Siga-nos!

Destaque

Saiba usar a sua nota do Enem e entenda como funciona a TRI

O Enem permite o aproveitamento da nota em diferentes modalidades para o início da vida universitária.

Publicado

em

Reabertura das inscrições do Enem 2021. Quem pode participar?

Milhares de estudantes de todo o País aguardam ansiosamente a divulgação da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), prevista para acontecer no dia 11 de fevereiro de 2022. A data foi confirmada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização do exame.

Reconhecido por ser uma das principais portas de entrada para o Ensino Superior do Brasil, o Enem permite o aproveitamento da nota em diferentes modalidades para o início da vida universitária em âmbito nacional ou internacional. Confira abaixo algumas alternativas:

1 – Sistema de Seleção Unificada (SiSU)

O SiSU é um programa do Ministério da Educação que oferece vagas em universidades públicas por meio da análise das notas do exame. Os candidatos podem participar gratuitamente e a seleção acontece duas vezes por ano.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

O SiSU é destinado a todos os estudantes que tenham feito o Enem do ano anterior, contanto que não tenham zerado a nota da redação. Em 2021, o programa passou a disponibilizar vagas para cursos à distância.

Para o gerente de Inteligência Educacional e Avaliações do Poliedro, Fernando Santo, a participação no programa traz inúmeros benefícios ao candidato. “O estudante tem a possibilidade de participar de diversos processos seletivos sem a necessidade de realizar novas provas; a chance de, por até três dias, verificar o andamento de sua nota para conferir se há probabilidade de admissão no curso, e escolher outro, caso esteja com receio, além da facilidade de concluir seu processo de inscrição totalmente virtual e simplificado, evitando burocracias. Outro ponto positivo é a valorização do sistema de cotas raciais, com vagas que variam de acordo com a instituição”, explica.

2 – Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies)

Com o resultado do Enem, o estudante pode participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies), que possibilita o financiamento para cursar instituições privadas. Neste caso, o pagamento se dá depois da conclusão da graduação e, no caso do Fies, não há o acréscimo de juros. Já no P-Fies, a taxa varia de acordo com a universidade.

Podem participar deste programa os candidatos que já tenham realizado alguma edição anterior do Enem a partir de 2010, obtido a média ou superior de 450 pontos e que não tenham zerado a redação. No caso do Fies, a renda familiar do estudante deve ser de até três salários mínimos. No P-Fies, pode variar até cinco salários mínimos.

3 – Bolsas de estudos em universidades particulares

Algumas instituições de ensino privadas oferecem bolsas integrais ou concedem descontos na mensalidade do curso para quem obteve um bom desempenho na prova. Os parâmetros podem variar de acordo com cada instituição.

4 – Universidades do exterior

O Enem também abre portas para estudantes que desejam ingressar em universidades do exterior. A utilização das notas do exame em instituições estrangeiras já acontece há alguns anos, mas muitos estudantes ainda não têm ciência disso. “Com exceção das instituições de ensino portuguesas, não há convênio formal entre MEC e universidades estrangeiras para o uso do exame brasileiro, mas há boas oportunidades”, afirma Fernando Santo.

Além do Brasil e de Portugal, o Enem pode compor notas para ingresso em universidades dos Estados Unidos, Canadá, França, Inglaterra, Irlanda e Escócia, entre outros países.

A complexidade do processo seletivo pode ser diferente para cada instituição. Assim como no Brasil, as universidades possuem autonomia para definir as regras de seleção e critérios diferenciados para utilização da nota do Enem. Neste sentido, a dica é pesquisar nos sites das instituições estrangeiras de interesse para conhecer as datas importantes, as documentações necessárias e as condições para participação. É comum a solicitação de certificados de proficiência na língua estrangeira, cartas de recomendação e a comprovação de participação em atividades extracurriculares ao longo da formação.

Teoria da Resposta ao Item (TRI): entenda como funciona o cálculo da nota do Enem

O cálculo da nota do Exame Nacional do Ensino Médio é diferente. A lógica é a seguinte: ter mais acertos não é certeza de se ter a maior nota, assim como ter uma quantidade de acertos abaixo do esperado não significa uma nota baixa. O que garante isso é a Teoria da Resposta ao Item (TRI), adotada pelo Inep.

A TRI leva em consideração a coerência pedagógica dos acertos de cada aluno, ou seja, quem responder corretamente às questões fáceis, médias e difíceis, obterá maiores notas. No entanto, caso o estudante erre algumas questões fáceis, os algoritmos da TRI traduzem como uma inconsistência pedagógica e reduzem a nota do participante.

Vale destacar que, em geral, errar uma questão muito fácil subtrai uma pontuação maior do que seria possível receber ao acertar uma das questões mais difíceis da prova.

Então, é fundamental que os estudantes não percam muito tempo com questões complexas, já que serão complicadas para a grande maioria e os benefícios podem não valer o esforço. Portanto, é recomendável gastar o máximo de energia e atenção para evitar erros ou equívocos nas questões mais básicas do exame.

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Destaque

PUC-SP está entre as melhores universidades do país no Ranking do MEC

Universidade passou a integrar o grupo de instituições com nota máxima

Publicado

em

por

PUC-SP está entre as melhores universidades do país no Ranking do MEC

No dia 02/04, o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), divulgou o relatório de Indicadores de Qualidade da Educação Superior e, mais uma vez, a PUC-SP se destaca entre as melhores universidades do Brasil.

O MEC avaliou 2.022 instituições de ensino superior, das quais apenas 3% possuem o IGC na faixa 5 (conceito máximo). Considerando todas as 203 universidades públicas e privadas avaliadas, somente 25 ocupam o topo do ranking.

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Das 92 universidades privadas do país avaliadas, apenas três possuem o IGC na faixa máxima: PUC-SP, PUC Rio e PUCRS. A posição é inédita, uma vez que apenas as universidades públicas ocupavam esse posto.

No estado de São Paulo a PUC-SP é a única Universidade privada na faixa máxima do Índice Geral de Cursos (IGC). Esses resultados reforçam o compromisso da Instituição com a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão.

Inscrições abertas para o Vestibular de Inverno 2024! Seleção com nota do ENEM ou Prova Presencial. Saiba mais.

Continue lendo

Destaque

Vai prestar Vestibular? Confira dicas para aumentar sua concentração nos estudos

Uma boa preparação para o Vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) exige muita concentração e foco dos estudantes.

Publicado

em

por

4 dicas para quem irá prestar vestibular de inverno em 2024

Uma boa preparação para o Vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) exige muita concentração e foco dos estudantes. Separamos neste post algumas dicas para quem precisa aprimorar esse processo:

Crie um Plano de Estudos

Organize uma rotina com horários específicos para cada matéria. Isso ajuda a estabelecer uma disciplina e manter o foco.

Ambiente de Estudo Adequado

Escolha um lugar tranquilo, bem iluminado e livre de distrações. Mantenha o local organizado e confortável.

Estabeleça Metas Diárias

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Defina objetivos específicos para cada sessão de estudo. Metas claras ajudam a manter a motivação e o foco.

Desligue Distrações

Coloque o celular no modo silencioso ou use aplicativos que bloqueiam redes sociais e notificações durante o tempo de estudo.

Faça Pausas Regulares

Pequenas pausas são essenciais para evitar a fadiga mental. Use esse tempo para se alongar, tomar água ou fazer um lanche.

Revise Regularmente

Faça revisões periódicas do conteúdo estudado para fixar melhor as informações e reduzir a ansiedade.

Seguindo essas dicas, você pode melhorar significativamente sua capacidade de concentração e, consequentemente, seu desempenho nos estudos para o ENEM. Boa sorte!

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no Enem 2024

As inscrições do exame começam no dia 27 de maio e vão até 7 de junho,

Publicado

em

por

Enem 2024

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou que todos os candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no pagamento da inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mesmo aqueles que não se enquadram nos critérios de isenção. Segundo o ministro, cerca de 40 mil estudantes serão atendidos pela medida. A taxa é de R$ 85.

“Quem se inscrever agora não pagará”, disse o ministro em entrevista à imprensa, no Palácio do Planalto, nesta segunda-feira, 20 de maio.

As inscrições do exame começam no dia 27 de maio e vão até 7 de junho,

Treine com simulados Online. Clique aqui e resolva agora!

Fonte: Agência Brasil

DICAS NO SEU EMAIL

Receba gratuitamente as últimas notícias dos vestibulares e dicas para o Enem no seu email! Clique aqui e cadastre-se!

RECOMENDAMOS

Continue lendo