Agronomia

Não seria exagero dizer que as primeiras civilizações – Mesopotâmia, Índia, Egito – têm sua origem na Agricultura. Base histórica de praticamente todas as sociedades, a Agricultura sofreu poucas transformações até o início do século passado, quando começou a se modernizar, sobretudo com a aplicação de conhecimentos de outras áreas, como a mecânica, a química e a fisiologia vegetal e animal.

Agronomia

Sobre a profissão

Como aproveitar melhor o solo e produzir mais é uma questão cada vez mais urgente no mundo moderno. E é a Agronomia que responde a esta questão, com seu conjunto de técnicas sempre mais apuradas, racionalizando a utilização do solo e incrementando a produção vegetal. Num país extenso como o Brasil, a Agronomia tem papel importante e um vasto campo de atuação.

Quem optar por Agronomia precisa gostar de plantas e não ter pudor de colocar as mãos na terra. Até a virada da década de 90, antes da abertura da economia brasileira e o início do crescimento do setor Agroindustrial, a maioria dos estudantes vinha do interior e tinha raízes rurais. Hoje, às vésperas do século XXI, houve uma pequena revolução na tradicional Agronomia, exigindo do profissional o conhecimento sobre todas as etapas do negócio agrícola – planejamento, fertilização, plantação, colheita, armazenamento, processamento industrial, marketing e comercialização, avaliação de empréstimo bancário e bolsa de mercadorias. A Agronomia é profissão das mais promissoras. Com a globalização, torna-se necessário aumentar a produtividade e a assistência de um agrônomo é indispensável. Entender de finanças é tão importante quanto conseguir eliminar um fungo. Com isso, o agrônomo estende sua área de atuação às cadeias de supermercados, shopping centers, redes de restaurantes e indústrias de alimentos. Mas, para tanto, é necessário fazer estágios, cursos de atualização e especialização. Dinamismo, planejamento, dedicação constante, sociabilidade, boa comunicação, habilidade numérica, raciocínio verbal, mecânico e espacial, iniciativa, desembaraço são requisitos da profissão.

Campos de atuação

Administração de fazendas e cooperativas, empresas de consultoria, empresas de insumos e de alimentos, secretarias de abastecimento, agronomia e meio ambiente, bancos com crédito agrícola, sindicatos rurais, órgãos de pesquisa dos governos federal e estadual.

Especializações

Agrotecnia, silvicultura, agrometeorologia, economia agrícola, solos, engenharia rural, entomologia, fitotecnia, parques e jardins, zootecnia, melhoramento animal e vegetal, recursos naturais e ecologia, reflorestamento, tecnologia de transformação, topografia.

Bolsa de Estudos

Clique aqui e confira no site do Quero Bolsa faculdades de todo o Brasil que oferecem este curso com Bolsa de Estudos.

Indicações

Recomendamos:

Leave a Reply