Siga-nos!

Destaque

Unicamp divulga lista de obras de leitura para os Vestibulares 2024, 2025 e 2026

Após duas edições em que manteve as mesmas obras a Unicamp anunciou as novas listas de leituras indicadas a partir do Vestibular 2024

Publicado

em

Unicamp divulga datas para solicitações de isenção da taxa de inscrição do Vestibular 2023

Após duas edições em que manteve as mesmas obras, devido aos impactos da pandemia de Covid-19 na educação, a Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) anunciou quais serão as novas listas de leituras indicadas para os estudantes, a partir do Vestibular Unicamp 2024. Além disso, a Comvest está reduzindo a quantidade de obras de 10, como havia sido nos dois últimos vestibulares, para nove a cada ano. O objetivo da divulgação com antecedência é permitir o planejamento às escolas e que os vestibulandos tenham um tempo maior para se preparar para as provas. As listas estão disponíveis na página da Comvest na internet (www.comvest.unicamp.br) e apresentadas abaixo. No total das três listas, estão sendo indicadas nove obras novas. A lista para o Vestibular 2023, a ser realizado este ano, já havia sido divulgada e também está disponível na página da Comvest.

Estimular a leitura e o olhar atento e contextualizado para questões que perpassam o mundo contemporâneo e a formação dos estudantes é, na opinião do diretor da Comvest, professor José Alves de Freitas Neto, o objetivo da Comissão ao escolher as obras. “Ao indicar uma lista de obras, a intenção é que os alunos saiam de uma tentativa de decorar escolas literárias ou características de resumo, e tenham o tempo necessário para que possam adentrar o universo da literatura”, afirmou José Alves. Nas edições de 2024 e 2025, serão substituídas quatro obras em cada lista, para que novos títulos sejam inseridos. Já para a edição de 2026, será incluída uma obra nova em relação ao ano anterior.

Novas obras

Desta maneira, para a edição de 2024, passam a integrar a lista, as seguintes obras: Olhos d’Água, de Conceição Evaristo; Canções escolhidas, de Cartola; Casa Velha, de Machado de Assis e Alice no país das maravilhas, de Lewis Carrol. Para o Vestibular Unicamp 2025, as novas obras são A vida não é útil, de Ailton Krenak; Prosas seguidas de odes mínimas, de José Paulo Paes; Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá, de Lima Barreto e Morangos mofados (contos escolhidos), de Caio Fernando Abreu. No Vestibular Unicamp 2026, a obra escolhida para integrar a lista foi No seu pescoço, da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie.

Sobre a diversidade das obras selecionadas, o diretor da Comvest esclareceu que as indicações não consideram somente aspectos estéticos, temporais e literários. “A lista contempla a diversidade e a representatividade que o Vestibular Unicamp tem trazido nos últimos anos. Além disso, coloca autoras e autores que tradicionalmente não constaram em indicações de vestibulares, como é o caso de Conceição Evaristo, Caio Fernando Abreu, Ailton Krenak, que estão ao lado de autores clássicos como Lima Barreto e Machado de Assis”, disse José Alves.

Obras em outras línguas

Pela primeira vez, a Unicamp decidiu inserir na lista, obras cujos textos originais não são em língua portuguesa, como é o caso de Alice no país das maravilhas e No seu pescoço. Para José Alves, a escolha representa uma quebra de paradigma dos vestibulares. “Nós deixamos de trazer apenas literaturas de língua portuguesa e isso é importante, pois a própria Base Nacional Comum Curricular (BNCC) estimula a ampliação do repertório de obras locais, regionais e globais. Desta maneira, queremos que os alunos tenham contato com manifestações artísticas e obras complexas que estão dentro dos códigos estéticos e éticos do universo dos jovens, nesse período de formação escolar”, defendeu.

* 10 canções escolhidas: “Alvorada”, “As rosas não falam”, “Cordas de aço”, “Disfarça e chora”, “O inverno do meu tempo”, “O mundo é um moinho”, “Que é feito de você?”, “Sala de recepção”, “Silêncio de um cipreste”, “Sim”.

** Selecionar qualquer tradução da obra, mas não adaptações.

*** Seis contos escolhidos: “Diálogo”, “Além do Ponto”, “Terça-Feira Gorda”, “Pêra, uva ou maçã?”, “O dia em Júpiter encontrou Saturno”, “Aqueles dois”.

Destaque

Últimos dias de inscrições abertas para o Vestibular de Inverno da PUC-SP

As inscrições para o Vestibular de Inverno da PUC-SP estão abertas até o dia 31 de maio de 2022.

Publicado

em

por

PUC-SP abre inscrições para o vestibular de inverno

As inscrições para o Vestibular de Inverno da PUC-SP estão abertas até o dia 31 de maio de 2022.

Vestibular de Inverno PUC-SP 2022

De acordo com o edital, o processo seletivo será através de prova online ou com a nota do ENEM.

Os que escolherem pela primeira modalidade farão prova online, dia 12/6. Ela será composta de Redação e provas de Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Literatura e Atualidades, conforme estabelecido no Manual do Candidato.

Já pela segunda modalidade, os candidatos poderão usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por meio do resultado obtido pelo(a) candidato(a) nas edições entre 2016 e 2021, desde que a média obtida tenha sido igual ou superior a 450 pontos.

O valor da taxa de inscrição é de R$180,00 para quem optar por fazer a prova online e R$50,00 para que optar por se inscrever com a nota do ENEM.

Cursos oferecidos

  • Administração
  • Ciências Econômicas
  • Design
  • Direito
  • Jornalismo
  • Relações Internacionais

Destaque

Em 2021, a PUC-SP foi eleita a melhor universidade privada do país pelo Guia da Faculdade (antigo Guia do Estudante), publicação do jornal O Estado de S.Paulo em parceria com a empresa Quero Educação. A instituição também é a única universidade privada do estado de São Paulo a figurar entre as 10 melhores do país no ranking internacional QS, da consultoria britânica Quacquarelli Symonds.

Para se inscrever basta acessar o site

Continue lendo

Destaque

Vestibular de Medicina Unifenas tem inscrições prorrogadas até 30/5

São oferecidas 210 vagas para ingresso no segundo semestre de 2022, sendo 80 em Alfenas e 130 em Belo Horizonte.

Publicado

em

por

Vestibular de Medicina Unifenas 2022/2

As inscrições para o Vestibular de Medicina da Unifenas foram prorrogadas até o dia 30 de maio. São oferecidas 210 vagas para ingresso no segundo semestre de 2022, sendo 80 em Alfenas e 130 em Belo Horizonte.

As inscrições devem ser feitas no site: www.unifenas.br/vestibular.

Os candidatos encontram 4 modalidades de ingresso:

1 – Enem – É aceita a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009 a 2021, sem a necessidade de participar do vestibular. Metade das vagas serão preenchidas nesta modalidade.

2- Prova Tradicional – O exame está marcado para o dia 4 de junho, das 13 às 18 horas, nas cidades de Brasília/DF, Campinas/SP, Curitiba/PR, Goiânia/GO, Ribeirão Preto/SP, São Paulo/SP, Uberlândia/MG, Vitória/ES e nos câmpus da UNIFENAS em Minas Gerais: Alfenas, Belo Horizonte, Campo Belo, Divinópolis, Poços de Caldas e Varginha. O local escolhido para a realização das provas do vestibular independe da cidade em que o curso será ministrado. Metade das vagas serão preenchidas nesta modalidade.

3- Prova Tradicional + Enem – Nesta modalidade o candidato poderá se inscrever nas duas modalidades para concorrer às vagas de Medicina nos câmpus de Alfenas e/ou Belo Horizonte, aumentando suas possibilidades.

4- Prova Tradicional Unificada + Enem – O candidato irá optar na prova Tradicional, em ordem de preferência (1ª e 2ª opção), entre os cursos de Medicina oferecidos pelo câmpus de Alfenas e pelo câmpus de Belo Horizonte. A convocação, em 2ª opção, será realizada somente após as etapas para classificação e convocação dos inscritos em 1ª opção. Pelas notas do ENEM (2009 a 2021), o candidato fará duas inscrições, sendo uma para cada câmpus.

Continue lendo

Destaque

5 dicas para se preparar para os vestibulares de inverno

Publicado

em

por

5 dicas para se preparar para os vestibulares de inverno

A necessidade de estudar e revisar tudo o que foi aprendido em cada disciplina é cada vez maior como forma de se preparar para os próximos vestibulares de inverno. Os estudantes precisam estar bastante focados e bem preparados para encarar a maratona de provas e, dessa forma, ingressar no tão sonhado ensino superior. Por outro lado, nem todos os alunos têm a oportunidade de frequentar um cursinho presencial, por conta de diversos fatores. O principal deles é o alto custo das mensalidades, horários das aulas, trajeto até o local, além de outras despesas.

Uma alternativa para contornar essas dificuldades são os cursos online disponíveis por meio de grandes plataformas digitais na internet, que oferecem uma educação de qualidade e bem acessível. Por meio da tecnologia, os “professores influenciadores” mais conhecidos pelo público estão reunidos em um único espaço virtual. Isso possibilita o aprendizado de uma forma fácil e prática, sem que o aluno precise sair de casa, com horários mais flexíveis, além de terem uma linguagem simples e bastante didática.

Para o professor e influenciador Michel Arthaud, da Plataforma Professor Ferretto, os preparativos feitos de forma online para os vestibulares têm vários benefícios. “As aulas online trazem diversas vantagens porque o estudante consegue fazer o próprio cronograma de estudos sem sair de casa tornando-se protagonista do seu ensino. Esse aluno conta com diversos materiais, vasto conteúdo e um grupo de professores altamente qualificados para atender a todas as matérias”, diz.

Muito ativo nas redes sociais, o professor Michel também tem o canal do Youtube Café com Química, que mantém mais de 110 mil inscritos e seguidores. Desde 2020 ele uniu forças com outros importantes docentes/influenciadores que também fazem parte do time de professores da Plataforma Professor Ferretto. Essa união ocorreu para oferecer cursos completos em um único universo virtual. Tudo isso, com qualidade e oferecendo um custo/benefício bem acessível aos estudantes com um orçamento mais apertado.

Abaixo, o professor destaca cinco dicas essenciais para que os alunos estudem online para as provas do vestibular de inverno, que acontecem no meio do ano e, sobretudo, para o ENEM que deve ser realizado em novembro:

Organize-se e crie uma rotina de estudos

Para estudar online, é fundamental que o estudante seja organizado e tenha disciplina. Para isso, é preciso que ele crie uma rotina de estudos e consiga equilibrá-la com outros compromissos e atividades, como o lazer, que também é essencial no dia a dia.

“Trace um cronograma, faça planos, definindo as tarefas de maneira específica, com data e horas de estudo marcadas para cumpri-las, e siga esse plano à risca. Eu acredito muito que, quando colocamos um prazo certo para determinada atividade, nossa produtividade aumenta”, explica o professor Michel.

Analise as condições do ambiente de estudo

O ambiente é um fator muito importante na hora de estudar. Tudo ao redor impacta na concentração do aluno e, consequentemente, no rendimento. No caso do estudo online, além de ser necessário ter acesso à internet, é preciso que o local seja tranquilo, tenha uma estrutura adequada e com boa iluminação.

“Quem estuda em casa, deve procurar um lugar reservado e combinar com seus familiares ou outras pessoas que frequentem o mesmo ambiente, para que evitem interrupções durante o horário de estudo. Além disso, nada de estudar com a TV ligada, música ao fundo, celular com o som alto e com mensagens apitando a todo instante, ou qualquer outro fator que irá tirar a sua concentração”, alerta.

Tenha foco e saiba o que cairá nas provas

Para uma rotina de estudos dar certo, além de um bom cronograma, é necessário ter muito foco e concentrar-se especificamente naquilo em que estiver revisando.

“Anote tudo, esteja com todos os materiais necessários, faça resumos e exercícios práticos enquanto estuda, se empenhe e, se for preciso, grave a matéria no celular. Além disso, deixe outras preocupações, planos e pensamentos para outro momento. Pense como toda a atenção e esforço dedicado ao aprendizado compensará futuramente”, aconselha.

Além disso, os editais dos vestibulares são um bom recurso para saber o que vai cair na prova. “Minha dica é: leia sempre o edital de um vestibular. Lá você saberá, literalmente, tudo o que vai cair na prova e, assim, poderá se preparar para o exame, estudando de maneira assertiva e efetiva”, comenta o professor.

Acompanhe seu rendimento

Quando se estuda online, ainda que o aluno passe horas e horas em frente ao computador, de nada adianta se ele não acompanhar o seu rendimento e verificar se, de fato, aprendeu ou não o que está estudando.

“Você precisa progredir enquanto estuda. Do contrário, estará perdendo tempo. Reveja o conteúdo, refaça os exercícios se for necessário, leia muito e pesquise sobre o assunto, aplicando também na prática o que aprendeu na teoria . E procure verificar sempre sua evolução”, ensina o professor Ferretto.

Planeje uma recompensa

Além de todas as dicas anteriores, o professor Michel ainda dá mais uma ideia, válida como um “bônus” para o estudante: Segundo ele, recompensar a si mesmo por cada objetivo atingido nos estudos pode ser um poderoso motivador.

“Recompensas simples, terminar os estudos 15 minutos antes ou mesmo uma checada rápida nas redes sociais – ou seja, fatores que costumam atrapalhar os estudos – podem se tornar uma motivação para que você siga em frente”, finaliza.

Continue lendo