Siga-nos!

Notícias dos Vestibulares e Enem

Pesquisa revela que 42% dos alunos podem abandonar faculdades privadas

O principal motivo é não conseguir pagar mensalidades

Publicado

em

Quase a totalidade dos estudantes matriculados no ensino superior privado querem continuar os estudos, no entanto, cerca da metade, 42%, afirma que há um risco de ter que desistir. O principal motivo para o possível abandono é não conseguir pagar as mensalidades, seja porque o emprego foi afetado pela pandemia do novo coronavírus, seja porque os pais ou responsáveis não conseguirão arcar com os custos.

Quer uma bolsa de estudos? Clique aqui e faça sua consulta no Quero Bolsa.

As estimativas foram divulgadas ontem (10) na terceira etapa da pesquisa Coronavírus e Educação Superior: o que pensam os alunos e prospects da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), feita em parceria com a empresa de pesquisas educacionais Educa Insights. Ao todo, foram entrevistados 644 estudantes e 963 potenciais alunos entre os dias 28 e 31 de maio.

Dentre os estudantes matriculados, 52% disseram querer continuar estudando não importa o cenário. Essa porcentagem caiu em relação a primeira etapa da pesquisa, realizada em março, quando era 57%. Outros 42% dizem querer continuar estudando, mas reconhecem que há risco de desistirem. Esse percentual era 37% em março. Outros 4% disseram que provavelmente irão desistir do curso e 2% que irão desistir por conta do cenário atual.

De acordo com a pesquisa, o emprego ser afetado pela pandemia pesa como fator de decisão para deixar os estudos para 60% dos entrevistados. Já a dificuldade dos responsáveis arcarem com os custos pesa para 22%. Apenas 8% dizem que pretendem desistir porque a faculdade não migrou as aulas para o ensino a distância.

“Esse desafio tem que ser endereçado pelas instituições”, diz o diretor presidente da Abmes, Celso Niskier. “A gente tem recomendado [para as instituições de ensino] que sejam identificados os grupos que têm maior risco por perda de renda e emprego e que sejam oferecidas alternativas, que seja analisado caso a caso”. A entidade diz que além dos descontos, têm buscado alternativas de financiamento tanto para os estudantes quanto para as instituições de ensino, para que possam arcar com as despesas do período.

No levantamento, 22% dos entrevistados informaram ter perdido o emprego em função da pandemia. No levantamento anterior, feito em abril, esse percentual era de 20%.

As novas matrículas também preocupam. O estudo mostra que caiu de 22% para 14%, entre março e maio, a porcentagem dos potenciais alunos que planejam começar o curso no segundo semestre deste ano. Cerca de um terço, 36%, pretende adiar o ingresso no ensino superior para o começo de 2021; 7% para o segundo semestre de 2021; e, 43% decidirão quando a situação se normalizar.

Ensino a distância

O ensino presencial é o mais impactado neste contexto. A pesquisa mostra que para não interromper as aulas, as faculdade migraram as disciplinas para modalidades remotas. Entre os estudantes de cursos presenciais, 82% disseram que estão tendo aulas a distância. De acordo com o estudo, embora 67% avaliem como positiva a experiência com ensino a distância, 73% manteriam a decisão pelas aulas presenciais. Apenas 3% disseram que migrariam definitivamente para a modalidade a distância.

Na hora de começar a estudar, apenas 7% dos futuros alunos entrevistados disseram que pretendem iniciar um curso na modalidade presencial ainda neste ano. Já na modalidade a distância, esse percentual chega a 30%. Entre os estudantes já matriculados, 45% pretendem seguir os estudos independente do cenário no ensino presencial. No ensino a distância, são 60%.

Para Niskier, a pandemia acelerou um processo que já vinha ocorrendo na educação superior, que é um aumento do ingresso de novos estudantes na modalidade a distância. De acordo com a Abmes, o Brasil terá mais alunos do ensino superior estudando na modalidade a distância do que na presencial em 2022. Antes, a projeção da entidade é que isso ocorreria em 2023. A pandemia pode ser vista, segundo o diretor presidente como oportunidade para que as instituições aprimorem essa modalidade que tem mensalidades mais acessíveis e é mais flexível que a presencial, podendo chegar a locais remotos do país. Pode-se incluisive, segundo ele, desenvolver melhor um modelo híbrido.

Segundo dados do Censo da Educação Superior de 2018, divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o setor privado é responsável por 70,2% de todas as matrículas realizadas em cursos presenciais no país e 91,6% das matrículas nos cursos de educação a distância.

Fonte: Agência Brasil

Destaque

Vestibular de Medicina Unifase 2022 prorroga inscrições até 30/9

As inscrições estão abertas, disponíveis até o dia 30 de setembro. A prova está marcada para o dia 24 de outubro de 2021.

Publicado

em

por

Seja na área de ficção das séries televisivas, na qual a prática médica ganha cada vez mais destaque, ou na vida real, quando é necessário definir o caminho profissional a ser traçado, não são poucas as pessoas que admiram a Medicina e sonham em exercer a profissão. É muito comum os estudantes relatarem o desejo de seguir a carreira desde a infância, quando bonecas eram utilizadas para dar vida aos primeiros pacientes, no mundo da imaginação. Sendo uma área tão apreciada, o curso mantém a tradição de ser o mais concorrido do país.

No Centro de Simulação Realística da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) são utilizados robôs que respondem como um ser humano às ações praticadas, permitindo que os alunos realizem procedimentos muito próximos à realidade. Foto: Divulgação

“Terminei o ensino médio em 2013 e decidi ingressar na faculdade de comunicação. Me formei e atuei na área até o meio do ano passado, mas sempre tive o sonho de cursar Medicina, o que não foi possível assim que saí da escola. Fiquei muito mexida com o atual cenário de saúde mundial e entendi que o meu lugar era atuando na linha de frente no combate à pandemia, sendo protagonista da minha história como médica. Então, resolvi estudar para o vestibular e ingressar no curso de medicina. Estou realizada, começando neste curso com foco total”, destaca Nathália Silveira, aluna do 1º período da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP).

Desde o primeiro período do curso, os estudantes de Medicina são inseridos no dia a dia das comunidades, participando de projetos de extensão e de atividades sociais de promoção da saúde. Foto: Divulgação

Tem o desejo de seguir carreira na área médica? Essa é a oportunidade de estudar em um Centro Universitário que é referência em saúde, com o melhor custo-benefício em Medicina do Rio de Janeiro. O Vestibular da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) é aplicado pela Fundação Cesgranrio. As inscrições estão abertas, disponíveis até o dia 30 de setembro. A prova está marcada para o dia 24 de outubro. Essa será a única oportunidade para aqueles que desejam ingressar no curso de Medicina no ano letivo de 2022. Para se inscrever, ter acesso ao edital, saber mais sobre o campus e o curso, acesse: www.unifase-rj.edu.br ou ligue para (24) 2244-6471 e (24) 98865-7504 (WhatsApp). Os candidatos também podem ingressar no curso através da nota obtida no ENEM de 2019 ou 2020.

O Campus da UNIFASE/FMP está situado em um terreno de 85 mil m², cercado pela Mata Atlântica e próximo ao Centro Histórico de Petrópolis, um convite para os estudos e para quem preza pela qualidade de vida universitária. Foto: Divulgação

“Nossa proposta de ensino é proporcionar aos alunos a melhor experiência na formação médica. Investimos em parcerias nacionais e internacionais com instituições e profissionais renomados, para que os acadêmicos tenham acesso ao intercâmbio de conhecimentos e estejam sempre atualizados com a realidade de atuação na área médica. A instituição possui um importante investimento em cenários reais de aprendizagem onde o aluno, desde o início do curso, é inserido e progressivamente vai adquirindo as competências necessárias à prática médica de excelência, passando por cenários de simulação realística e ambientes controlados, para depois praticar em cenários do mundo real. Com um currículo moderno, enfatizamos o aluno como protagonista de sua aprendizagem com metodologias de ensino de última geração, integrando ensino, pesquisa e extensão ao longo do curso. Um grande diferencial no nosso ensino é o desenvolvimento do aspecto humano do futuro profissional com ênfase no compromisso com as necessidades de saúde da sociedade”, frisa Paulo Sá, coordenador do curso de Medicina da UNIFASE/FMP, de Petrópolis.

No Hospital de Ensino Alcides Carneiro, os estudantes de Medicina da UNIFASE/FMP vivenciam a prática médica, supervisionados por professores de diversas especialidades, inclusive na UTI Neonatal, referência de qualidade na Região Serrana do Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Há mais de 50 anos, a Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) forma excelentes profissionais que se destacam aonde quer que exerçam suas atividades. O compromisso com o ensino atualizado e de excelência coloca a UNIFASE/FMP em destaque no cenário nacional, inclusive com o aval de qualidade, nota máxima, do Ministério da Educação.
“A Medicina me encanta desde a infância. Ainda pequeno, eu já tinha certeza de que queria ser médico. Lembro que ia a um otorrinolaringologista em Salvador e ele despertou em mim a admiração pela profissão e a vontade de ajudar ao próximo, através do meu trabalho. Anos depois, vim estudar no Rio de Janeiro. Tive a felicidade de ser aprovado em duas instituições. Escolhi a Faculdade de Medicina de Petrópolis por sua tradição e qualidade ímpar, com a mais moderna tecnologia de ensino e infraestrutura. Estou quase me formando e extremamente realizado”, conta Felipe Freire, aluno do 9º período da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP).

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

UFPR prorroga prazo para solicitação da isenção da taxa do Vestibular 2021/2022

Os pedidos de isenção tiveram os prazos prorrogados e podem ser feitos até 27/9 pelo CadÚnico e até 6/10 por meio da Lei nº 12.799/2013

Publicado

em

por

Vestibular UFPR 2021/2022 oferece mais de 5 mil vagas. Inscrições estão abertas

Estão abertas as inscrições para o Vestibular 2021/2022 da Universidade Federal do Paraná (UFPR). São oferecidas 5.376 vagas neste processo seletivo.

Vestibular UFPR 2021/2022

As inscrições podem ser feitas até 10 de novembro de 2021.  Todas as informações estão no site: http://nc.ufpr.br/

A taxa de inscrição custa R$ 155 (cento e cinquenta e cinco reais) e os pedidos de isenção tiveram os prazos prorrogados e podem ser feitos até 27 de setembro pelo CadÚnico e até 6 de outubro por meio da Lei nº 12.799/2013. Veja aqui o edital com as alterações.

As provas estão marcadas para 13 de fevereiro de 2022.

A Universidade alerta, no manual do candidato, que as datas poderão sofrer alterações em razão dos princípios da oportunidade e conveniência da Administração, ou por força de fatores externos relevantes, sendo necessário que os candidatos acompanhem periodicamente as publicações na página do Núcleo de Concursos (www.nc.ufpr.br).

Continue lendo

Destaque

Vestibular Fuvest 2022 aceita inscrições até 1/10

Reta final das inscrições para o Vestibular Fuvest 2022, que oferece 8.211 vagas para ingresso na Universidade de São Paulo (USP). 

Publicado

em

por

Divulgado calendário do vestibular Fuvest 2022

Reta final das inscrições para o Vestibular Fuvest 2022, que oferece 8.211 vagas para ingresso na Universidade de São Paulo (USP).

Inscrição no Vestibular Fuvest 2022

Os candidatos poderão realizar as inscrições, até às 12 horas do dia 1º de Outubro, por meio do site https://www.fuvest.br/ e com o pagamento da taxa no valor de R$ 182,00.

Provas

A prova da 1ª Fase está prevista para o dia 12 de dezembro de 2021, enquanto as provas da 2ª Fase serão realizadas nos dias 16 e 17 de janeiro de 2022.

Manual do Candidato

O Manual do Candidato do Vestibular Fuvest 2022 já está disponível para consulta. No material, os candidatos podem conferir os detalhes sobre inscrições, provas da 1ª e 2ª Fase e matrícula, entre outras.

Manual do Candidato - Vestibular Fuvest 2022

Manual do Candidato do Vestibular Fuvest 2022 já está disponível online

Ingresso na graduação da USP

O ingresso para a graduação na USP se dá por meio de seu vestibular próprio, aplicado pela FUVEST, e por meio do SiSU. Para o ingresso em 2022, serão oferecidas 11.147 vagas, distribuídas entre vagas de ampla concorrência (AC), vagas destinadas a alunos egressos de escola pública (EP) e vagas destinadas a alunos pretos, pardos e indígenas oriundos de escolas públicas (PPI).

Continue lendo