Siga-nos!

Notícias dos Vestibulares e Enem

Objetivo tem novas lives nos dias 13 e 14 de abril

Nos dias 13 e 14 de abril, o Curso e o Colégio Objetivo trazem aos internautas duas lives muito interessantes.

Publicado

em

lives objetivo

Nos dias 13 e 14 de abril, o Curso e o Colégio Objetivo trazem aos internautas duas lives muito interessantes. A primeira delas será “Foco no vestibular: como organizar seu estudo com material do Objetivo”, e acontece no dia 13 de abril, às 19h.

O Prof. Giuseppe Nobilione, coordenador Pedagógico e de Matemática do Objetivo, trará ao vestibulando a temática da importância de um material didático apropriado para quem vai prestar o vestibular, tendo em vista tratar-se de mais um instrumento nas aprovações.

Especificamente ao Objetivo, ele contará em que medida os cadernos de atividades, os de exercícios e tarefas, os livros da Coleção Objetivo, as análises das obras clássicas de literatura e os folhetos do Laboratório de Redação exercem papel preponderante para o sucesso nos exames.

Explicará que é necessário concentrar de maneira didática, dirigida e organizada todo o programa do Ensino Médio, de forma que o estudante não necessite consultar nenhum outro material, economizando, com isso, seu tempo e proporcionando-lhe confiabilidade e segurança. No Objetivo, os autores são os próprios coordenadores e professores. Os mestres trazem a experiência da sala de aula para o material, sabem quais são os pontos que geram mais dúvidas, o tempo demandado para resolver os exercícios que são, inclusive, extraídos dos vestibulares. “O aluno fica familiarizado com o que é cobrado nas provas. Tudo é estruturado de forma a que se alcancem excelentes resultados “, complementa o coordenador.

No dia seguinte (14), às 21h, o Prof. Dany Ribeiro – coordenador de Artes do Ensino Médio no Colégio Objetivo, professor de Linguagem Arquitetônica no Curso Objetivo e de Publicidade e Jornalismo na UNIP – trará um assunto atualíssimo diante da pandemia: o “Espaço digital na Arquitetura Contemporânea”.

Ribeiro explicará que, com a chegada do Coronavírus, o espaço arquitetônico conhecido como moradia passou a ser também digital. E é exatamente isso: com a pandemia, nossos visitantes vêm compartilhar de nossas companhias pelas redes virtuais. O assunto é rico e interessante para reflexão, beirando até um conteúdo filosófico, já que a casa de uma pessoa reflete seu jeito de ser, suas preferências, sua personalidade e deve, por conceito, contemplar conforto, funcionalidade e estética.

Neste sentido, a arquitetura digital vem para somar aos conhecimentos arquitetônicos, na medida em que a tecnologia se faz presente para alcançar o dinamismo e a interatividade em um espaço, bem ao estilo da contemporaneidade.

Dany Ribeiro, que é graduado em Artes Plásticas, pós-graduado em Cinema, em Didática do Ensino Superior e Paisagismo e mestre em Comunicação Social, falará sobre o assunto, trazendo um panorama a quem deseja cursar Arquitetura e Urbanismo, contando, inclusive, que no Objetivo se valoriza a Linguagem Arquitetônica com um curso que leva o mesmo nome.

Quer saber o que é Arquitetura? E o que é a sua ramificação Digital? Quais as áreas de atuação do arquiteto e suas habilidades específicas? Saber desenhar é importante? Saiba tudo isso e muito mais na apresentação.

Acesse as redes oficiais da instituição e aproveite: “Foco no vestibular: como organizar seu estudo com material do Objetivo” e “Espaço digital na Arquitetura Contemporânea”. Clique em:

https://www.facebook.com/ObjetivoOficial/

https://www.youtube.com/user/ObjetivoOficial

https://www.linkedin.com/company/col%C3%A9gio-e-curso-objetivo

RECOMENDAMOS

Destaque

MEC estuda criação da primeira universidade federal digital do país

O Ministério da Educação (MEC) planeja criar uma universidade federal digital para, segundo o ministro Milton Ribeiro, ampliar o acesso dos estudantes de todo o país à rede pública federal de ensino.

Publicado

em

por

O Ministério da Educação (MEC) planeja criar uma universidade federal digital para, segundo o ministro Milton Ribeiro, ampliar o acesso dos estudantes de todo o país à rede pública federal de ensino.

“Queremos criar a primeira universidade federal digital no país e ampliar o acesso a todos”, disse o ministro ao participar, ontem (16), de audiência pública na Comissão de Educação do Senado.

Um documento preliminar do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, de maio deste ano, cita a avaliação de viabilidade da iniciativa entre as metas da Secretaria de Educação Superior (Sesu-MEC) para promover a educação à distância nas instituições federais de ensino superior por meio do programa Reuni Digital.

Hoje, no Senado, o ministro Milton Ribeiro disse que a iniciativa segue o modelo já implementado por outros países e respeita as diretrizes, metas e estratégias definidas no Plano Nacional de Educação (PNE). De acordo com o ministro, o uso das modernas tecnologias de informação podem baratear os custos do ensino de qualidade.

“É isso que temos visto em grandes países que estão desenvolvendo essa ferramenta. Vamos começar com alguns cursos e todos vão poder ter acesso, pois com 400, 500 professores, eu posso atingir a milhões de alunos no país todo, obedecendo às premissas do PNE”, disse o ministro.

O ministro lembrou que, nos últimos anos, o orçamento das universidades federais foi impactado pela crise econômica e, principalmente, pela pandemia da covid-19.

“Quando falamos em diminuição das verbas para as universidades federais, eu concordo plenamente. Vejo que, em um passado não tão distante, o orçamento do ensino federal era muito grande, muito maior do que o que temos hoje”, disse Ribeiro

“Vale dizer que vivemos tempo de guerra, de pandemia”, acrescentou o ministro, enfatizando que, na proposta orçamentária para 2022, o ministério pede ao Congresso Nacional que autorize um aumento de recursos para a pasta.

“A proposta que o Parlamento vai apreciar fala em um aumento mínimo de cerca de 17% para as universidades federais, e de 28% para os institutos federais. Por que isso? Porque temos 69 universidades federais com 281 campi. E 38 institutos, Cetecs [centros educacionais técnicos], além do Dom Pedro II. E esses, juntos, somam 670 campi. Então, além da visão política de dar mais oportunidade à [formação] de mão de obra técnica, o número de campi [do segundo grupo] é muito maior”, comentou Ribeiro.

Fonte: Agência Brasil

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

Vestibular Famerp 2022 abre inscrições para Medicina, Enfermagem e Psicologia

São oferecidas 160 vagas no Vestibular Famerp 2022, sendo 80 para Medicina, 60 para Enfermagem e 20 para Psicologia.

Publicado

em

por

Vestibular Famerp 2022 abre inscrições para Medicina, Enfermagem e Psicologia

Começam hoje, 17, as inscrições para o Vestibular 2022 da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp).

Vestibular Famerp 2022

Os interessados podem realizar as inscrições no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br), até 18 de novembro de 2021.

As provas serão aplicadas nos dias 14 e 15 de dezembro, nas cidades de Bauru, Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e São Paulo.

Sobre a Famerp

A Famerp é uma instituição de ensino superior pública paulista. São oferecidas 160 vagas, sendo 80 para Medicina, 60 para Enfermagem e 20 para Psicologia.

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

Megavestibular da Estácio concede condições especiais para calouros do segundo semestre

Nos dias 17 e 18 de setembro, a Estácio realizará o Megavestibular e os aprovados poderão receber 70% de desconto durante todo o curso.

Publicado

em

por

Estácio lança novo Megavestibular em julho

Nos dias 17 e 18 de setembro, a Estácio realizará o Megavestibular e os aprovados poderão receber 70% de desconto durante todo o curso. São dezenas de opções em cursos de graduação, disponíveis em quatro modalidades de ensino: Presencial; Semipresencial, Digital e Flex. A campanha não é válida para o curso de medicina.

Megavestibular da Estácio

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas diretamente nas Unidades ou Polos de Ensino Digital, pelo site estacio.br, ou pelos telefones 4003-6767 (Regiões Metropolitanas) ou 0800 880 6767 (Demais regiões).

Os novos estudantes contam ainda com mais um benefício, o seguro educacional que protege os alunos que tenham perdido o emprego. Totalmente sem custos, o benefício garante um crédito de até seis vezes o valor da mensalidade.

Na Estácio os estudantes podem optar entre diversos cursos de graduação como Direito, Nutrição, Psicologia, Educação Física, Pedagogia, Biomedicina, Enfermagem, Administração, entre outros.

RECOMENDAMOS

Continue lendo