Siga-nos!

Notícias dos Vestibulares e Enem

Violência no ambiente escolar é menor no Ensino Médio Integral

Pesquisa aponta que, pela visão dos educadores, a ampliação da carga horária e os pilares do Ensino Médio Integral estão relacionados às menores taxas de violência nas escolas

Publicado

em

Obras obrigatórias 2022: Poliedro lista 5 dicas para estudar livros indicados

Estudantes estão mais seguros nas escolas públicas de Ensino Médio Integral (EMI). As instituições registram menos episódios de violência em relação aos colégios com ensino médio regular. Essa constatação é da pesquisa realizada pelo Instituto Sonho Grande, “Percepção da violência no ambiente escolar: análise das escolas integrais e regulares”, que avaliou a perspectiva dos gestores e dos professores em relação ao assunto. O estudo verificou que o índice de violência geral chega a ser 8,6% menor e o índice de violência velada 13,5% inferior, em relação às escolas que não são integrais.

A violência geral inclui a violência explícita, com atentados à vida, roubos e agressões físicas, e a violência velada, que diz respeito às ameaças, ao consumo de drogas e à presença de armas. Os dados foram divulgados no início de dezembro, a partir da análise de informações do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB 2019/INEP).

A publicação destaca que a violência é um problema grave e sistêmico no Brasil. De acordo com o Atlas da Violência (Ipea 2020), entre os jovens, a situação é ainda mais preocupante: o homicídio é a principal causa de morte de pessoas entre 15 e 29 anos. Em 2018, 53% das vítimas eram jovens, totalizando 30.873 vidas perdidas nessa faixa etária, com maior concentração entre os negros.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

“Um ambiente escolar violento traz consequências negativas, como maiores taxas de absenteísmo, abandono e evasão, rotatividade entre professores e gestores, mais dificuldade de concentração e piores níveis de aprendizado e desempenho acadêmico”, registra o documento do Instituto Sonho Grande.

Para entender qual é a diferença nos níveis de violência observados nas unidades de ensino médio regular frente às de Ensino Médio Integral, o estudo comparou escolas parecidas em várias dimensões (como infraestrutura, número de estudantes, desempenho no Ideb) com a principal diferença sendo o tipo de ensino ofertado. Também buscou observar se existe distinção no nível de violência entre as escolas que aumentam a carga horária com atividades complementares e aquelas que ampliam a jornada escolar para conseguir implementar um modelo pedagógico de ensino integral.

Outros dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE/ IBGE) revelaram que a proporção de estudantes que faltaram às aulas por se sentirem inseguros dentro da escola passou de 5,5% em 2009 para 9,5% em 2015. Para os gestores, a violência, o medo e a insegurança também fazem parte da realidade vivenciada. Informações do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB 2019/INEP) mostram que 46,3% dos gestores da rede pública do Ensino Médio registraram a ocorrência de eventos violentos no ambiente escolar, entre eles atentados à vida, roubos com uso de violência ou mesmo ameaças a profissionais por algum estudante.

Ampliação da carga horária e qualidade da educação x redução da violência escolar

A pesquisa ainda avaliou que grande parte da literatura sobre os impactos de curto prazo da educação na violência se preocupa mais com a quantidade de horas que os jovens passam na escola do que com a qualidade desse tempo. Na contramão, os resultados do estudo sugerem que, para reduzir a violência e os comportamentos de risco entre jovens, é mais importante avaliar como o tempo adicional é utilizado, e não apenas ampliar a carga horária.

Investir em um modelo educacional que promove maior aprendizado, com foco no desenvolvimento socioemocional e melhoria do clima escolar entre estudantes, professores, equipes gestoras, família e comunidade, como é o caso da proposta do Ensino Médio Integral, tende a diminuir a probabilidade de que os jovens se envolvam em atividades violentas dentro das escolas.

O currículo do modelo integral centrado no Projeto de Vida dos estudantes, bem como suas expectativas e sonhos para o futuro, tem apresentado resultados positivos em termos de desempenho acadêmico e perspectivas futuras, com maiores taxas de ingresso na educação superior e maior renda. Fatores que podem contribuir para que o jovem acredite nos retornos futuros maiores de uma educação pública de qualidade, desincentivando assim o envolvimento em atividades violentas.

Sobre o Ensino Médio Integral

O Ensino Médio Integral é uma proposta pedagógica multidimensional e moderna. A partir de um modelo de ensino que se conecta à realidade dos jovens e ao desenvolvimento de suas competências cognitivas e socioemocionais, propõe a formação integral dos estudantes.

Entre os pilares trabalhados pelo EMI, estão: tutoria, nivelamento, protagonismo juvenil – com a criação de clubes juvenis e líderes de turma – acolhimento, além de componentes curriculares específicos, como orientação de estudos e práticas experimentais, que promovem a formação completa do estudante, junto às disciplinas tradicionais já previstas.

Em todo o Brasil são cerca de 3720 escolas no modelo e 778 mil estudantes. A modalidade apresentou crescimento exponencial no último IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), reforçando sua assertividade. Os índices de desempenho e rendimento também surpreendem. Enquanto a média nacional do IDEB foi de 3.9 pontos, o Ensino Médio Integral atingiu 4.7 pontos na média nacional, superando a meta Brasil de 4.6 pontos. Apesar de acumular os melhores resultados do Ensino Básico, o modelo, que promove a formação integral e cidadã dos jovens, ainda é pouco conhecido.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Destaque

Últimos dias de inscrições! Vestibular de Inverno Mauá

O Instituto Mauá de Tecnologia oferece um ambiente de ensino dinâmico e interativo, com metodologias de ensino inovadoras que estimulam a participação ativa dos alunos.

Publicado

em

por

O Instituto Mauá de Tecnologia oferece um ambiente de ensino dinâmico e interativo, com metodologias de ensino inovadoras que estimulam a participação ativa dos alunos. Utiliza recursos tecnológicos e práticas pedagógicas modernas.

Aqui na Mauá, você terá contato aprofundado com um corpo docente qualificado, composto por professores com vasta experiência acadêmica e profissional. A instituição oferece uma ampla variedade de cursos de Graduação, todos reconhecidos pela alta qualidade e rigor acadêmico!

– Graduação em Administração
– Graduação em Arquitetura e Urbanismo
– Graduação em Design
– Graduação em 9 Engenharias (Alimentos; Civil; Computação; Controle e Automação; Elétrica; Eletrônica; Mecânica; Produção; Química)
– Graduação em Relações Internacionais
– 3 cursos de Graduação em TI (Ciência da Computação; Inteligência Artificial e Ciência de Dados; Sistemas de Informação)

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Infraestrutura de Ponta

Este é um de seus maiores diferenciais. O Campus horizontal, localizado em São Caetano do Sul – SP (Praça Mauá, 1), é equipado com laboratórios modernos, biblioteca atualizada e salas de aula tecnológicas. Essa infraestrutura permite que os alunos tenham acesso a equipamentos de última geração, facilitando um aprendizado prático e atualizado!

São mais de 130 laboratórios – quase 2 por sala de aula – com recursos de ponta!

Foco na Inovação e Tecnologia

O IMT está na vanguarda da Inovação e da Tecnologia!

Para incentivar a Pesquisa e o Desenvolvimento, oferece aos alunos oportunidades para participarem de projetos inovadores e colaborarem com empresas e com o Centro de Pesquisas – CP-IMT.
A instituição também incentiva o Empreendedorismo, oferecendo suporte e infraestrutura para o desenvolvimento de startups e projetos empreendedores.

Os estudantes também participam de competições e projetos tecnológicos, como competições de Robótica, Engenharia e Inovação. Essas atividades permitem que apliquem seus conhecimentos de forma prática, desenvolvendo habilidades de resolução de problemas e trabalho em equipe.

Aqui, suas ideias podem se transformar em negócios viáveis e sustentáveis!

Parcerias com Empresas

O IMT mantém parcerias estratégicas com diversas empresas e organizações, fundamentais para a inserção do estudante no mercado de trabalho e para a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos em sala de aula!

Programas de Internacionalização

Aqui, são oferecidos programas de intercâmbio, dupla diplomação e cooperação internacional com diversas instituições de ensino ao redor do mundo. Essas oportunidades permitem que os alunos expandam seus horizontes culturais e acadêmicos, adquirindo experiências globais e enriquecedoras para sua formação profissional.

Essential Skills

Além da excelência técnica, o IMT valoriza a formação integral do aluno, incentivando o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, liderança, ética e responsabilidade social. A instituição promove atividades extracurriculares, como esportes, cultura e voluntariado, que contribuem para a formação de profissionais completos e cidadãos conscientes.

Empregabilidade

Os alunos do IMT são altamente valorizados no mercado de trabalho, e a instituição apresenta um alto índice de empregabilidade de seus egressos. As empresas reconhecem a qualidade da formação oferecida pelo Instituto, o que facilita a inserção dos alunos no mercado de trabalho.

Conveniência

No Campus de São Caetano do Sul, os alunos contam com lanchonetes, restaurantes, espaços para atividades físicas, Centro Acadêmico, com mesas de jogos, mercadinho, além de um Transporte Circular que, de forma gratuita, faz o percurso entre o Campus e o Metrô do Sacomã – SP (confira os horários).

Vestibular

O Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) é referência em excelência acadêmica, infraestrutura moderna e enfoque prático na formação de profissionais capacitados para enfrentar os desafios do mercado global!

Ingresse na Mauá em agosto: faça o Vestibular de Inverno e garanta a sua vaga para a Graduação! maua.br/vestibular

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

Faculdade Pitágoras abre inscrições para vestibular de Medicina, no Maranhão

Os estudantes devem efetuar a inscrição até o dia 22 de julho

Publicado

em

por

Pitágoras Eunápolis recebe inscrições para o vestibular de Medicina via Enem até 30/7

Estão abertas as inscrições para o Vestibular Unificado Tradicional das Faculdades Pitágoras de Bacabal e de Codó. Para participar do processo seletivo, os estudantes devem efetuar a inscrição até o dia 22 de julho e a lista de aprovados será divulgada no dia 31 do mesmo mês, para início do curso já no segundo semestre de 2024.

O Vestibular Unificado Tradicional é composto por quatro provas objetivas e uma prova de redação, realizadas em um único dia, de forma on-line em plataforma disponibilizada pela Strix. Como medida de segurança e seriedade, toda a avaliação é gravada, bem como as comunicações entre a equipe responsável pela aplicação e os candidatos, com monitoramento da tela do computador e reconhecimento facial do estudante.

Mais detalhes sobre os requisitos técnicos para a realização da prova, bem como sobre os testes, podem ser encontrados no edital no site da Strix. A taxa de inscrição é no valor de R$250,00 para a escolha de apenas uma instituição ou no valor de R$400,00 para duas opções.

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

Gabarito – Vestibular de Inverno Udesc 2024 – Prova 16/06/24

Do total de inscritos, 450 não compareceram à prova no período matutino e 483 não compareceram à tarde, gerando um índice de abstenção de 18,22%. c.

Publicado

em

por

Udesc abre as inscrições para o Vestibular de Inverno 2022

Neste domingo, 16 de junho, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) aplicou as provas do Vestibular de Inverno 2024 em nove cidades catarinenses. Ao todo foram 2.651 candidatos estavam inscritos para as 729 vagas em 37 cursos de graduação presenciais.

Do total de inscritos, 450 não compareceram à prova no período matutino e 483 não compareceram à tarde, gerando um índice de abstenção de 18,22%. c.

O gabarito preliminar pode ser consultado no site udesc.br/vestibular/vestibularpresencial.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

A divulgação do resultado final está prevista para o dia 1º de julho.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo