Geofísica - informações sobre mercado de trabalho e descrição da profissão Geofísica

Geofísica

O Geofísico é o profissional que utiliza vários tipos de medidas na superfície terrestre para estudar as propriedades do subsolo, as estruturas das camadas sedimentares e a estrutura interna da Terra.

Trabalhando em conjunto com geólogos, o trabalho do geofísico é essencial na prospecção de minerais, petróleo e água subterrânea. Trabalhando em conjunto com engenheiros civis, pode auxiliar na caracterização de maciços rochosos e em levantamentos de terreno em grandes obras de engenharia. Bons conhecimentos de Física, Matemática e Computação são essenciais ao Geofísico. Disposição para trabalho no campo também é importante.

Os recursos naturais do Brasil são imensos, mas pouco conhecidos e explorados. O Geofísico pode contribuir pra reverter essa situação. Os recursos hídricos subterrâneos, cada vez mais valiosos, também precisam ser melhor conhecidos e protegidos. Os Geofísicos têm um papel importante no estudo dos aqüíferos e na avaliação da poluição e contaminação do subsolo.

O Geofísico pode trabalhar em empresas de prospecção, na pesquisa de recursos minerais, petróleo ou água subterrânea. A recente abertura do Brasil às empresas multinacionais para exploração de petróleo e recursos minerais tem aumentado as oportunidades de trabalho para os Geofísicos; esse mercado, no entanto, oscila bastante, dependendo do preço internacional do petróleo e dos bens minerais.

Outro mercado crescente e promissor é o do estudo de poluição e contaminação subterrânea, em que o Geofísico pode atuar através de firmas de consultoria sobre meio ambiente e avaliação de impacto ambiental. O Geofísico também pode prestar serviços a firmas de engenharia civil, como apoio à geotecnia em grandes obras, tais como túneis e barragens.

Ingressar na pós-graduação é o caminho dos que desejam dedicar-se ao ensino e pesquisa científica, ou então buscar uma especialização profissional maior.

Dentro da carreira de Ciências da Terra, a Universidade de São Paulo oferece o Bacharelado em Geofísica, ministrado pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG).

O IAG oferece um curso com duração de 5 anos, em período integral. O Geofísico formado terra capacidade para planejar e executar levantamentos geofísicos, realizar processamento, análise e interpretação de dados e terá familiaridade com diversos sistemas computacionais.

A estrutura curricular do curso de Graduação tem um ciclo básico de dois anos com disciplinas de Física, Matemática, Geologia, Computação e Introdução á Geofísica. A partir do 3º ano, o aluno cursa as disciplinas específicas de Geofísica, com aprofundamento de todas as metodologias usadas na exploração e na pesquisa. Além das disciplinas obrigatórias, o aluno escolhe disciplinas optativa, para complementar sua formação. No último ano, o aluno elabora o Trabalho de Graduação (desenvolvimento de um trabalho prático), dentro de sua área de interessa, sob orientação de um professor. Esse trabalho pode envolver aquisição, processamento e interpretação de dados geofísicos. Embora não obrigatórios, estágios em empresas e projetos de Iniciação Científica são bastante incentivados.

Desde 1987, ano de formatura da primeira turma, 58 alunos já se formaram, e, destes, cerca de 15 estão trabalhando com Geofísica, em firmas próprias que prestam consultoria, principalmente na área de saneamento e meio-ambiente, em empresas multinacionais e nacionais, que atuam em petróleo e exploração mineral e em Universidades. Com a quebra do monopólio na exploração do petróleo, que vinha sendo exercido pela Petrobrás, várias empresas do setor estão iniciando suas atividades no Brasil, o que aumenta consideravelmente o mercado de trabalho.

(Fonte: "A Universidade e as Profissões", catálogo da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo)

Veja o texto de outras profissões

Faça agora o teste vocacional online e gratuito!

PARTICIPE DO SIMULADÃO ONLINE E PREPARE-SE PARA O VESTIBULAR

Receba dicas desta profissão no seu email

RECOMENDAMOS

Anhembi Morumbi FMU Universidade São Francisco Redentor ISPED FECAP Univaço ITPAC Católica-TO
FAQUI FAJOP uniptan FIPECAFI Drummond Drummond Católica-TO EPD IESVAP

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | PLANO DE HORÁRIO DE ESTUDOS - PHE | DATAS DO ENEM 2017
->

DESAFIO DO DIA - SIMULADO ONLINE DIÁRIO

(UDESC 2013) Em relação aos fungos é correto afirmar:

São procariontes e realizam sua nutrição por quimiossíntese.
Não possuem organelas celulares, pois a estrutura deles é constituída de capsídeo.
São classificados em quatro classes: Sarcodínea, Ciliophora, Flagellata e Sporozoa.
São nocivos à saúde, pois todas as espécies causam micoses ao homem.
São eucariontes e a maioria deles possui sua estrutura composta por um emaranhado de filamentos designados hifas, cujo conjunto se chama micélio. Também existem formas unicelulares.