Siga-nos!

Destaque

10 dicas para ter um bom desempenho na redação do Enem

A pouco mais de dois meses para a aplicação do teste, redação ainda gera dúvidas e ansiedade. Professor do SAS Plataforma de Educação ajuda na preparação

Publicado

em

Como é atribuída a nota de redação no Enem?

A prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) será aplicada no dia 21 de novembro, para quem já está inscrito, e no dia 9 de janeiro de 2022, para isentos e ausentes no exame de 2020. Para auxiliar e tirar as dúvidas dos jovens que se preparam para essa importante etapa do Enem, o professor de Letras e coordenador de Integração Pedagógica do SAS, Vinícius Beltrão, lista algumas dicas para facilitar a produção do texto.

“A redação do Enem é temida por muitos estudantes, mas pode ser mais tranquila quando o vestibulando sabe como estruturar o texto. O tema é surpresa, mas o treino constante vai deixar o jovem mais confiante e preparado para abordar qualquer assunto. Entender o que os avaliadores esperam do texto, conhecendo detalhadamente o edital, é fundamental também”, explica o professor.

Veja abaixo 10 dicas para ter um bom desempenho na redação.

1.Ler os textos motivadores com atenção – “Esses textos servem para instrumentalizar o estudante, para situá-lo no contexto, na ideia a ser discutida. É importante refletir bastante com a leitura e, a partir disso, desenvolver seu raciocínio. Cuidado para não copiar ou parafrasear nenhum trecho, pois isso pode prejudicar na sua nota e, até mesmo, anulá-la.”

2. Ficar atento ao tema – “Fugir do tema é algo que pode acontecer sem que percebamos e é falha grave no Enem. Sabe aquela frase em negrito na proposta final? Para não esquecer sobre o que precisa discorrer, escreva-a no centro da sua redação, assim você estará ‘de olho’ o tempo todo e evitará tangenciar o tema. Não esqueça de apagar depois, ok?”

3. Conhecer o gênero cobrado na prova – “O gênero escolhido pelo Enem é o dissertativo-argumentativo. A tese deve ser estabelecida logo de início e desenvolvida a partir de fatos consistentes com uma proposta de intervenção ao final. Trazer qualquer outro gênero textual (crônica, poema, receita e outros) pode acarretar a anulação.”

4. Ter atenção ao tamanho da redação – “Poucas linhas ou muitas linhas? Depende do seu repertório e conhecimento do tema. Escrever menos de sete linhas é insuficiência de repertório, assim como ultrapassar as linhas estabelecidas, diminuir a letra no meio do caminho e outras peripécias também vão prejudicar. Procure organizar o seu texto em quatro ou cinco parágrafos: introdução/tese, dois ou três de argumentação/desenvolvimento e o último para a conclusão/proposta.”

5. Revisar as regras gramaticais – “Com certeza você demonstrou o seu conhecimento da norma culta ao longo de todo o exame, mas aqui você precisa ser impecável na escrita, isto é, atenção ao uso da pontuação, acentuação, grafia, concordância e termos adequados. Se precisar recorrer a alguma gíria ou termo incomum (estrangeirismo, por exemplo), destaque-o entre aspas para mostrar ciência e a intenção do uso. Não abuse, afinal 1/5 da sua nota depende disso.”

6. Organizar as ideias e argumentos que pretende apresentar – “A hora da organização é agora! Deixar as ideias claras e ordenadas é uma grande oportunidade para ter uma excelente nota. Lembre-se que cada parágrafo representa uma ideia e elas devem se relacionar entre si. É o que chamamos de coerência. Um exemplo fácil é o desenvolvimento: cada parágrafo deve trazer um fato, contexto ou ideia que sustente e justifique o seu posicionamento sobre o tema. Esgotou aquele argumento? O próximo deve vir em outro parágrafo.”

7. Estude a constituição brasileira – “Somos seres sociais vivendo numa sociedade cheia de desafios. Esse é o lema do Enem, um exame que provoca o estudante a pensar nos problemas e se posicionar criticamente diante deles. Assim, para não ser pego de surpresa, estude bastante a nossa constituição e os direitos humanos. Eles vão aparecer com recorrência nas questões e, na redação, sua posição e proposta de resolução da situação-problema devem ser pautadas nos princípios que os documentos propõem. Nada de discurso de ódio ou justificativas vazias.”

8. Lembre de propor uma solução ao problema indicado – “Concluir ou resolver? Resolver, sempre! Diferente de muitos vestibulares, a redação do Enem pede que você vá além da conclusão de ideias. Seu texto deve finalizar com uma proposta de intervenção, ou seja, o problema apresentado precisa de uma solução e não importa quanto tempo leve e/ou quantas pessoas envolva. Seja otimista ao enxergar solução para tudo, mas com cuidado para não propor algo utópico e impossível. É importante ser racional e consciente. A sugestão é responder a essas perguntas na hora de elaborar a proposta de intervenção: ‘o quê? quem? como? para quê?’. Não tem erro.”

9. Acompanhe o noticiário – “Pessoas que tem repertório tem o mundo nas mãos. A maravilha do nosso tempo é ter uma avalanche de informações na palma da mão a qualquer hora … e a preocupação é o que fazer com essas informações. Então, procure sempre se atualizar sobre tudo o que está ocorrendo, principalmente no Brasil. O tempo está corrido? Está difícil ler ou assistir a um telejornal? Hoje em dia temos podcasts e redes sociais com influenciadores e empresas que sintetizam as informações e facilitam o nosso corrido dia a dia. Cuidado na hora de selecionar quem vai seguir, pois alguns perfis podem trazer a informação já com algum juízo ou opinião disfarçados. Confie desconfiando e questione sempre!”

10. Deixe o título por último – “O título na redação do Enem é opcional, então você pode colocar na sua ou pode já iniciar seu texto. Se optar por usar título, saiba que ele conta como linha e, obviamente, deve representar sua redação. Vamos pensar nele como a embalagem de um presente. É interessante, chama a atenção, mas não é o principal. E tal como uma embalagem, já pensou como seria mais fácil pensar no título no final? Depois de escrever todo o texto ficará mais fácil enxergar um título adequado. Não sofra tentando escolher o título primeiro. Além de perder um tempo precioso, você pode se limitar no desenvolvimento do texto.”, conclui o coordenador do SAS.

Acompanhe aqui uma revisão gratuita para o Enem 2021.

Sobre o SAS Plataforma de Educação

SAS é uma Plataforma de Educação que, há quase duas décadas, oferece soluções educacionais de Excelência, de forma completa e integrada, para mais de 950 escolas parceiras em todo o Brasil. Entre suas mais diversas soluções, suas escolas parceiras contam com materiais didáticos atualizados, tecnologia educacional engajadora, avaliações digitais e presenciais com relatórios diagnósticos para professores e alunos, formação de corpo docente e equipe pedagógica e acompanhamento completo e personalizado por uma equipe de consultores pedagógicos.

Ao longo dos anos, as escolas SAS vêm acumulando excelentes resultados no ENEM, estando entre as escolas que mais evoluem no exame, segundo levantamento recente do Banco BTG Pactual. Além dos grandes resultados dos alunos SAS no ENEM e demais vestibulares, as soluções da plataforma auxiliam suas parceiras na conquista de seu maior objetivo: desenvolver cidadãos preparados para os desafios do mundo, por meio de uma formação integral, completa e de qualidade.

RECOMENDAMOS

Destaque

Brasil tem maior conjunto de fintechs da América Latina, tema é foco em estudos da ESEG – Faculdade do Grupo Etapa

O Núcleo de Economia e Finanças e a matriz curricular voltada para tecnologia incentivam pesquisa em startups financeiras

Publicado

em

por

Fintechs, startups de tecnologia financeira, ajudam consumidores, empreendedores e empresas no gerenciamento de rotinas de serviços financeiros com a automatização dessas demandas. Como o conceito vem ganhando cada vez mais destaque, na ESEG – Faculdade do Grupo Etapa estudantes realizaram seus Trabalhos de Graduação (TGs) para identificar os impactos que as fintechs possuem em bancos tradicionais.

Essa visibilidade no Brasil é comprovada pelo relatório 2021 Global Fintech Rankings, no qual o país obteve resultado como o maior da América Latina com relação ao conjunto de fintechs. Além disso, o estudo aponta que ao todo são 108 fintechs brasileiras consideradas unicórnios – avaliadas acima de US$ 1 bilhão.

Um dos pontos que cooperou para o funcionamento da fintechs foi a oficialização pelo Banco Central do Brasil da Resolução CMN nº 4.656 em 2018, uma regulamentação dessas empresas para empréstimos e financiamentos. Além dos serviços convencionados, como: conta digital, cartão de crédito e débito, seguro, controle financeiro e investimento.
O fato da maioria dessas startups permitir o controle dos serviços financeiros por meio de smartphones e internet, sem que o cliente precise ir a um local físico, é um dos motivos de concorrer com bancos e corretoras convencionais. Outro fator, é o custo operacional abaixo da média ou até inexistente.

A transformação dos bancos tradicionais para o cenário digital foi tema de dois TGs da ESEG em 2020 e 2021, pelos já formados Lucas Henrique Araújo e Matheus Santos em Engenharia de Produção. Ambos estudaram os impactos das fintechs na atuação dos bancos tradicionais com relação a mudanças na estrutura e no posicionamento. Lucas analisou o caso do Banco Itaú e Banco Inter, já Matheus, comparou o Banco Itaú com a plataforma de serviços financeiros PagSeguro.

A ESEG – Faculdade do Grupo Etapa está com inscrições abertas para o processo seletivo do 1º semestre de 2022, para os cursos de Administração, Direito, Economia, Engenharia de Computação e Engenharia de Produção. Tanto no vestibular quanto com a utilização da nota do Enem, o candidato pode conquistar uma bolsa de estudo válida até o fim da graduação.

Serviço

Processo Seletivo ESEG 2022 – 1º Semestre

Cursos: Administração, Economia, Direito, Engenharia de Computação e Engenharia de Produção
Provas digitais

16/12/2021, às 18h – Inscrições até as 23h59 de 15/12/2021

18/12/2021, às 9h – Inscrições até as 14h de 17/12/2021

Prova presencial

29/01/2022, às 13h – Inscrições até as 14h de 28/01/2022

Taxas

Vestibular: R$ 45,00
Enem: isento
Inscrição e mais informações: eseg.edu.br/vestibular2022

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

Presidente altera legislação do Programa Universidade para Todos – Prouni

As alterações no Prouni têm o objetivo de ampliar as políticas de inclusão na educação superior

Publicado

em

por

Resultado da Lista de Espera do Prouni 2021.2

O presidente Jair Bolsonaro assinou, na última segunda-feira (6), medida provisória (MP) que altera o Programa Universidade para Todos (Prouni), que concede bolsas de estudo integrais e parciais em faculdades particulares. A MP foi publicada ontem (7) no Diário Oficial da União.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, a medida busca ampliar o acesso a estudantes egressos do ensino médio privado que fizeram o curso com bolsas parciais. Na seleção, também está incluída a possibilidade de dispensa de apresentação do documento que comprovem a renda familiar e a situação de pessoas com deficiência, quando as informações estiverem disponíveis em bancos de dados de órgãos do governo.

Além disso, houve alteração na reserva de cotas destinadas a negros, povos indígenas e pessoas com deficiência. Com a medida, o percentual de pretos, pardos ou indígenas e pessoas com deficiência será considerado de forma isolada, e não mais em conjunto.

A MP também prevê a inclusão de penalidade de suspensão imposta para quem descumpre as obrigações assumidas no termo de adesão e a readmissão da mantenedora da universidade punida com a desvinculação.

Segundo o órgão, as alterações têm o objetivo de “ampliar as políticas de inclusão na educação superior, diminuindo a ociosidade na ocupação de vagas antes disponibilizadas, e promover o incremento de mecanismos de controle e integridade e a desburocratização”.

Fonte: Agência Brasil

RECOMENDAMOS

Continue lendo

Destaque

USF inscreve para o Vestibular de Medicina 2022

O Vestibular de Medicina da USF utiliza os resultados obtidos pelo candidato no ENEM dos anos de 2015 a 2020

Publicado

em

por

USF está com inscrições abertas para o Vestibular Social

A Universidade São Francisco (USF) segue com as inscrições abertas para o Vestibular 2022 do Curso de Medicina, até 17 de janeiro de 2022.

USF Vestibular Medicina 2022

Devido ao cenário, decorrente da pandemia da COVID-19, o Vestibular será realizado por meio do aproveitamento dos resultados obtidos pelo candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

A taxa de inscrição é de R$ 300 e as inscrições podem ser feitas em usf.edu.br/vestibular

Seleção

O Processo Seletivo utiliza os resultados obtidos pelo candidato no ENEM dos anos de 2015 a 2020, sendo considerada, para fins de seleção e classificação. Será avaliada a maior pontuação obtida pelo candidato nos exames dos anos produzidos.

Serão classificados, exclusivamente, os candidatos que preencherem a pontuação final igual ou acima de 2500 pontos e que não terão zerado na redação.

Medicina USF

O Curso de Medicina está localizado no Câmpus Bragança Paulista, mesmo local onde está instalado o Hospital Universitário São Francisco (HUSF), considerado o hospital geral mais importante da região bragantina em razão de suas atividades de alta complexidade, desenvolvimento de pesquisas e intervenções de elevada especialização.

Com ênfase em práticas profissionais desde o primeiro ano, aliando teoria e prática, além do uso de tecnologias facilitadoras da rotina de estudos, o Curso de Medicina da USF é nota máxima no MEC.

Com matriz curricular atualizada e moderna infraestrutura – que compreende espaços como o Centro de Simulação Realística, Centro de Estudos de Anatomia, ampla rede de estágio e inserção na rede básica de saúde -, os estudantes e docentes atuam também em hospitais, unidades básicas de saúde, ambulatórios, unidades de estratégia de saúde da família, entre tantos outros espaços.

Para acompanhar as transformações da profissão e preparar os estudantes para os desafios da carreira, a USF investe em formação contínua para o corpo docente e oferece o Med Experience para os estudantes.

Inscrições em: usf.edu.br/vestibular.

Continue lendo