C. Básicas da Saúde Humana

Há possibilidade de qualquer estudante de graduação, das áreas de Ciências Biológicas ou Exatas, se tornar cientista em uma das áreas básicas da saúde humana – Anatomia, Biologia Celular e Molecular, Histologia e Embriologia, Fisiologia e Biofísica, Farmacologia, Imunologia, Microbiologia e Parasitologia.

Ciências Básicas da Saúde Humana

Sobre a profissão

Trata-se de uma carreira fascinante e indispensável para o desenvolvimento e bem estar da humanidade. Por meio das pesquisas desenvolvidas nessas áreas, além de se ter a idéia cada vez mais exata de como é e como funciona o corpo humano, é possível introduzir novas tecnologias para o combate de enfermidades e também, como os estudos de biotecnologia, contribuir para o aprimoramento da saúde ou aumento da produtividade agroindustrial.

Descobrindo que o estudo de uma dessas áreas é de seu interesse, a melhor maneira do estudante se tornar um cientista é fazer um estágio de Iniciação Científica no Instituto de Ciências Biomédicas (ICB), sob a orientação de um cientista, professor desse Instituto. Nesse estágio, o aluno participará do desenvolvimento de um plano de pesquisa científica e da apresentação, em reuniões científicas, dos resultados obtidos, havendo a possibilidade de obter bolsa subvencionada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ou pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq).

Após concluir seu curso de graduação, o aluno deverá então incorporar-se a um programa de pós graduação do ICB, consolidando o seu aprendizado da metodologia e do rigor científico necessários a um cientista. Terminado o seu Doutorado, um estágio de Pós-Doutorado, no exterior, completará sua formação de cientista, ao mesmo tempo que lhe permitirá o estabelecimento de contatos internacionais, indispensáveis em qualquer área do conhecimento. Tanto seu Doutorado como Pós -Doutorado poderão ser subvencionados por bolsas da FAPESP ou CNPq, após aprovação de seus projetos de pesquisa.

Campo de atuação

As Universidades, os Institutos de Pesquisa e algumas indústrias constituem o mercado de trabalho dessa profissão, que deve ser cada vez mais valorizada, à semelhança do que ocorre no mundo desenvolvido.

(Fonte: “A Universidade e as Profissões”, catálogo da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo)

Bolsa de Estudos

Clique aqui e confira no site do Quero Bolsa faculdades de todo o Brasil que oferecem este curso com Bolsa de Estudos.

Indicações

Leave a Reply