Engenharia de Alimentos - informações sobre mercado de trabalho e descrição da profissão Engenharia de Alimentos

Engenharia de Alimentos

O Engenheiro de Alimentos cuida da fabricação, análise, armazenagem, conservação e transporte de produtos alimentícios industrializados e bebidas de origem animal e vegetal.

Ele estuda e pesquisa as reservas da agricultura, da pecuária e da pesca. Acompanha o processamento das matérias-primas básicas, como leite, carne. verduras, legumes, frutas e cereais. Supervisiona seu manuseio, as condições da colheita e a melhor forma de armazenagem e de conservação. Analisa as diferentes substâncias e avalia seu teor nutritivo, procurando melhorar o padrão alimentício da população.

Exatidão na execução de tarefas, atenção concentrada e meticulosidade são requisitos da profissão.

Especialização: Controle de Qualidade, Marketing e Vendas, Normas de Padronização, Pesquisa e Desenvolvimento, Planejamento e Desenvolvimento, Planejamento e Projeto Industrial, Produção.

Campos de atuação: Indústria Alimentícia, Setores da Indústria da Pesca, Pecuária Laticínios, Pastifícios, Frigoríficos, Institutos Públicos ou Privados de Pesquisa.

Clique aqui e veja os vestibulares de Engenharia com inscrições abertas.

Veja o texto de outras profissões

Faça agora o teste vocacional online e gratuito!

PARTICIPE DO SIMULADÃO ONLINE DO ENEM, COM CORREÇÃO PELA TRI

Receba dicas desta profissão no seu email



RECOMENDAMOS

Anhembi Morumbi FMU Universidade São Francisco Redentor Redentor Redentor ISPED UNITAU
FAGOC UNIFAN Newton Paiva SL Mandic FECAP São Camilo FAMINAS UniEvangélica UNISINOS Católica-TO

ACESSO RÁPIDO

CALENDÁRIO DO VESTIBULAR | TESTE VOCACIONAL ONLINE | SIMULADOS ONLINE | PLANO DE HORÁRIO DE ESTUDOS - PHE | DATAS DO ENEM 2017
->

DESAFIO DO DIA - SIMULADO ONLINE DIÁRIO

(Vestibular UFG - 1º/2012) Em um sistema fechado, dois reagentes levam à formação de produtos após uma reação química com liberação de energia. Nesse fenômeno:

as energias das ligações químicas no sistema não mudam.
a presença de catalizadores no sistema diminui a energia das ligações dos produtos.
as ligações químicas dos produtos são menos estáveis que dos reagentes.
as ligações químicas dos reagentes são mais energéticas que dos produtos.
as energias das ligações químicas de reagentes e produtos são equivalentes.