Siga-nos!

Matrículas no ensino superior crescem 3,8%, taxa inferior à do último censo

O crescimento do número de matriculados na graduação foi inferior ao registrado nos censos anteriores

Publicado

em

Yara Aquino – Repórter da Agência Brasil Edição: Nádia Franco

O número de estudantes matriculados em cursos de graduação no Brasil cresceu 3,8% de 2012 para 2013. No ano passado, as matrículas superaram 7,3 milhões. A rede privada concentra o maior número de alunos, quase 5,4 milhões de inscritos. Na rede pública, há cerca de 1,9 milhão de estudantes. Os dados são do Censo da Educação Superior 2013, divulgado hoje (9) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O crescimento do número de matriculados na graduação foi inferior ao registrado nos censos anteriores. De 2011 para 2012, o crescimento ficou em 4,4% e, de 2010 para 2011, em 5,6%.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

No ano passado, ingressaram no ensino superior cerca de 2,7 milhões de estudantes. A matrícula na graduação cresceu mais na rede privada (4,5%) do que na rede pública (1,9%) – o censo anterior registrou maior crescimento nas instituições públicas. Neste censo, a rede privada participa com mais de 80% no número de ingressantes em cursos de educação superior de graduação. Quase 1 milhão de estudantes concluíram a educação superior no ano passado.

“Em relação ao ritmo de crescimento, tem que se considerar que, quando chegamos a um determinado patamar, o ritmo tende a diminuir. É natural que isso ocorra”, disse o ministro da Educação, Henrique Paim.

Sobre a redução no ritmo de crescimento das matrículas nas instituições públicas, o ministro atribui à redução das matrículas nas instituições estaduais. “Em função da ampliação das universidades federais em vários estados, tivemos um tolhimento das matriculas nas estaduais. Muitos estados optaram por priorizar recursos da educação para educação básica”, disse em coletiva de imprensa.

Administração é o curso com o maior número de matriculados no país (800.114), seguido por direito (769.889), pedagogia (614.835), ciências contábeis (328.031) e engenharia civil (257.268). Os dez maiores cursos em número de matrículas concentram mais da metade da rede de educação superior no Brasil.

As universidades são minoria entre as instituições de educação superior – são 195, que equivalem a 8,2% do total das instituições de educação superior. As faculdades predominam, são 84,3%. Apesar de o número ser menor, as universidades concentram 53,4% das matrículas em cursos de graduação e 29,2% estão nas faculdades.

As matrículas de pessoas com deficiência cresceram cerca de 50% nos últimos quatro anos. Em 2013, eram 30 mil alunos e, em 2010, 19 mil. A maioria dos estudantes está em cursos de graduação presencial (23 mil).

Levando em conta a educação superior sequencial e a pós-graduação stricto sensu, o número de matriculados no ensino superior no país chega a 7,5 milhões. O Censo da Educação Superior, realizado anualmente pelo Inep, engloba as redes pública e privada de educação superior.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Tradição e qualidade do ensino, são marcas registradas da Graduação em Direito da PUC-SP

São mais de 70 anos de história, formando os advogados mais admirados do Brasil.

Publicado

em

por

A graduação em Direito da PUC-SP é uma das mais reconhecidas do país e tem altos índices de aprovação no exame da OAB, segundo o Anuário Análise Advocacia, forma a maioria dos advogados mais admirados do Brasil e profissionais entre os mais admirados da área jurídica. O curso recebeu o selo OAB Recomenda, certificação que reconhece aqueles com índices elevados de qualidade, a partir de análises como a aprovação no exame da OAB e dados do Enade, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes.

Mercado de trabalho e estágios

A Faculdade de Direito dispõe de uma coordenação de estágio, com professores responsáveis por auxiliar os estudantes na prática jurídica.
O estágio curricular deve ser realizado em instituições públicas ou privadas, conveniadas à Universidade. Os alunos também devem atuar no Escritório Modelo Dom Paulo Evaristo Arns e no Juizado Especial Cível.

Atualmente, mais de 50% dos alunos do curso estagiam, a maioria em órgãos públicos, como o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e a Defensoria Pública do Estado. Os estudantes também estão presentes em escritórios de advocacia de maior destaque, entre eles Machado Meyer Advogados, Mattos Filho, Pinheiro Neto Advogados e Tozzini Freire Advogados, segundo o último ranking da Análise Advocacia, que classifica os escritórios e advogados mais admirados do Brasil.

Trabalho Social

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

O Escritório Modelo Dom Paulo Evaristo Arns é um núcleo extensionista, vinculado à Faculdade de Direito, e sintetiza a experiência acumulada de quase uma década de existência, com relevante história de mobilização e ação em defesa da dignidade humana, expressando uma longa jornada de ações e reflexões jurídicas e multiprofissionais, que têm suas raízes no olhar filosoficamente alargado e compreensivo sobre a vida e suas relações de sustentabilidade. Trata-se de escritório voltado à prestação de serviços de assistência jurídica e judiciária, através do qual os alunos do curso de Direito da PUC-SP podem aprender o exercício do Direito nas mais diversas áreas de atuação: Advocacia, Magistratura, Ministério Público, Procuradoria do Estado, Defensoria Pública, Delegado de Polícia, dentre outras. O estudante aprende na prática a profissão, especialmente a mediação de conflitos e conciliação.
Acesso a portais de periódicos científicos

A PUC-SP possui laboratórios para pesquisas, que auxiliam no desenvolvimento científico e na prática jurídica. Os discentes da graduação em Direito têm acesso a mais de 49 mil periódicos nacionais e estrangeiros em texto completo. Entre as principais fontes de informação estão o Portal de Periódicos da CAPES; a Revista dos Tribunais Online e o Portal de Revistas Científicas da PUC-SP, além de mais de 240 bases de dados e referências com resumos de artigos científicos. Tanto os livros digitais quanto os periódicos podem ser acessados dentro e fora da instituição, a qualquer dia e hora, mediante uso de login e senha individuais. Os estudantes também podem acessar mais de diversos e-books e a Enciclopédia Jurídica da PUC-SP, que já teve mais de cinco milhões de visualizações.

Intercâmbio

O curso de Direito da PUC-SP tem acordos de intercâmbio acadêmico com 57 instituições de ensino superior de 25 países.

Clique aqui para conhecer a grade curricular, valor da mensalidade e corpo docente do curso de Direito da PUC-SP.

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

Unicesumar disponibiliza curso preparatório gratuito para o Enem 2024

A plataforma trabalha com três formatos diferentes de estudo, que se adaptam à disponibilidade do aluno

Publicado

em

por

UniCesumar encerra hoje, 15, as inscrições do Vestibular de Medicina em Corumbá

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontecerá em novembro e, pensando na preparação dos alunos, a Rede Enem, em parceria com a UniCesumar, disponibiliza o curso “Enem Gratuito”, que reúne conteúdos completos para o exame. O curso possui aulas exclusivas, resumos e simulados elaborados por uma equipe especializada.

O Enem Gratuito foi aprovado pelo Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina (CEE-SC) em 2020 e recomendado para escolas de todo o país pelo Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação (Foncede).

O acesso está disponível em www.vempra.unicesumar.edu.br/enem-2024/

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

A plataforma trabalha com três formatos diferentes de estudo, que se adaptam à disponibilidade do aluno: extensivo, semiextensivo e intensivo. O extensivo é destinado aos vestibulandos que pretendem começar do básico e chegar ao avançado, estudando todo o conteúdo e se preparando com antecedência para o exame. Já o semiextensivo tem foco nos conteúdos mais cobrados no Enem, acompanhados de vídeos e textos explicativos com exercícios e revisões. Por sua vez, o intensivo é ideal para os estudantes que têm pouco tempo para se preparar, focando, portanto, nos dez temas mais recorrentes das matérias, totalizando doze semanas de aula.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

Quanto custa a inscrição para o Enem 2024?

Publicado

em

por

Enem 2024

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano começam nesta segunda-feira (26). Quanto custa a taxa de inscrição no Enem 2024?

Quanto custa a inscrição para o Enem 2024?

A taxa é de R$ 85 (oitenta e cinco reais) e poderá ser paga até o dia 12 de junho. Os moradores do Rio Grande do Sul também terão isenção desse valor.

Os resultados dos recursos sobre a isenção da taxa de inscrição foram divulgados na última sexta-feira (24), assim como dos recursos que tratam das justificativas de ausência no Enem 2023, para candidatos que estavam isentos da taxa e faltaram às provas.

Enem 2024

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro. Para se inscrever, os estudantes devem acessar a Página do Participante até 7 de junho e utilizar o cadastro na conta gov.br.

No Rio Grande do Sul, devido à calamidade pública no estado, haverá um calendário estendido, que ainda será divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo