aqui da Mauá são muito similares aos das indústrias. O aluno, por meio de atividades práticas, já consegue um diferencial competitivo no mercado de trabalho ao se familiarizar com os equipamentos ainda no ambiente acadêmico.

ENGENHARIA ELÉTRICA

A Engenharia Elétrica está no nosso cotidiano, presente nas diversas áreas industriais, em Sistemas de Transporte, na Automação de instalações elétricas prediais e comerciais, entre outras.

O engenheiro eletricista atua na geração, distribuição e conversão eficiente da energia elétrica. Muito além da geração convencional (hidráulica ou térmica), hoje é questão obrigatória a análise de fontes alternativas de energia (eólica, solar etc.). Adicionalmente, é crescente a busca por novas fontes de energia elétrica alternativa e por projetos que resultem num melhor aproveitamento da energia e em eficiência energética.

Cada vez mais, as unidades geradoras de pequeno porte estão presentes, levando os profissionais a desafios crescentes na área de distribuição de energia, convergindo para redes inteligentes e toda uma nova regulamentação do setor. Esses aspectos são ainda mais evidenciados pela imensidão territorial de nosso País.

A Mauá oferece a seu aluno de Engenheira Elétrica uma formação que, além de fortemente alicerçada nos conceitos fundamentais da Engenharia, permeia e entrelaça as áreas de Conversão de Energia, Regulamentação, Proteção, Distribuição e Energias Alternativas. Embora científico e tecnológico, o curso de Engenharia Elétrica também dá aos seus alunos a base para um pensamento humanístico e social que faz do profissional um elemento de atuação diferenciada na sociedade.

ENGENHARIA ELETRÔNICA

A Engenharia Eletrônica está em nosso cotidiano, presente nas mais diversas áreas: Comunicação e Telecomunicações, Transporte, Sistemas Computadorizados, Controle de Processos, Entretenimento, Segurança, Automação Predial e Industrial, Indústria de Eletrodomésticos e Equipamentos Médicos, entre muitas outras.

Essa amplitude de aplicações para o engenheiro eletrônico, com uma formação ampla e diversificada, faz com que o profissional esteja preparado para assumir projetos que vão desde minúsculos circuitos eletrônicos até imensas redes de comunicação.

Internet das Coisas (IoT) e Machine Learning, Eletrônica de Potência, Tratamento de Sinais (monitoramento, processamento e análise de sinais), Segurança da Informação, setor Automotivo e os novos veículos híbridos e elétricos, são áreas em ascensão que necessitam diretamente das ações desse profissional.

A Mauá oferece a seu aluno de Engenheira Eletrônica uma formação com base nos conceitos fundamentais da Engenharia com as áreas de Telecomunicações, Sistemas Computacionais, Eletrônica e Automação de Processos Industriais. Embora científica e tecnológica, a formação também valoriza os aspectos humanísticos e sociais que tornam o profissional um elemento de atuação diferenciada para a sociedade.

ENGENHARIA MECÂNICA

A Engenharia Mecânica trabalha por soluções para satisfazer necessidades da sociedade com tecnologias apropriadas. Para isso, ela projeta e desenvolve processos de fabricação de produtos consumidos no cotidiano, de máquinas e equipamentos industriais e de instalações industriais e de geração ou transformação de energia.

O engenheiro mecânico poderá desenvolver atividades nas áreas de Projeto, Fabricação, Manutenção e Serviços, desenvolvendo produtos de consumo, projeto de máquinas, instalações industriais, equipamentos de processos, ferramentas e meios para fabricar máquinas e produtos, além de administrar a manufatura, aplicar técnicas para garantir que máquinas e instalações estejam sempre operantes e utilizar competências técnicas e gerenciais em compras, vendas, marketing industrial e assistência técnica de produtos de alta tecnologia.

A graduação em Engenharia Mecânica é uma das mais abrangentes modalidades da Engenharia. Ela trata de tudo o que se move, de brinquedos a fábricas (com tudo o que está dentro), passando por eletrodomésticos, embarcações, veículos etc. Além disso, ela trata de instalações de conversão de energia como hidroelétricas e termoelétricas, instalações de ar-condicionado, de geração de vapor e frigoríficas.

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Falar do profissional de Engenharia de Produção é, a princípio, pensar naquele que trabalha na maior parte do tempo no chão de fábrica, apto a pensar nos processos produtivos e na gestão das pessoas, com o objetivo de melhorar e otimizar os recursos, diminuir tempo de produção, custo, entre outras coisas.

Hoje, entretanto, é comum ver esses mesmos profissionais trabalhando na área financeira. Mas o que mudou?

Com a Pandemia nós pudemos perceber sérios problemas nas áreas de Supply Chain – cadeia de Logística e Suprimentos: a distribuição de oxigênio, a criação de hospitais de campanha, a distribuição das vacinas, são somente alguns dos pontos críticos deste período que merecem ser revistos.

Com isso, é notória a necessidade de profissionais que tenham uma visão mais sensível, apta a abranger o todo, pensar em soluções mais assertivas e, com isso, chegar ao resultado desejado pelas empresas.

Hoje, o Engenheiro de Produção saiu do chão de fábrica e passou a ocupar, também, altos cargos nas áreas de Gestão, Financeira, Marketing, entre outros, por possuir conhecimento técnico e científico, além de uma visão sistêmica e empreendedora para resolver problemas.

ENGENHARIA QUÍMICA

Essa é a área mais abrangente da Engenharia e compreende todas as etapas de criação, desenvolvimento, melhoramento e aplicação dos processos químicos e bioquímicos e dos seus produtos. Compreende o projeto, a construção, o dimensionamento, a gestão, a operação e o controle de plantas industriais que realizam esses processos, incluindo a disposição e o tratamento de resíduos, o monitoramento e a redução de impactos ambientais e o controle de poluição ambiental (ar, água e solo).

O Engenheiro Químico pode atuar em indústrias, nas quais a química se faz presente, em empresas de serviços e consultorias; laboratórios; institutos de pesquisas; instituições públicas e universidades. Nesses setores ele pode atender várias áreas de atuação, como engenheiro de: projeto, produto, processo, produção, desenvolvimento, manutenção, segurança, qualidade, aplicações, assistência técnica, suprimentos e vendas; diversos cargos em nível de gerência, pesquisador e professor.

O campo de atuação compreende todas as indústrias: petroquímica, polímeros, química fina, inorgânica, polpa de celulose e papel, tintas, vernizes, explosivos, farmacêutica, alimentos, tratamento de águas, cerâmica, cimento, vidro, galvanoplastia e outras.

CONHEÇA OS OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS NA MAUÁ!

Administração | Ciência da Computação | Design | Sistemas de Informação

INSCREVA-SE NO VESTIBULAR MAUÁ 2022!

Cursos de Administração, Ciência da Computação, Design, Engenharias e Sistemas de Informação.
maua.br/vestibular

Destaque

Brasil tem maior conjunto de fintechs da América Latina, tema é foco em estudos da ESEG – Faculdade do Grupo Etapa

O Núcleo de Economia e Finanças e a matriz curricular voltada para tecnologia incentivam pesquisa em startups financeiras

Publicado

em

por

Fintechs, startups de tecnologia financeira, ajudam consumidores, empreendedores e empresas no gerenciamento de rotinas de serviços financeiros com a automatização dessas demandas. Como o conceito vem ganhando cada vez mais destaque, na ESEG – Faculdade do Grupo Etapa estudantes realizaram seus Trabalhos de Graduação (TGs) para identificar os impactos que as fintechs possuem em bancos tradicionais.

Essa visibilidade no Brasil é comprovada pelo relatório 2021 Global Fintech Rankings, no qual o país obteve resultado como o maior da América Latina com relação ao conjunto de fintechs. Além disso, o estudo aponta que ao todo são 108 fintechs brasileiras consideradas unicórnios – avaliadas acima de US$ 1 bilhão.

Um dos pontos que cooperou para o funcionamento da fintechs foi a oficialização pelo Banco Central do Brasil da Resolução CMN nº 4.656 em 2018, uma regulamentação dessas empresas para empréstimos e financiamentos. Além dos serviços convencionados, como: conta digital, cartão de crédito e débito, seguro, controle financeiro e investimento.
O fato da maioria dessas startups permitir o controle dos serviços financeiros por meio de smartphones e internet, sem que o cliente precise ir a um local físico, é um dos motivos de concorrer com bancos e corretoras convencionais. Outro fator, é o custo operacional abaixo da média ou até inexistente.

A transformação dos bancos tradicionais para o cenário digital foi tema de dois TGs da ESEG em 2020 e 2021, pelos já formados Lucas Henrique Araújo e Matheus Santos em Engenharia de Produção. Ambos estudaram os impactos das fintechs na atuação dos bancos tradicionais com relação a mudanças na estrutura e no posicionamento. Lucas analisou o caso do Banco Itaú e Banco Inter, já Matheus, comparou o Banco Itaú com a plataforma de serviços financeiros PagSeguro.

A ESEG – Faculdade do Grupo Etapa está com inscrições abertas para o processo seletivo do 1º semestre de 2022, para os cursos de Administração, Direito, Economia, Engenharia de Computação e Engenharia de Produção. Tanto no vestibular quanto com a utilização da nota do Enem, o candidato pode conquistar uma bolsa de estudo válida até o fim da graduação.

Serviço

Processo Seletivo ESEG 2022 – 1º Semestre

Cursos: Administração, Economia, Direito, Engenharia de Computação e Engenharia de Produção
Provas digitais

16/12/2021, às 18h – Inscrições até as 23h59 de 15/12/2021

18/12/2021, às 9h – Inscrições até as 14h de 17/12/2021

Prova presencial

29/01/2022, às 13h – Inscrições até as 14h de 28/01/2022

Taxas

Vestibular: R$ 45,00
Enem: isento
Inscrição e mais informações: eseg.edu.br/vestibular2022

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Presidente altera legislação do Programa Universidade para Todos – Prouni

As alterações no Prouni têm o objetivo de ampliar as políticas de inclusão na educação superior

Publicado

em

por

Resultado da Lista de Espera do Prouni 2021.2

O presidente Jair Bolsonaro assinou, na última segunda-feira (6), medida provisória (MP) que altera o Programa Universidade para Todos (Prouni), que concede bolsas de estudo integrais e parciais em faculdades particulares. A MP foi publicada ontem (7) no Diário Oficial da União.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, a medida busca ampliar o acesso a estudantes egressos do ensino médio privado que fizeram o curso com bolsas parciais. Na seleção, também está incluída a possibilidade de dispensa de apresentação do documento que comprovem a renda familiar e a situação de pessoas com deficiência, quando as informações estiverem disponíveis em bancos de dados de órgãos do governo.

Além disso, houve alteração na reserva de cotas destinadas a negros, povos indígenas e pessoas com deficiência. Com a medida, o percentual de pretos, pardos ou indígenas e pessoas com deficiência será considerado de forma isolada, e não mais em conjunto.

A MP também prevê a inclusão de penalidade de suspensão imposta para quem descumpre as obrigações assumidas no termo de adesão e a readmissão da mantenedora da universidade punida com a desvinculação.

Segundo o órgão, as alterações têm o objetivo de “ampliar as políticas de inclusão na educação superior, diminuindo a ociosidade na ocupação de vagas antes disponibilizadas, e promover o incremento de mecanismos de controle e integridade e a desburocratização”.

Fonte: Agência Brasil

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

USF inscreve para o Vestibular de Medicina 2022

O Vestibular de Medicina da USF utiliza os resultados obtidos pelo candidato no ENEM dos anos de 2015 a 2020

Publicado

em

por

USF está com inscrições abertas para o Vestibular Social

A Universidade São Francisco (USF) segue com as inscrições abertas para o Vestibular 2022 do Curso de Medicina, até 17 de janeiro de 2022.

USF Vestibular Medicina 2022

Devido ao cenário, decorrente da pandemia da COVID-19, o Vestibular será realizado por meio do aproveitamento dos resultados obtidos pelo candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

A taxa de inscrição é de R$ 300 e as inscrições podem ser feitas em usf.edu.br/vestibular

Seleção

O Processo Seletivo utiliza os resultados obtidos pelo candidato no ENEM dos anos de 2015 a 2020, sendo considerada, para fins de seleção e classificação. Será avaliada a maior pontuação obtida pelo candidato nos exames dos anos produzidos.

Serão classificados, exclusivamente, os candidatos que preencherem a pontuação final igual ou acima de 2500 pontos e que não terão zerado na redação.

Medicina USF

O Curso de Medicina está localizado no Câmpus Bragança Paulista, mesmo local onde está instalado o Hospital Universitário São Francisco (HUSF), considerado o hospital geral mais importante da região bragantina em razão de suas atividades de alta complexidade, desenvolvimento de pesquisas e intervenções de elevada especialização.

Com ênfase em práticas profissionais desde o primeiro ano, aliando teoria e prática, além do uso de tecnologias facilitadoras da rotina de estudos, o Curso de Medicina da USF é nota máxima no MEC.

Com matriz curricular atualizada e moderna infraestrutura – que compreende espaços como o Centro de Simulação Realística, Centro de Estudos de Anatomia, ampla rede de estágio e inserção na rede básica de saúde -, os estudantes e docentes atuam também em hospitais, unidades básicas de saúde, ambulatórios, unidades de estratégia de saúde da família, entre tantos outros espaços.

Para acompanhar as transformações da profissão e preparar os estudantes para os desafios da carreira, a USF investe em formação contínua para o corpo docente e oferece o Med Experience para os estudantes.

Inscrições em: usf.edu.br/vestibular.

Continue lendo