Vestibular FGV 2020

ENEM e processos seletivos internacionais são opções de ingresso na FGV

Quem quiser ingressar na graduação da Fundação Getulio Vargas (FGV) ainda tem como opções o ENEM e os processos seletivos internacionais. A FGV abriu 1.121 vagas para seus cursos de graduação em 2020, distribuídas pelas escolas do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Parte desse total é para acesso por meio do ENEM e de processos seletivos internacionais.

Para os vestibulandos que quiserem concorrer às vagas via ENEM, as inscrições estão abertas até o dia 10 de janeiro de 2020. Os candidatos também poderão ingressar nas escolas, exceto na de Matemática Aplicada, por meio de processos seletivos internacionais, com inscrições válidas também até o dia 10 de janeiro de 2020.

Valores

Quem fizer o processo seletivo via Enem para as escolas do Rio de Janeiro pagará R$ 10 até às 18h do dia 10 de janeiro de 2020. Quem quiser ingressar por meio de processo seletivo internacional pagará R$ 25 até o prazo-limite das 18h do dia 10 de janeiro de 2020.

Já em São Paulo, à exceção da escola FGV Direito SP, os preços de inscrição via ENEM e processos seletivos internacionais são os mesmos. Até as 18h do dia 10 de janeiro de 2020, a inscrição custa R$ 50. Os candidatos a uma vaga na FGV Direito SP pagarão para ingresso seja via ENEM ou processo internacional R$ 150 até o dia 10 de janeiro de 2020.

Vagas

No Rio de Janeiro, são oferecidas 441 vagas. Elas estão distribuídas da seguinte forma: Matemática (41 pelo vestibular e 10 pelo ENEM); Ciência de Dados (32 pelo vestibular e 8 pelo ENEM); Administração (70 pelo vestibular, 20 pelo ENEM e 10 por processos seletivos internacionais); Economia (65 pelo vestibular, 25 pelo ENEM, 10 via processos seletivos internacionais); Ciências Sociais (35 pelo vestibular, 10 pelo ENEM e 5 por processos seletivos internacionais); Direito (70 via vestibular, 20 pelo ENEM e 10 por processos seletivos internacionais).

Em Brasília, há 50 vagas para o curso de Administração Pública (35 pelo vestibular, 8 pelo Enem e 7 por meio de processos seletivos internacionais). Já em São Paulo, foram abertas 630 vagas, distribuídas nos seguintes cursos: Administração de Empresas diurno (171 pelo vestibular, 15 pelo ENEM e 14 via processos seletivos internacionais); Administração de Empresas noturno (40 pelo vestibular, 5 pelo ENEM e 5 por meio de processos seletivos internacionais); Administração Pública (70 via vestibular, 15 pelo ENEM e 15 por processos seletivos internacionais); Direito (68 pelo vestibular, 10 via ENEM e 2 por exames seletivos internacionais); Economia (80 pelo vestibular, 5 pelo ENEM e 15 para processos seletivos internacionais) e Relações Internacionais (78 via vestibular; 10 pelo ENEM e 12 por meio de processos seletivos internacionais).

Tags:,