Siga-nos!

Destaque

Resultado do ENEM e vestibular começa a ser construído agora

Combinar conteúdo, assuntos atuais e exercícios constantes eleva desempenho de alunos e melhora resultados

Publicado

em

A estudante Maria Eduarda Martins, de Joaçaba (SC), viu sua nota na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), subir de 720 para 980 pontos de um ano para o outro. Quando estava na 2ª série do Ensino Médio ela fez a prova para medir o desempenho e recebeu um alerta: era preciso praticar e aprofundar mais. O resultado veio no ano seguinte, com uma das notas mais altas do estado de Santa Catarina.

O segredo para chegar a esse resultado foi dedicação e muito estudo. Além da grade curricular no Colégio Marista Frei Rogério, Maria Eduarda dedicou o período de contraturno a aulas de aprofundamento e oficinas de redação. “Praticar ao longo de todo o ano foi essencial para meu desempenho. Ler e escrever diferentes gêneros literários me preparou para o momento da prova”, comentou. “Treinar a argumentação, correlação de informações e ideias, praticar o planejamento do texto me ajudou muito na hora de fazer a redação do ENEM de forma mais segura”, conta a aluna, que agora é caloura do curso de Enfermagem.

A professora de redação do Colégio Frei Rogério, Nilva Ouriques, que acompanhou a aluna desde o primeiro ano do Ensino Médio, conta que a preparação é a longo prazo. “Trabalhamos muito com textos dissertativos e debates em sala de aula para que sejam incentivadas as capacidades de argumentação e contraposição, desenvolvendo uma lógica de pensamento”, diz.

Atividades como esta, ressalta a professora, ajudam o estudante a aprender capacidades que farão a diferença no momento de estruturar o projeto de texto. Assim, na hora do exame, que exige um tempo limitado para o término da redação, o estudante estará mais preparado para escolher uma abordagem e desenvolver uma justificativa interessante.

O coordenador do Ensino Médio do Colégio Frei Rogério, Robinson de Vargas, explica que as aulas de aprofundamento acontecem durante duas horas, uma vez por semana. O objetivo é oferecer um reforço de conteúdos que busca consolidar temas específicos, desenvolvendo níveis mentais mais complexos.

“Procuramos não sobrecarregar os estudantes para que o conteúdo do currículo normal seja bem absorvido. A aula de aprofundamento vem para fortalecer disciplinas pontuais e sanar questões específicas de alunos que querem tentar provas mais concorridas no País”, explica. Nesta proposta, há uma mudança na dinâmica do aprendizado, pois o professor cumpre o papel de mediador. “Os alunos se reúnem em pequenos grupos para fazer exercícios de aprofundamento e aprenderem juntos. O professor apenas conduz a atividade e direciona os questionamentos para que eles sejam os protagonistas”, conclui Vargas.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastra-se!

RECOMENDAMOS

Destaque

Resultado do Prouni 2022 – 2º semestre

Publicado

em

por

Resultado do Prouni 2022 - 1ª chamada

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre de 2022 terminaram na última sexta-feira, 05 de agosto. Nessa edição são ofertadas mais de 190 mil bolsas de estudo. O resultado do Prouni é divulgado em duas chamadas: a primeira sairá hoje, dia 9 de agosto, e a segunda, no dia 22 de agosto.

Resultado do Prouni 2022/2

A consulta pode ser feita no site: https://acessounico.mec.gov.br/prouni

Cronograma

Inscrições: 1º a 5 de agosto

Resultado da 1ª chamada: 9 de agosto

Comprovação das informações: 9 a 17 de agosto

Resultado da 2ª chamada: 22 de agosto

Comprovação das informações da 2ª chamada: 22 a 31 de agosto

Lista de espera: 5 a 6 de setembro

Resultado da lista de espera: 9 de setembro

Comprovação das informações: 10 a 16 de setembro

Assessoria de Comunicação Social do MEC informações da SESU.

Sobre o Prouni

Podem participar do processo seletivo candidatos brasileiros sem diploma de curso superior, que tenham realizado as edições de 2021 e/ou de 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sendo considerada a edição com a melhor média de notas. É necessário atingir, no mínimo, 450 pontos na média das notas e não ter zerado a redação. Outra exigência é a de não ter participado do Enem na condição de treineiro.

É necessário observar também os critérios de renda, que não foram alterados: para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio; e para a bolsa parcial (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa da família.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastra-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Cadernos de prova do Enem 2022 já estão prontos, diz presidente do Inep

Os cadernos de provas da edição deste ano do Enem já foram montados em ambiente seguro e as mídias digitais já estão prontas para impressão

Publicado

em

por

Não paguei a taxa de inscrição do Enem 2022. E agora?

Os cadernos de provas da edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já foram montados em ambiente seguro e as mídias digitais já estão prontas para serem enviadas para a gráfica nesta semana. Quem antecipou as informações foi Carlos Moreno, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em entrevista para o programa A Voz do Brasil da última sexta-feira (5).

O presidente do Inep lembrou as datas de realização das provas: 13 e 20 de novembro para o público em geral e 10 e 11 de janeiro para a população privada de liberdade.

Novidades

Neste ano, tanto a edição impressa quanto a digital do Enem serão realizadas no mesmo dia. “Com os mesmos itens e com o mesmo tema de redação”. Dentre as novidades nesta edição, está a possibilidade de os candidatos apresentarem documentos digitais no dia das provas, como o e-Título, Carteira Nacional de Habilitação Digital e o RG digital como documentos válidos. No entanto, só serão aceitos documentos apresentados em seus respectivos aplicativos, como o Gov.Br. Imagens de tela não serão aceitas.

Os protocolos contra a covid-19 se mantêm. Entre eles, a alocação dos estudantes nas salas de aula com distanciamento; o uso de máscara por parte dos aplicadores, fiscais e coordenadores e a higienização de ambientes. “Nós recomendamos que cada participante leve o seu próprio kit de proteção”, disse.

Segundo Moreno, o Enem é a principal porta de entrada para o Ensino Superior pois dá acesso a iniciativas como o Fundo de Financiamento da Educação (Fies), o Programa Universidade Para Todos (Prouni), o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e a Lei de Cotas. “O Enem ancora essas políticas públicas já consolidadas”, diz.

Fonte: Agência Brasil

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastra-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Inscrições do Prouni terminam às 23h59 de hoje (5/8)

Os estudantes terão até amanhã (5.8), às 23h59, para se inscreverem no Programa. Outra data que mudou é a do resultado da 1ª chamada, que sairá na terça-feira (9.8)

Publicado

em

por

Resultado do Prouni 2022 - 1ª chamada

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre de 2022 foram prorrogadas para essa sexta-feira, 05 de agosto, às 23h59, exclusivamente, pela internet, no Portal Único de Acesso ao Ensino Superior (acessounico.mec.gov.br/prouni)

Nessa edição são ofertadas mais de 190 mil bolsas de estudo. Os candidatos devem ficar atentos ao prazo final de inscrição (23h59 do dia 5.8), que é também o limite de prazo para alterar as opções de curso escolhidas inicialmente. O resultado do Prouni é divulgado em duas chamadas: a primeira sairá na próxima terça-feira, dia 9 de agosto, e a segunda, no dia 22 de agosto. Assim como o prazo de inscrição, a data do resultado da primeira chamada também foi prorrogada em um dia.

Podem participar do processo seletivo candidatos brasileiros sem diploma de curso superior, que tenham realizado as edições de 2021 e/ou de 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sendo considerada a edição com a melhor média de notas. É necessário atingir, no mínimo, 450 pontos na média das notas e não ter zerado a redação. Outra exigência é a de não ter participado do Enem na condição de treineiro.

É necessário observar também os critérios de renda, que não foram alterados: para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio; e para a bolsa parcial (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa da família.

Classificação

Nessa edição, em substituição à divulgação da informação da nota de corte, o MEC passa a divulgar a classificação parcial de cada candidato. O sistema irá ranquear, durante o período de inscrição, as posições de cada estudante em relação aos seus concorrentes diretos, ou seja, aqueles candidatos de igual perfil, que selecionaram as mesmas opções no ato da inscrição, considerando a priorização da ordem de classificação, conforme definido nos normativos do Prouni.

A pré-seleção dos inscritos ocorrerá de acordo com a classificação, que observará o limite das bolsas disponibilizadas por curso, turno e local de oferta da instituição, bem como por tipo de modalidade de concorrência, conforme indicado no ato da inscrição. Dentro de cada modalidade de concorrência e suas subdivisões deverá ser obedecida a ordem decrescente das notas do Enem, seja na edição de 2021 ou na de 2020, e priorizada a seguinte ordem:

I – professor da rede pública de ensino, exclusivamente para os cursos de licenciatura e pedagogia destinados à formação do magistério da educação básica, se for o caso e se houver inscritos nessa situação;

II – estudante que tenha cursado o ensino médio integralmente em escola da rede pública;

III – estudante que tenha cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

IV – estudante que tenha cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista parcial da respectiva instituição ou sem a condição de bolsista;

V – estudante que tenha cursado o ensino médio integralmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição; e

VI – estudante que tenha cursado o ensino médio integralmente em instituição privada, na condição de bolsista parcial da respectiva instituição ou sem a condição de bolsista.

Cronograma

Inscrições: 1º a 5 de agosto

Resultado da 1ª chamada: 9 de agosto

Comprovação das informações: 9 a 17 de agosto

Resultado da 2ª chamada: 22 de agosto

Comprovação das informações da 2ª chamada: 22 a 31 de agosto

Lista de espera: 5 a 6 de setembro

Resultado da lista de espera: 9 de setembro

Comprovação das informações: 10 a 16 de setembro

 

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastra-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo