Siga-nos!

Destaque

Instituto Mauá oferece 9 cursos de Engenharia e um deles é a sua cara. Vem ver!

Se você pretende ser um profissional da Engenharia, este texto da Mauá será valioso para a sua escolha do melhor ramo de atuação!

Publicado

em

Instituto Mauá oferece 9 cursos de Engenharia e um deles é a sua cara. Vem ver!

Se o seu desejo é iniciar o curso de Engenharia em 2022, você não pode perder o Processo Seletivo da Mauá!

São 9 opções de Graduação (Engenharia de Alimentos; Engenharia Civil; Engenharia de Computação; Engenharia de Controle e Automação; Engenharia Elétrica; Engenharia Eletrônica; Engenharia Mecânica; Engenharia de Produção; Engenharia Química), além de cursos nas áreas de Administração, Ciência da Computação, Design e Sistemas de Informação!

60 bolsas de estudo serão oferecidas aos mais bem colocados. Saiba mais e faça a sua inscrição em:
maua.br/vestibular

As Ciências são essenciais para o nosso desenvolvimento e da nossa vida em sociedade. Atualmente, com a Pandemia, nós pudemos perceber ainda mais a importância dos profissionais de todas as áreas da Ciência para sanar problemas urgentes e recorrentes no Brasil e no mundo.

As soluções em Engenharia vêm para trazer ideias inovadoras e recursos que facilitem o nosso dia a dia e melhorem a nossa qualidade de vida. Com isso, engenheiros de todos os ramos são altamente requisitados e um dos mais bem remunerados no mercado de trabalho – e a área está sempre em ascensão. Se você pretende ser um profissional da Engenharia, este texto será valioso para a sua escolha do melhor ramo de atuação! Confira abaixo os diferenciais de cada área e de cada curso oferecido aqui na Mauá.

ENGENHARIA DE ALIMENTOS

A área de produção de alimentos vem se desenvolvendo e a cada dia cresce a necessidade de profissionais especializados para atender essa demanda. O engenheiro de alimentos pode atuar nas mais diversas áreas relacionadas à cadeia alimentícia: Produção Industrial, Desenvolvimento de Produtos, Otimização de Processos, Garantia da Qualidade, Consultoria, Fiscalização ou até mesmo nas áreas comerciais e de marketing de produtos alimentícios.

A graduação em Engenharia de Alimentos da Mauá oferece um intenso programa prático que leva o aluno desde as primeiras séries para os laboratórios didáticos e de pesquisa e de processamento em pequena escala. O campus conta ainda com uma instalação semi-industrial capaz de simular a produção de diversos produtos, semelhante ao que fazem as indústrias de alimentos.

ENGENHARIA CIVIL

Atualmente o ramo da Engenharia Civil avança muito em Tecnologia.

As cidades Inteligentes – ou Smart Cities – prometem proporcionar à sociedade um ambiente mais acolhedor e repleto de novos recursos que buscam facilitar o dia a dia, além de cuidar dos temas relevantes à nossa sobrevivência e ao futuro do Planeta: a busca por recursos e soluções mais sustentáveis nunca esteve tão em alta.

O novo profissional de Engenharia Civil será o responsável pela inovação na área, desenvolvendo novos formatos e soluções para o Transporte (portos, aeroportos, ferrovias, entre outros) e para as diversas obras civis, utilizando ferramentas como o BIM, uma plataforma da Autodesk que integra as todas as áreas e etapas do processo, podendo criar o que chamamos de gêmeos digitais, uma versão digital das obras ou reparos em andamento onde seja possível visualizar e testar ideias inovadoras.

Com sua inteligência emocional (sofk skills) e visão sistêmica, ele também poderá criar apps e programações para monitoramento de viadutos, pavimentos, agronegócio, entre outros.

O curso de Engenharia Civil da Mauá tem uma área de atuação ampla que exige do profissional uma formação diversificada, a fim de atender obras distintas: construção de edifícios residenciais, ferrovias, aeroportos ou até mesmo o planejamento de sistemas de saneamento básico para cidades, podendo trabalhar com arquitetos e ambientalistas em grandes construções.

ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

De acordo com o levantamento “Profissões Emergentes 2020”, realizado pelo LinkedIn, 9 entre as 15 áreas com mais ascensão estão relacionadas à Tecnologia da Informação, Inteligência Artificial, internet, softwares e programação. Isso porque o mundo está cada vez mais digital – e precisa urgentemente de pessoas aptas e com vontade de desenvolver novos serviços nessas áreas.

O Engenheiro de Computação atua nas mais diversas áreas, construindo soluções de Engenharia que integram hardware e software de maneira ágil, segura e eficiente. Conceitos, componentes, práticas e ferramentas da computação, tecnologia da informação e eletrônica digital são os principais componentes dessas soluções.
A formação sólida e simultânea em Engenharia e em Computação torna esse profissional inovador, criativo, empreendedor e um ótimo executivo na proposição e desenvolvimento de soluções para cidades inteligentes, para a automação industrial e comercial, na otimização de processos e logística, de maneira isolada, composta com as outras modalidades de Engenharia ou qualquer outra área de forma multidisciplinar.

O mercado de trabalho para o Engenheiro de Computação é amplo, promissor e altamente potencializado, pois a computação tem se tornado ubíqua e presente em todas as dimensões da sociedade para a criação de soluções para a integração de hardware e software. Com isso, há oportunidades em empresas de diversos ramos de atividades e setores.

O curso de Engenharia de Computação oferecido pela Mauá forma profissionais com uma visão ampla do potencial da computação para a resolução de problemas da sociedade, capazes de propor e desenvolver soluções inovadoras para a transformação digital nos setores Industrial, Comercial e de Serviços com a aplicação da Inteligência Artificial, da Ciência de Dados, projetando e implantando redes e infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI), com a engenharia de software, a computação em nuvens, a segurança cibernética, a internet das coisas e várias outras competências na construção de soluções.

Conheça, ainda, as áreas de Ciência da Computação e Sistemas e Informação da Mauá, e suas diferenças!

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO

Com a 4.ª Revolução Industrial e a Indústria 4.0, vemos cada vez mais robôs dominando as linhas de produção na fabricação de produtos em massa.

Agora, o que o futuro breve nos reserva é proporcionar o contato cada vez maior com máquinas que sairão do ambiente industrial e passarão a fazer parte de nosso cotidiano e de nossas casas para executarem algumas tarefas e trabalharem na resolução de problemas – a chamada Robótica de Serviço!

Para essa novidade, o mercado precisará de profissionais capacitados para trabalharem não só no desenvolvimento (físico – hardware, softwares) e manutenção desses robôs, como também na elaboração de algoritmos para permitir que essas máquinas aprendam de forma independente (Machine Learning – Inteligência Artificial), por meio de linguagens de programação.

A Mauá é uma das principais referências em Robótica no Brasil. Tudo graças a parcerias com renomadas marcas fabricante de robôs industriais, que trazem ao nosso Campus equipamentos de última geração para estimular o desenvolvimento tecnológico!

Os robôs aqui da Mauá são muito similares aos das indústrias. O aluno, por meio de atividades práticas, já consegue um diferencial competitivo no mercado de trabalho ao se familiarizar com os equipamentos ainda no ambiente acadêmico.

ENGENHARIA ELÉTRICA

A Engenharia Elétrica está no nosso cotidiano, presente nas diversas áreas industriais, em Sistemas de Transporte, na Automação de instalações elétricas prediais e comerciais, entre outras.

O engenheiro eletricista atua na geração, distribuição e conversão eficiente da energia elétrica. Muito além da geração convencional (hidráulica ou térmica), hoje é questão obrigatória a análise de fontes alternativas de energia (eólica, solar etc.). Adicionalmente, é crescente a busca por novas fontes de energia elétrica alternativa e por projetos que resultem num melhor aproveitamento da energia e em eficiência energética.

Cada vez mais, as unidades geradoras de pequeno porte estão presentes, levando os profissionais a desafios crescentes na área de distribuição de energia, convergindo para redes inteligentes e toda uma nova regulamentação do setor. Esses aspectos são ainda mais evidenciados pela imensidão territorial de nosso País.

A Mauá oferece a seu aluno de Engenheira Elétrica uma formação que, além de fortemente alicerçada nos conceitos fundamentais da Engenharia, permeia e entrelaça as áreas de Conversão de Energia, Regulamentação, Proteção, Distribuição e Energias Alternativas. Embora científico e tecnológico, o curso de Engenharia Elétrica também dá aos seus alunos a base para um pensamento humanístico e social que faz do profissional um elemento de atuação diferenciada na sociedade.

ENGENHARIA ELETRÔNICA

A Engenharia Eletrônica está em nosso cotidiano, presente nas mais diversas áreas: Comunicação e Telecomunicações, Transporte, Sistemas Computadorizados, Controle de Processos, Entretenimento, Segurança, Automação Predial e Industrial, Indústria de Eletrodomésticos e Equipamentos Médicos, entre muitas outras.

Essa amplitude de aplicações para o engenheiro eletrônico, com uma formação ampla e diversificada, faz com que o profissional esteja preparado para assumir projetos que vão desde minúsculos circuitos eletrônicos até imensas redes de comunicação.

Internet das Coisas (IoT) e Machine Learning, Eletrônica de Potência, Tratamento de Sinais (monitoramento, processamento e análise de sinais), Segurança da Informação, setor Automotivo e os novos veículos híbridos e elétricos, são áreas em ascensão que necessitam diretamente das ações desse profissional.

A Mauá oferece a seu aluno de Engenheira Eletrônica uma formação com base nos conceitos fundamentais da Engenharia com as áreas de Telecomunicações, Sistemas Computacionais, Eletrônica e Automação de Processos Industriais. Embora científica e tecnológica, a formação também valoriza os aspectos humanísticos e sociais que tornam o profissional um elemento de atuação diferenciada para a sociedade.

ENGENHARIA MECÂNICA

A Engenharia Mecânica trabalha por soluções para satisfazer necessidades da sociedade com tecnologias apropriadas. Para isso, ela projeta e desenvolve processos de fabricação de produtos consumidos no cotidiano, de máquinas e equipamentos industriais e de instalações industriais e de geração ou transformação de energia.

O engenheiro mecânico poderá desenvolver atividades nas áreas de Projeto, Fabricação, Manutenção e Serviços, desenvolvendo produtos de consumo, projeto de máquinas, instalações industriais, equipamentos de processos, ferramentas e meios para fabricar máquinas e produtos, além de administrar a manufatura, aplicar técnicas para garantir que máquinas e instalações estejam sempre operantes e utilizar competências técnicas e gerenciais em compras, vendas, marketing industrial e assistência técnica de produtos de alta tecnologia.

A graduação em Engenharia Mecânica é uma das mais abrangentes modalidades da Engenharia. Ela trata de tudo o que se move, de brinquedos a fábricas (com tudo o que está dentro), passando por eletrodomésticos, embarcações, veículos etc. Além disso, ela trata de instalações de conversão de energia como hidroelétricas e termoelétricas, instalações de ar-condicionado, de geração de vapor e frigoríficas.

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Falar do profissional de Engenharia de Produção é, a princípio, pensar naquele que trabalha na maior parte do tempo no chão de fábrica, apto a pensar nos processos produtivos e na gestão das pessoas, com o objetivo de melhorar e otimizar os recursos, diminuir tempo de produção, custo, entre outras coisas.

Hoje, entretanto, é comum ver esses mesmos profissionais trabalhando na área financeira. Mas o que mudou?

Com a Pandemia nós pudemos perceber sérios problemas nas áreas de Supply Chain – cadeia de Logística e Suprimentos: a distribuição de oxigênio, a criação de hospitais de campanha, a distribuição das vacinas, são somente alguns dos pontos críticos deste período que merecem ser revistos.

Com isso, é notória a necessidade de profissionais que tenham uma visão mais sensível, apta a abranger o todo, pensar em soluções mais assertivas e, com isso, chegar ao resultado desejado pelas empresas.

Hoje, o Engenheiro de Produção saiu do chão de fábrica e passou a ocupar, também, altos cargos nas áreas de Gestão, Financeira, Marketing, entre outros, por possuir conhecimento técnico e científico, além de uma visão sistêmica e empreendedora para resolver problemas.

ENGENHARIA QUÍMICA

Essa é a área mais abrangente da Engenharia e compreende todas as etapas de criação, desenvolvimento, melhoramento e aplicação dos processos químicos e bioquímicos e dos seus produtos. Compreende o projeto, a construção, o dimensionamento, a gestão, a operação e o controle de plantas industriais que realizam esses processos, incluindo a disposição e o tratamento de resíduos, o monitoramento e a redução de impactos ambientais e o controle de poluição ambiental (ar, água e solo).

O Engenheiro Químico pode atuar em indústrias, nas quais a química se faz presente, em empresas de serviços e consultorias; laboratórios; institutos de pesquisas; instituições públicas e universidades. Nesses setores ele pode atender várias áreas de atuação, como engenheiro de: projeto, produto, processo, produção, desenvolvimento, manutenção, segurança, qualidade, aplicações, assistência técnica, suprimentos e vendas; diversos cargos em nível de gerência, pesquisador e professor.

O campo de atuação compreende todas as indústrias: petroquímica, polímeros, química fina, inorgânica, polpa de celulose e papel, tintas, vernizes, explosivos, farmacêutica, alimentos, tratamento de águas, cerâmica, cimento, vidro, galvanoplastia e outras.

CONHEÇA OS OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS NA MAUÁ!

Administração | Ciência da Computação | Design | Sistemas de Informação

INSCREVA-SE NO VESTIBULAR MAUÁ 2022!

Cursos de Administração, Ciência da Computação, Design, Engenharias e Sistemas de Informação.
maua.br/vestibular

Destaque

Vestibular de Medicina Unifenas tem inscrições prorrogadas até 30/5

São oferecidas 210 vagas para ingresso no segundo semestre de 2022, sendo 80 em Alfenas e 130 em Belo Horizonte.

Publicado

em

por

Vestibular de Medicina Unifenas 2022/2

As inscrições para o Vestibular de Medicina da Unifenas foram prorrogadas até o dia 30 de maio. São oferecidas 210 vagas para ingresso no segundo semestre de 2022, sendo 80 em Alfenas e 130 em Belo Horizonte.

As inscrições devem ser feitas no site: www.unifenas.br/vestibular.

Os candidatos encontram 4 modalidades de ingresso:

1 – Enem – É aceita a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009 a 2021, sem a necessidade de participar do vestibular. Metade das vagas serão preenchidas nesta modalidade.

2- Prova Tradicional – O exame está marcado para o dia 4 de junho, das 13 às 18 horas, nas cidades de Brasília/DF, Campinas/SP, Curitiba/PR, Goiânia/GO, Ribeirão Preto/SP, São Paulo/SP, Uberlândia/MG, Vitória/ES e nos câmpus da UNIFENAS em Minas Gerais: Alfenas, Belo Horizonte, Campo Belo, Divinópolis, Poços de Caldas e Varginha. O local escolhido para a realização das provas do vestibular independe da cidade em que o curso será ministrado. Metade das vagas serão preenchidas nesta modalidade.

3- Prova Tradicional + Enem – Nesta modalidade o candidato poderá se inscrever nas duas modalidades para concorrer às vagas de Medicina nos câmpus de Alfenas e/ou Belo Horizonte, aumentando suas possibilidades.

4- Prova Tradicional Unificada + Enem – O candidato irá optar na prova Tradicional, em ordem de preferência (1ª e 2ª opção), entre os cursos de Medicina oferecidos pelo câmpus de Alfenas e pelo câmpus de Belo Horizonte. A convocação, em 2ª opção, será realizada somente após as etapas para classificação e convocação dos inscritos em 1ª opção. Pelas notas do ENEM (2009 a 2021), o candidato fará duas inscrições, sendo uma para cada câmpus.

Continue lendo

Destaque

5 dicas para se preparar para os vestibulares de inverno

Publicado

em

por

5 dicas para se preparar para os vestibulares de inverno

A necessidade de estudar e revisar tudo o que foi aprendido em cada disciplina é cada vez maior como forma de se preparar para os próximos vestibulares de inverno. Os estudantes precisam estar bastante focados e bem preparados para encarar a maratona de provas e, dessa forma, ingressar no tão sonhado ensino superior. Por outro lado, nem todos os alunos têm a oportunidade de frequentar um cursinho presencial, por conta de diversos fatores. O principal deles é o alto custo das mensalidades, horários das aulas, trajeto até o local, além de outras despesas.

Uma alternativa para contornar essas dificuldades são os cursos online disponíveis por meio de grandes plataformas digitais na internet, que oferecem uma educação de qualidade e bem acessível. Por meio da tecnologia, os “professores influenciadores” mais conhecidos pelo público estão reunidos em um único espaço virtual. Isso possibilita o aprendizado de uma forma fácil e prática, sem que o aluno precise sair de casa, com horários mais flexíveis, além de terem uma linguagem simples e bastante didática.

Para o professor e influenciador Michel Arthaud, da Plataforma Professor Ferretto, os preparativos feitos de forma online para os vestibulares têm vários benefícios. “As aulas online trazem diversas vantagens porque o estudante consegue fazer o próprio cronograma de estudos sem sair de casa tornando-se protagonista do seu ensino. Esse aluno conta com diversos materiais, vasto conteúdo e um grupo de professores altamente qualificados para atender a todas as matérias”, diz.

Muito ativo nas redes sociais, o professor Michel também tem o canal do Youtube Café com Química, que mantém mais de 110 mil inscritos e seguidores. Desde 2020 ele uniu forças com outros importantes docentes/influenciadores que também fazem parte do time de professores da Plataforma Professor Ferretto. Essa união ocorreu para oferecer cursos completos em um único universo virtual. Tudo isso, com qualidade e oferecendo um custo/benefício bem acessível aos estudantes com um orçamento mais apertado.

Abaixo, o professor destaca cinco dicas essenciais para que os alunos estudem online para as provas do vestibular de inverno, que acontecem no meio do ano e, sobretudo, para o ENEM que deve ser realizado em novembro:

Organize-se e crie uma rotina de estudos

Para estudar online, é fundamental que o estudante seja organizado e tenha disciplina. Para isso, é preciso que ele crie uma rotina de estudos e consiga equilibrá-la com outros compromissos e atividades, como o lazer, que também é essencial no dia a dia.

“Trace um cronograma, faça planos, definindo as tarefas de maneira específica, com data e horas de estudo marcadas para cumpri-las, e siga esse plano à risca. Eu acredito muito que, quando colocamos um prazo certo para determinada atividade, nossa produtividade aumenta”, explica o professor Michel.

Analise as condições do ambiente de estudo

O ambiente é um fator muito importante na hora de estudar. Tudo ao redor impacta na concentração do aluno e, consequentemente, no rendimento. No caso do estudo online, além de ser necessário ter acesso à internet, é preciso que o local seja tranquilo, tenha uma estrutura adequada e com boa iluminação.

“Quem estuda em casa, deve procurar um lugar reservado e combinar com seus familiares ou outras pessoas que frequentem o mesmo ambiente, para que evitem interrupções durante o horário de estudo. Além disso, nada de estudar com a TV ligada, música ao fundo, celular com o som alto e com mensagens apitando a todo instante, ou qualquer outro fator que irá tirar a sua concentração”, alerta.

Tenha foco e saiba o que cairá nas provas

Para uma rotina de estudos dar certo, além de um bom cronograma, é necessário ter muito foco e concentrar-se especificamente naquilo em que estiver revisando.

“Anote tudo, esteja com todos os materiais necessários, faça resumos e exercícios práticos enquanto estuda, se empenhe e, se for preciso, grave a matéria no celular. Além disso, deixe outras preocupações, planos e pensamentos para outro momento. Pense como toda a atenção e esforço dedicado ao aprendizado compensará futuramente”, aconselha.

Além disso, os editais dos vestibulares são um bom recurso para saber o que vai cair na prova. “Minha dica é: leia sempre o edital de um vestibular. Lá você saberá, literalmente, tudo o que vai cair na prova e, assim, poderá se preparar para o exame, estudando de maneira assertiva e efetiva”, comenta o professor.

Acompanhe seu rendimento

Quando se estuda online, ainda que o aluno passe horas e horas em frente ao computador, de nada adianta se ele não acompanhar o seu rendimento e verificar se, de fato, aprendeu ou não o que está estudando.

“Você precisa progredir enquanto estuda. Do contrário, estará perdendo tempo. Reveja o conteúdo, refaça os exercícios se for necessário, leia muito e pesquise sobre o assunto, aplicando também na prática o que aprendeu na teoria . E procure verificar sempre sua evolução”, ensina o professor Ferretto.

Planeje uma recompensa

Além de todas as dicas anteriores, o professor Michel ainda dá mais uma ideia, válida como um “bônus” para o estudante: Segundo ele, recompensar a si mesmo por cada objetivo atingido nos estudos pode ser um poderoso motivador.

“Recompensas simples, terminar os estudos 15 minutos antes ou mesmo uma checada rápida nas redes sociais – ou seja, fatores que costumam atrapalhar os estudos – podem se tornar uma motivação para que você siga em frente”, finaliza.

Continue lendo

Destaque

Vestibular de Medicina UNIFAGOC encerra inscrições nesta sexta (27)

No vestibular de medicina Unifagoc 2022/2 a seleção será feita por meio de prova presencial e/ou por meio da nota do Enem

Publicado

em

por

Vestibular de Medicina UNIFAGOC - gabarito - Vestibular UNIFAGOC 2022

O UNIFAGOC divulga que estão abertas as inscrições para o Vestibular de Medicina para o segundo semestre de 2022. Neste processo, a seleção será feita por meio de prova presencial, aplicada no dia 05 de junho (domingo), simultaneamente em Ubá e Belo Horizonte e/ou por meio da nota do Enem das edições de 2016 a 2021.

Vestibular de Medicina UNIFAGOC 2022/2

As inscrições ficarão disponíveis até o dia 27 de maio. Os candidatos poderão se inscrever para uma ou para as duas modalidades, prova e nota do Enem. Aqueles que optarem por concorrer em ambas modalidades poderão participar das duas Listas Finais de Classificação.

Clique aqui para se inscrever

Para participar, o candidato deve preencher o formulário de inscrição e realizar o pagamento da taxa que terá os seguintes valores.

Inscrição Dupla: Prova Presencial e Desempenho no ENEM:

R$ 300,00 (trezentos reais) para pagamentos efetuados até 30/04
R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais) para pagamentos efetuados 02/05 até 16/05
R$ 400,00 (quatrocentos reais) para pagamentos efetuados 17/05 até 27/05

Inscrição Única: Prova Presencial

R$ 250,00 (duzentos e cinquenta) para pagamentos efetuados até o dia 30/04;
R$ 300,00 (trezentos e cinquenta reais) para pagamentos efetuados de 02/05 a 16/05;
R$ 350,00 (quatrocentos reais) para pagamentos efetuados de 17/05 a 27/05.

Inscrição Única: Desempenho no ENEM

R$ 100,00 (cem reais) para pagamentos efetuados até o dia 30/04;
R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) para pagamentos efetuados de 02/05 a 16/05
R$ 200,00 (duzentos reais) para pagamentos efetuados de 17/05 a 26/05

Clique aqui para se inscrever

Conforme o edital, serão disponibilizadas 30 vagas, sendo 14 disponíveis pelo Processo Seletivo por meio da prova, 04 para candidatos aprovados no Processo de Aproveitamento do Enem e 12 vagas que serão ocupadas pelos candidatos contemplados com o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), para os que optarem por essa modalidade.

Vale ressaltar que as vagas que não forem preenchidas pelo FIES serão remanejadas para os candidatos que participaram do Processo Seletivo por meio da Nota do Enem. A convocação se dará de acordo com a lista classificatória, até o limite de preenchimento das vagas.

O resultado do Processo Seletivo será divulgado no dia 15 de junho, a partir das 16h, pelo site do UNIFAGOC.

Os aprovados devem efetuar suas matrículas entre os dias 20 e 23 de junho, por meio de uma plataforma on-line disponibilizada pela instituição, no horário das 9h às 17h. É importante lembrar que serão considerados desistentes das vagas os candidatos que não efetuarem matrícula no prazo estipulado.

Mais informações podem ser obtidas pelos seguintes canais de atendimento: 0800 037 5600 e (32) 3539-5620; WhatsApp (32) 99810-5600 ou pelo chat disponível no site comvoce.unifagoc.edu.br.

Continue lendo