Siga-nos!

Blog do Vestibulando

Dá para fazer faculdade pagando até 150 reais de mensalidade? Sim!

Fizemos uma pesquisa no Quero Bolsa e descobrimos que existem opções de R$ 150

Publicado

em

A economia tá difícil, a grana anda curta, mas você tem vontade (e necessidade) de fazer faculdade. Como equilibrar tudo isso? Fizemos uma pesquisa no Quero Bolsa e descobrimos que existem opções de cursos de graduação que custam até 150 reais de mensalidade. Isso mesmo!

Clique aqui para fazer sua consulta no site do Quero Bolsa.

Como conseguir seu curso com Bolsa no Quero Bolsa

Se liga no nosso tutorial para conseguir seu curso com desconto:

 

Passo 1 – Acesse o site www.querobolsa.com.br

 

Passo 2 – Indique até quanto quer pagar

Passo 3 – Indique onde você quer estudar (recomendamos deixar o campo “prefere alguma faculdade” em branco para ver o máximo de opções).

Passo 4 – Clique em “buscar”

Passo 5 – Serão exibidos os resultados. Você pode tem opções de filtros e ordenações.

Passo 6 – Você pode ordenar os resultados por relevância, menor preço e nota do MEC. Para saber as mais baratas, recomendamos colocar “menor preço”

Passo 7 – Depois que você encontrou alguma opções, recomendamos ver todas as condições. Se estiver de acordo, clique em “garantir esta bolsa”.

Passo 8 – Será apresentada uma tela com as condições de oferta e os próximos passos.

Passo 9 – Será necessário fazer o cadastro. Você pode fazer o login com suas informações de redes sociais.

Passo 10 – Complete suas informações e siga as instruções.

Sobre o Quero Bolsa

O Quero Bolsa reúne bolsas de estudo em mais de 6.000 parceiros entre faculdades e escolas de todo o Brasil. Pra conseguir sua bolsa com a gente, não é necessário comprovar renda ou analisar crédito e também não é necessário ter a nota do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio.

Você também não paga mais nada depois de se formar, nós não somos um financiamento.

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Blog do Vestibulando

10 cursos mais concorridos nos vestibulares

Publicado

em

por

O sejabixo! realizou uma pesquisa com informações dos vestibulares de 33 faculdades de todo o Brasil para chegar aos cursos mais concorridos. Veja abaixo o resultado:

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Blog do Vestibulando

Como funciona um curso de Graduação a Distância?

Publicado

em

por

Graduação a Distância

Segundo o Ministério da Educação não há um modelo único de educação a distância. Os programas podem apresentar diferentes desenhos e múltiplas combinações de linguagens e recursos educacionais e tecnológicos.

A natureza do curso e as reais condições do cotidiano e necessidades dos estudantes são os elementos que irão definir a melhor tecnologia e metodologia a ser utilizada, bem como a definição dos momentos presenciais necessários e obrigatórios.

A maioria das instituições que oferecem cursos de graduação a distância utilizam o sistema de tele-aulas e o aluno deve se dirigir ao pólo presencial, pelo menos uma vez por semana, para assistir as aulas, realizar atividades e provas. Tutores são disponibilizados para orientar e ajudar os alunos em qualquer dúvida.

Os cursos de graduação a distância exigem muita dedicação e organização dos alunos, pois também são solicitadas semanalmente leituras e tarefas complementares.

Desde que a instituição seja credenciada pelo MEC para oferecer os cursos a distância, o diploma é válido da mesma maneira que o diploma de um curso presencial.

PREÇO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA

Além da flexibilidade, outra vantagem está no baixo valor da mensalidade. No curso de Administração, por exemplo, o valor da mensalidade do curso EAD pode custar 30% do valor da mensalidade do curso presencial. Nas instituições públicas e vinculadas a UAB (Universidade Aberta do Brasil) não são cobradas mensalidades.

ONDE FAZER UM CURSO DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA?

Selecionamos abaixo algumas instituições que oferecem cursos de graduação a distância:

Universidade Anhembi Morumbi (www.anhembi.br)
Universidade Metodista de São Paulo (www.metodista.br)
Universidade Estácio de Sá (www.estacio.br)
Universidade Federal de São Carlos (www.uab.ufscar.br)
Universidade Luterana do Brasil (www.ulbra.br)

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Blog do Vestibulando

Dicas para fazer uma boa prova de língua portuguesa

Publicado

em

por

O segundo semestre do ano marca o início de uma maratona de provas para estudantes de todo o Brasil que estão em busca de uma vaga nas melhores universidades do país. Como obter sucesso? Para o Prof. Elvio Peralta, Diretor Superintendente da Fundação Fisk, a prova de língua portuguesa, em especial a parte de redação, ainda figura como uma das mais desafiantes para a maioria dos vestibulandos. Para não se desesperar e garantir um bom desempenho no exame, o professor Elvio dá alguns conselhos de estudo:

Informação nunca é demais – Os temas propostos nas redações dos vestibulares estão sempre ligados a assuntos atuais, geralmente relacionados à política, sociedade e comportamento. O candidato deve mostrar que tem conhecimento dos fatos para formular bem seus argumentos, expressando-se de maneira clara, sem fugir do tema proposto. Por isso, é importante que o vestibulando se informe por meio de veículos variados como jornais, revistas e Internet para conhecer diferentes abordagens do mesmo assunto. Pode-se pedir também que o candidato relacione acontecimentos atuais com outros do passado, o que torna imprescindível ter uma boa base de História. Um dos temas prováveis para este ano é a onda de protestos em diferentes estados brasileiros.

Estrutura dos enunciados podem ter “pegadinhas” – O candidato, mesmo bem preparado, deve tomar cuidado ao interpretar os enunciados das provas. Por isso, preste atenção a esses detalhes:

– A presença da negativa no enunciado: em uma mesma prova, temos questões com “É correto afirmar…” e “NÃO é correto afirmar”. Leia bem as questões antes de respondê-las.

– O uso de palavras, como: exceto, todos/as e somente. Questões que apresentam um grupo de orações para serem analisadas, seguidas de afirmações, como: “Somente II está correta”, “III e IV estão incorretas”, entre outras.

Em questões de interpretação, é necessário ter foco – Muitas vezes, o candidato erra uma série de questões por não ter compreendido o tema do discurso. Ao analisar trechos isolados, procure extrair a mensagem do autor. É muito importante também saber identificar a modalidade de linguagem usada (formal ou informal) e conhecer as principais figuras de linguagem (metáfora, elipse, zeugma, etc.).

Leituras obrigatórias – É essencial respeitar um calendário para conseguir fazer a leitura integral de todas as obras de literatura indicadas para o exame, e não deixar para fazer isso na última hora, quando vai dar tempo de ler apenas os resumos.

Fazer simulados é fundamental – O professor Elvio alerta que, para o candidato, a melhor forma de estudo ainda é a prática, por meio de simulados, que permitem ao vestibulando enxergar suas dificuldades e, com isso, dar melhor foco aos estudos, aproveitando ao máximo seu tempo para ter um bom desempenho nas provas.

E para quem já passou da fase do vestibular e quer se destacar no mercado de trabalho, a Fisk oferece o curso Português sem Tropeços, que tem como objetivo aprimorar as habilidades de comunicação oral e escrita dos alunos por meio do esclarecimento das dúvidas mais frequentes.

Sobre a Fisk
A Fisk é uma das maiores redes independentes de centros de ensino do Brasil, com mais de 1.000 escolas em funcionamento, sendo 31 próprias e 971 unidades, espalhadas por todos os estados e pelas principais cidades brasileiras, além de unidades em Angola, Argentina, Japão, Paraguai, Bolívia e, recentemente, também no Chile. Com metodologia própria, as escolas da rede Fisk oferecem cursos de inglês, espanhol, português para brasileiros e informática; promovem intercâmbios para o Canadá e Londres; aplicam exames de certificações internacionais como TOEIC®, TOEFL® ITP e TOEFL® iBT. A Fisk é a única franqueadora da área de educação que recebeu duas vezes o título de Franqueadora do Ano da Associação Brasileira de Franquias (ABF). É a primeira empresa do setor de idiomas a contar com gráfica própria, produzindo

RECOMENDAMOS

Continue lendo