Simulado Online de História – Vestibular PUC-SP 2005 – 48 

Este simulado possui 5 questões, no formato de múltipla-escolha, retiradas do vestibular PUCSP 2005.

Leia o texto abaixo e, em seguida, responda às questões 1 e 2.

As Olimpíadas modernas, apesar de serem vistas como momento de confraternização entre povos, foram palco, muitas vezes, de misturas entre esportes e política, transformando-se em demonstração de força ou de superioridade de um país ou de um regime político sobre os demais.

1- (PUC-SP/2005) Na Olimpíada de Berlim, em 1936, um atleta negro norte-americano chamado Jesse Owens conseguiu quatro medalhas de ouro, tornou-se o grande vitorioso dos Jogos e atrapalhou a imagem que a Alemanha e seu governante, Adolf Hitler, pretendiam que o evento tivesse. Isso se deu porque

  1. a Alemanha estava em guerra com os Estados Unidos e não queria que um norte-americano triunfasse em seu território.
  2. as concepções raciais do nazismo pregavam a superioridade ariana e não admitiam a vitória de um negro sobre brancos.
  3. a cidade de Berlim estava cercada por tropas aliadas e os alemães não puderam, em virtude disso, participar dos Jogos.
  4. as propostas políticas do nazismo evitavam misturar esportes e política e Owens, ao receber a medalha, fez um discurso político.
  5. a Alemanha pretendia demonstrar seu poder por meio de vitórias nos Jogos e, assim, compensar as derrotas na Guerra Mundial.

2- (PUC-SP/2005) Lutas e guerras reais estiveram presentes em todos os tempos da História. Lutas e guerras também sempre mexeram com a imaginação dos povos, que as traduziram em mitos e jogos, como por exemplo

  1. os relatos de Homero e a Guerra dos Cem Anos entre França e Inglaterra
  2. a história da Guerra de Tróia e da Guerra do Peloponeso
  3. os carnavais na Idade Média e as festas nas Cortes européias medievais
  4. a longa espera de Penélope por Ulisses e os rituais de suserania e vassalagem.
  5. os Jogos Olímpicos na Grécia Antiga e os torneios de cavaleiros na Idade Média

3- (PUC-SP/2005) Na Olimpíada de Munique, em 1972, um grupo terrorista árabe invadiu a Vila Olímpica e assassinou atletas de Israel. A ousadia, a surpresa e a extrema violência do ato surpreenderam a todos. O ataque ocorreu

  1. após a Guerra dos Seis Dias, vencida por Israel em 1967, que provocou o encerramento dos conflitos militares no Oriente Médio, a definitiva partilha territorial da região e o surgimento de grupos terroristas insatisfeitos com a supremacia israelense.
  2. durante a negociação do acordo de paz de Camp David, mediado pelos Estados Unidos e assinado pelo Egito e por Israel em 1978, que abriu um inesperado e duradouro período de amizade entre árabes e israelenses e levou à desmobilização dos grupos terroristas
  3. dentro do longo conflito árabe-israelense, que contou com iniciativas militares oficiais de ambas as partes, como o ataque do Yom Kippur, realizado pelo Egito e pela Síria em 1973, ou a ação israelense no aeroporto de Entebe, em 1976, em Uganda.
  4. por meio da colaboração entre diversos grupos de terroristas islâmicos, insatisfeitos com a criação do Estado de Israel em 1948 e com o apoio que este recebia da União Soviética e dos Estados Unidos e que prejudicava as exportações dos países árabes.
  5. devido à intencional ineficácia da segurança da Vila Olímpica que, em razão da antiga rivalidade entre alemães e judeus, não ofereceu proteção suficiente aos atletas israelenses, nem respeitou os acordos internacionais de respeito aos direitos humanos.

4- (PUC-SP/2005) Entre 1864 e 1870, a Guerra do Paraguai opôs o Paraguai à Tríplice Aliança, composta por Argentina, Brasil e Uruguai. Sobre essa Guerra, é possível afirmar corretamente que

  1. se relaciona ao processo de construção dos Estados Nacionais na região do Prata e à disputa pela hegemonia na região.
  2. demonstrou a fragilidade militar dos países envolvidos e permitiu a penetração armada e comercial norte-americana na região.
  3. resultou exclusivamente da ambição excessiva de Solano López, ditador do Paraguai, e de seus interesses expansionistas.
  4. consolidou a hegemonia espanhola na região e impediu a conclusão do processo de independência política do Paraguai.
  5. levou ao rompimento das relações diplomáticas entre os quatro países e à busca, por eles, de parcerias mercantis com a Inglaterra.

5- (PUC-SP/2005) A idéia de democracia surgiu em Atenas, Grécia, no século V a.C.. Foi, séculos depois, retomada em documentos históricos, como a Declaração de Independência dos Estados Unidos (1776) e a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, escrita durante a Revolução Francesa (1789-1799). Hoje, a democracia existe em boa parte do mundo ocidental, inclusive no Brasil. Sobre a atual democracia brasileira, pode-se afirmar que é

  1. diferente da praticada em outros países ocidentais, porque os brasileiros são menos rebeldes e mais cordiais.
  2. semelhante à praticada na Grécia antiga, porque nem todos podem participar da escolha do Presidente da República.
  3. diferente da proposta na Independência dos EUA, porque a condição econômica da população brasileira é precária.
  4. semelhante à proposta na Revolução Francesa, porque considera a liberdade um direito fundamental de todos.
  5. diferente de todos os modelos democráticos já experimentados, porque o clima tropical facilita as relações pessoais.