Siga-nos!

Notícias dos Vestibulares e Enem

Projeto acaba com cotas baseadas em cor ou raça nas universidades

Texto destina reserva de vagas apenas aos estudantes de baixa renda

Publicado

em

Paulo Sergio/Câmara dos Deputados

O Projeto de Lei 4125/21 estabelece que as cotas para ingresso nas universidades públicas federais serão destinadas exclusivamente aos estudantes de baixa renda. O texto, do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), está em análise na Câmara dos Deputados.

A proposta altera a Lei de Cotas de Ingresso nas Universidades (Lei 12.711/12) para proibir a “discriminação positiva para o ingresso nas instituições de ensino com base em cor, raça ou origem”.

Nesse sentido, o projeto revoga os artigos da lei que hoje reservam vagas para autodeclarados pretos, pardos e indígenas e pessoas com deficiência nas instituições federais de ensino superior e de ensino técnico de nível médio.

O texto também determina que apenas o Ministério da Educação – e não mais a extinta Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – será responsável pelo acompanhamento e avaliação do programa de cotas.

Exclusão do pobre

Na avaliação de Kim Kataguiri, as políticas de cotas raciais ferem a Constituição, ao classificar pessoas com base em raça ou cor.

“Além de inconstitucionais, as políticas de discriminação positiva não fazem o menor sentido. Quem é excluído da educação é o pobre, que entra cedo no mercado de trabalho e depende dos serviços educacionais do Estado, que em geral são de péssima qualidade. A pobreza não tem cor: atinge negros e brancos”, afirma o parlamentar.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; de Direitos Humanos e Minorias; de Educação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastra-se!

RECOMENDAMOS

Notícias dos Vestibulares e Enem

Santa Casa de SP abre inscrições para o Vestibular 2023

Ao todo, são oferecidas 510 vagas para cinco cursos no Vestibular 2023 da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP)

Publicado

em

por

Santa Casa abre inscrições para o Vestibular de Vagas Remanescentes 2022

Estão abertas as inscrições para o Vestibular 2023 da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Ao todo, são oferecidas 510 vagas para cinco cursos de graduação — Medicina, Enfermagem, Fonoaudiologia, Tecnologia em Radiologia e Tecnologia em Sistemas Biomédicos. O prazo final para as inscrições é 29 de setembro. A realização do Vestibular 2023 está sob responsabilidade da Fundação Vunesp.

Santa Casa Vestibular 2023

Medicina é o curso que a FCMSCSP oferece mais vagas: 180, sendo seguido pelos cursos de Tecnologia em Radiologia e de Tecnologia em Sistemas Biomédicos, com 100 vagas em cada; Enfermagem, com 80 vagas, e Fonoaudiologia, com 50 vagas. Do total de 510 vagas oferecidas no Vestibular 2023, 155 são direcionadas a alunos de baixa renda disponibilizando bolsas de até 100% do valor da mensalidade, de acordo com o perfil socioeconômico dos candidatos aprovados.

Veja aqui outros vestibulares de medicina com inscrições abertas!

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastra-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Notícias dos Vestibulares e Enem

Universidade São Judas Tadeu lança mais de 100 cursos de educação a distância (EAD)

A instituição investiu na criação de aulas e material didático exclusivo para os estudantes do ensino digital

Publicado

em

por

Universidade São Judas Tadeu abre inscrições para vestibular digital

A Universidade São Judas Tadeu implementou novo modelo de educação a distância. Com enfoque na sinergia entre estudante e educadores, a instituição investiu na criação de aulas e material didático exclusivo para os estudantes do ensino digital. Ao todo, 100 cursos são oferecidos a partir do segundo semestre de 2022.

São Judas EAD

Os cursos serão ministrados com metodologias estruturadas com o que há de mais atual no mercado de trabalho, além da tradicional qualidade de ensino oferecida há mais de 50 anos pela instituição. Com isso, a São Judas espera atender plenamente os estudantes e capacitá-los para enfrentar os desafios do futuro profissional.

O ensino digital prevê também um período de horas/aula destinadas a plantão de dúvidas e interação com os educadores, por meio da plataforma. Desta forma, o aluno tem as suas particularidades atendidas e os docentes podem personalizar a jornada de acordo com cada estudante.

A instituição contará também com polos educacionais que serão voltados para atividades pedagógicas, como aulas práticas e aplicação de avaliações. Além disso, os alunos terão acesso a bibliotecas, salas de aula e laboratórios para apoiá-lo em sua jornada de estudos.

Com a nova modalidade de ensino, a instituição alia a flexibilidade da educação a distância e valor acessível com um portfólio de cursos de excelência acadêmica, tradicionalmente já conhecidos à população, além de contar corpo docente extremamente qualificado e a melhor infraestrutura.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastra-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Cadernos de prova do Enem 2022 já estão prontos, diz presidente do Inep

Os cadernos de provas da edição deste ano do Enem já foram montados em ambiente seguro e as mídias digitais já estão prontas para impressão

Publicado

em

por

Não paguei a taxa de inscrição do Enem 2022. E agora?

Os cadernos de provas da edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já foram montados em ambiente seguro e as mídias digitais já estão prontas para serem enviadas para a gráfica nesta semana. Quem antecipou as informações foi Carlos Moreno, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em entrevista para o programa A Voz do Brasil da última sexta-feira (5).

O presidente do Inep lembrou as datas de realização das provas: 13 e 20 de novembro para o público em geral e 10 e 11 de janeiro para a população privada de liberdade.

Novidades

Neste ano, tanto a edição impressa quanto a digital do Enem serão realizadas no mesmo dia. “Com os mesmos itens e com o mesmo tema de redação”. Dentre as novidades nesta edição, está a possibilidade de os candidatos apresentarem documentos digitais no dia das provas, como o e-Título, Carteira Nacional de Habilitação Digital e o RG digital como documentos válidos. No entanto, só serão aceitos documentos apresentados em seus respectivos aplicativos, como o Gov.Br. Imagens de tela não serão aceitas.

Os protocolos contra a covid-19 se mantêm. Entre eles, a alocação dos estudantes nas salas de aula com distanciamento; o uso de máscara por parte dos aplicadores, fiscais e coordenadores e a higienização de ambientes. “Nós recomendamos que cada participante leve o seu próprio kit de proteção”, disse.

Segundo Moreno, o Enem é a principal porta de entrada para o Ensino Superior pois dá acesso a iniciativas como o Fundo de Financiamento da Educação (Fies), o Programa Universidade Para Todos (Prouni), o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e a Lei de Cotas. “O Enem ancora essas políticas públicas já consolidadas”, diz.

Fonte: Agência Brasil

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastra-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo