Simulado Online de História – 71

Este simulado online possui 5 questões, no formato de múltipla-escolha, retiradas do Vestibular 2006 da Unifesp

1- (Unifesp/2006) Na Baixa Idade Média, mais precisamente entre os séculos XII e XIII, o centro-norte da Itália formava um viveiro de prósperas cidades que expressavam o vigor da retomada econômica do Ocidente naqueles séculos. Muitas dessas cidades, em termos político-administrativos, eram

  1. autônomas, organizadas como repúblicas, e internamente divididas em simpatizantes do papa (guelfos) e simpatizantes do imperador (gibelinos).
  2. repúblicas, internamente coesas, e aliadas umas às outras na luta contra os poderes universais do papa e do imperador.
  3. organizadas internamente como democracias, e externamente como uma federação, para tratar com o papa e o imperador.
  4. governadas por condottieri, que garantiam sua independência frente aos inimigos externos, constituídos pelo papa e pelo imperador.
  5. soberanas que, para escapar à dominação bizantina e sarracena, financiavam o Império e o Papado.

2- (Unifesp/2006) Deus meu, não se cansando os hereges e os inimigos… de semear continuamente os seus erros e heresias no campo da Cristandade, com tantos e tantos livros perniciosos que são republicados a cada dia, é necessário que não se durma, mas que nos esforcemos para extirpá-los ao menos nos lugares onde isso seja possível. (Cardeal Roberto Bellarmino, 1614.)

Tendo em vista o contexto da época, pode-se inferir que os hereges e os inimigos aos quais o autor se refere eram, principalmente, os

  1. jansenistas e os muçulmanos.
  2. cátaros e os letrados.
  3. hussitas e os feiticeiros.
  4. anabatistas e os judeus.
  5. protestantes e os cientistas.

3- (Unifesp/2006) Sobre o trabalho compulsório (seja servil, seja escravo) em toda a América, no período colonial, pode-se afirmar que

  1. restringiu-se às áreas econômicas de exportação.
  2. atingiu apenas os indígenas e os negros.
  3. impôs-se sem maiores resistências.
  4. incluiu até mesmo os brancos.
  5. inexistiu nas terras voltadas para o Pacífico.

4- (Unifesp/2006) Pastores metodistas e batistas do sul dos Estados Unidos apoiaram, nas décadas de 1770 e 1780, a causa antiescravista, mas deixaram de fazê-lo nos dez anos transcorridos entre 1795-1805. Essa mudança de atitude foi devida

  1. a uma reorientação doutrinária dessas duas denominações religiosas.
  2. a uma competição entre as denominações religiosas atuantes no sul.
  3. ao boom do algodão e à revolta antiescravista em São Domingos/Haiti.
  4. ao fim do tráfico negreiro e à pressão inglesa contra a escravidão.
  5. à rejeição por parte dos negros em aceitar aquelas doutrinas religiosas

5- (Unifesp/2006) Para o historiador Arno J. Mayer, as duas guerras mundiais, a de 1914-1918 e a de 1939-1945, devem ser vistas como constituindo um único conflito, uma segunda Guerra dos Trinta Anos. Essa interpretação é possível pelo fato

  1. de as duas guerras mundiais terem envolvido todos os países da Europa, além de suas colônias de ultramar.
  2. de prevalecer antes da Segunda Guerra Mundial o equilíbrio europeu, tal como ocorrera antes de ter inicio a primeira Guerra dos Trinta Anos, em 1618.
  3. de, apesar da paz do período entre guerras, a Segunda Guerra ter sido causada pelos dispositivos decorrentes da Paz de Versalhes de 1919.
  4. de terem ocorrido, entre as duas guerras mundiais, rebeliões e revoluções como na década de 1640.
  5. de, em ambas as guerras mundiais, o conflito ter sido travado por motivos ideológicos, mais do que imperialistas.